Marcos Rolim debate mortes por policiais em podcast; ouça

#ConversaHumanista recebe jornalista e sociólogo especialista em segurança pública para avaliar controvérsias sobre taxas de homicídio no Brasil e cobertura da mídia.

#ConversaHumanista

A Polícia Civil realizou nesta terça-feira, dia 1º de outubro, a reconstituição da morte da menina Ágatha Félix, de 8 anos, que levou um tiro nas costas que, segundo testemunhas, foi disparado por um policial militar que mirava uma moto supostamente suspeita. O caso ocorrido em 20 de setembro mobilizou a opinião pública em torno das mortes por policiais no Rio e é o tema do segundo episódio da segunda temporada do #ConversaHumanista. O jornalista e sociólogo Marcos Rolim, especialista em segurança pública e direitos humanos, é o convidado.

Ao lado das repórteres do Humanista Gabriela Plentz, Jadde Molossi Andielli Silveira, Rolim conversa sobre questões como as controvérsias em torno das taxas de homicídio no Brasil, políticas públicas de segurança e o pacote “anticrime” proposto pelo ministro Sérgio Moro. Para o sociólogo, a mídia cumpre parcialmente seu papel social frente ao caos da segurança pública brasileira, mas peca ao não aprofundar o debate e ao estigmatizar pessoas pobres, vítimas ou que cometem crimes. Ouça!



Na semana passada, o Humanista se posicionou em editorial radicalmente contra a política de estímulo ao “abatimento de suspeitos” adotada pelo governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), que comemora mortes. Política que já produziu o recorde de mortes por intervenção policial. O portal também mudou seu cabeçalho e logotipo, assim como perfis nas redes sociais (FacebookInstagram e Twitter), adotando a cor preta para representar luto.


O podcast

O #ConversaHumanista é produzido quinzenalmente por estudantes da disciplina de Laboratório de Jornalismo Convergente da Fabico/UFRGS, com técnica de Neudimar da Rocha, sob a supervisão do professor Felipe Moura de Oliveira. Na estreia da segunda temporada o tema foi a credibilidade no jornalismo e todos os episódios ficam disponíveis no SoundCloud e também no Spotify.


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *