Conheça a matemática
de uma forma diferente!

Seja bem-vindo!

Sobre o Festival

Por que as bolhas de sabão são redondas? E o que um rolinho de papel higiênico e uma caneca podem ter em comum? Como construir um aquecedor de água utilizando apenas conceitos geométricos já conhecidos pelos gregos da Antiguidade? E o que a Matemática tem a ver com as notas e ritmos musicais? Colorir mapas pode ser uma tarefa bastante complexa, mas talvez bem menos do que as relações existentes entre a Geometria e as formas de vida na Terra.

Tudo isso e muito mais pode ser explorado em nosso Festival. Esta grande festa da Matemática tem como objetivo o mostrar como a Matemática está presente, de maneira muitas vezes desafiadora e intrigante, nos mais diversos campos do conhecimento, ou mesmo guardando relações inusitadas dentro dela mesma. E longe de ser um amontoado de fórmulas sem muito sentido ou dificeis de compreender! A Matemática é muito mais do que isso, e queremos te mostrar que é possível conhecê-la de uma maneira diferente.



Quero-mate

Este é o Quero-Mate, o nosso mascote! Ele é um quero-quero que gosta muito de chimarrão e também de Matemática!

Edições

Veja como foram as edições anteriores do Festival

Realização

25 a 28 de outubro de 2017, na Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS)

0

visitantes

Aguarde atualizações...

Certificados

Clique aqui para acessar os certificados

1400

visitantes no Campus Centro

1150

visitantes no Campus do Vale

Realização

7 a 10 de agosto de 2019, nos campi do Vale e Centro da UFRGS

Certificados

Aguarde atualizações...

Programação

Essas foram algumas das palestras da última edição:

Alice Waquil

Matemática, futebol e mando de campo: dá pra saber quem vai ganhar?

Alice Waquil

Samuel Leite

O INFINITO, o infinitamente pequeno, o que a Marvel e outras histórias têm a ver com isso...

Samuel Leite

Márcia Barbosa

Mulheres na ciência e na matemática: uma verdade inconveniente.

Márcia Barbosa

Rogério Steffenon

Cartões Mágicos e jogos de subtração

Rogério Steffenon

Eduardo Alves

Minha história na Matemática e algumas curiosidades geométricas

Eduardo Alves

Éder Kinast

Do muito pequeno ao muito grande: onde fomos nos meter com estes números!?

Éder Kinast

Perguntas Frequentes

Perguntas referentes a edição 2019

Quanto à submissão de propostas


Quanto à visitação


  • Estamos prevendo manter as palestras plenárias e oficinas nas faixas de horário 9h15min - 11h e 14h45 - 16h30, nos turnos manhã e tarde, respectivamente. Além destas atividades, ficará ativa das 8h às 12h15 e das 13h30 às 17h45min a visitação aos estandes da Mostra da Matemática e às salas de jogos matemáticos (que não têm horário de começo e fim). Quanto ao turno da noite, montaremos a programação conforme a demanda

  • O evento é aberto ao público e teoricamente qualquer um pode visitá-lo. Pedimos que grandes grupos (por exemplo, escolas) manifestem o interesse de visitar no formulário no nosso site para que possamos ter uma ideia mais precisa da quantidade de visitantes que irão aparecer. Além disso, devido às limitações do espaço físico, existe a possibilidade de termos que remanejar ou encerrar inscrições antes do evento. Esperamos poder receber todos os interessados, mas contamos com sua compreensão!

  • Infelizmente até o momento nós, enquanto organizadores do Festival, não temos auxílio financeiro para ajudar.

  • Não. O Festival é aberto ao público e é só chegar e participar. Grandes grupos (mais que 10 pessoas) devem manifestar o interesse no formulário específico, para que possamos nos planejar melhor.

  • Não. Todo o evento é gratuito.

  • O evento é aberto ao público. Qualquer um pode visitar. Por outro lado, recomendamos que as escolas só inscrevam turmas a partir das séries iniciais do Ensino Fundamental, pois ainda não temos atividades voltadas exclusivamente à Educação Infantil.

Quanto ao evento


  • Costumamos chamá-lo de “Feira de Ciências gigante, mas apenas de Matemática”. Trata-se de uma exposição (através de Mostra, Jogos, Oficinas, Palestras, entre outros) de curiosidades sobre a Matemática.

  • Recomendamos que cada visitante demande algum tempo na Mostra de Matemática, passe por algumas salas de jogos e assista a alguma palestra plenária ou participe de uma oficina. Mas a circulação é mais ou menos livre e é possível fazer outros planos.

  • Não estamos prevendo certificado pela visitação. Aqueles que precisarem de alguma comprovação que estiveram presentes no evento devem procurar, durante a visita, a nossa Equipe.