1ª Olimpíada Brasileira de Educação Financeira registra participação de 349 estudantes

No sábado, 5 de outubro, a UFRGS sediou a segunda fase da 1ª Olimpíada Brasileira de Educação Financeira (OBEF), que premiará os medalhistas regionais da competição. A Olimpíada é dividida em três etapas: uma local, outra estadual e uma terceira nacional, que será realizada no dia 9 de novembro.

Para participação nessa segunda fase, foi necessário que o aluno atingisse, na primeira prova, uma pontuação mínima – 588 estudantes foram classificados. Destes, 349 participaram da segunda etapa e estão na disputa pela medalha regional.

A terceira etapa também será realizada na UFRGS, e definirá o campeão nacional da 1ª Olimpíada Brasileira de Educação Financeira, que, no Rio Grande do Sul, está sob a coordenação da docente da FCE Wendy Beatriz Witt Haddad Carraro. A professora acredita que a educação financeira conscientiza sobre o gasto e a valorização do dinheiro e vê na OBEF uma oportunidade de trabalhar esses conceitos com alunos do ensino básico.

A entrega das medalhas para os primeiros colocados no ranking nacional acontecerá no dia 22/11. O edital completo e resultados das etapas podem ser consultados no site do projeto. Outras informações podem ser obtidas com a professora Wendy, pelo e-mail wendy.carraro@ufrgs.br.

Confira a galeria de fotos da segunda etapa:

Sobre a OBEF

Em 2012, na Universidade Federal da Paraíba, iniciou-se um programa de extensão destinado a trabalhar a Educação Financeira com crianças do 1º até o 5º ano. A iniciativa inspirou a Olimpíada Paraibana de Educação Financeira, que já contou com duas edições, e é a origem da OBEF, realizada pela primeira vez neste ano.

O projeto objetiva o estímulo e a promoção da Educação Financeira nas instituições de ensino em cada estado do país, visando, assim, a contribuir para a melhoria da qualidade da Educação. Dentro das suas premissas, estão o despertar do interesse de crianças e adolescentes no aprendizado da Educação Financeira, bem como a percepção do nível de conhecimento dos alunos sobre esse assunto. O evento projeta a inclusão social por meio da difusão do conhecimento e a interação entre as intuições de Ensino Fundamental e Médio com as de Ensino Superior.

Se você encontrou algum erro nesta página, por favor, preencha o formulário abaixo e clique em enviar.