Revisora da Gráfica da UFRGS vence Prêmio Governo de Minas Gerais de Literatura

A autora Ana Santos, revisora de textos do quadro da Gráfica da UFRGS, foi anunciada como vencedora de uma das principais premiações literárias do Brasil, o Prêmio Governo de Minas Gerais de Literatura. Sua obra Fabulário, que conquistou a categoria Poesia, é um dos resultados do mestrado defendido em outubro passado em Letras na UFRGS, pela linha de pesquisa de Estudos literários aplicados – Literatura, Ensino e Escrita criativa.

Inédita, a obra divide-se em três partes. Museu mínimo consiste em uma tentativa de apropriação poética de diferentes linguagens, como a do cinema ou a dos sonhos. Em Microcosmo, os poemas se inspiram em diversos gêneros textuais – carta e notícia, por exemplo. Já em Fabulário, seção homônima ao livro, os poemas contam pequenas histórias. Ao longo da obra, vários sujeitos líricos se manifestam, constituindo um mosaico de personagens que, de certa forma, revelam aspectos da subjetividade da autora.

Graduada em Jornalismo também pela UFRGS, Ana Santos tem textos publicados em antologias, nas revistas Bravo!, Cult e Ficções e no jornal Rascunho. Em 2008, foi contemplada com a Bolsa Funarte de Estímulo à Criação Artística, na categoria Criação Literária. O que Faltava ao Peixe, livro de contos resultante do projeto premiado, foi lançado em 2011 pela Libretos, com edição financiada pelo Fumproarte. Em 2017, estreou na poesia com a coletânea Móbile, pela conceituada Editora Patuá.