Industria Gaúcha aplica o jogo Designrs: A Saga das Sete Ilhas

Numa iniciativa arrojada, uma industria Gaúcha desenvolvedora de produtos, em parceria com o Projeto ICD, está implementando o jogo Designrs criado pela Desenhista Industrial Simone L. Sperhacke, aluna de doutorado do PGDesign/UFRGS. A proposta teve início em março deste ano e prevê oito encontros nos quais a equipe de Design do grupo deve participar da atividade. Inovadora e auspiciosa, a experiência garante a apreensão de como se deve agir e quais ferramentas utilizar para que o … Continue Lendo

CogniToys: Brinquedos inteligentes conectados à internet para aprender e crescer

cognitoys

E se os brinquedos crescessem com as crianças? Pensando nisso, a Elemental Path desenvolveu a linha de brinquedos CogniToys, que interagem com as crianças de maneira inteligente e educacional. Interligados ao supercomputador IBM Watson, o dispositivo é capaz de responder a qualquer pergunta, além de poder realizá-las também. Além da conexão com a internet, o brinquedo possui funções personalizadas, permitindo adaptar-se a cada criança e evoluir com ela. O projeto, financiado pela plataforma Kickstarter, teve cinco … Continue Lendo

Xalingo Brinquedos Lança Brinquedos com Realidade Aumentada

271741_Papel-de-Parede-Quebra-cabeca--271741_1280x720

A empresa gaúcha Xalingo Brinquedos lançou na 32ª ABRIN – Feira Brasileira de Brinquedos – o primeiro produto direcionado ao aprendizado infantil com realidade aumentada, produzido em grande escala. O brinquedo funciona da seguinte maneira: composto por 50 peças em madeira, a criança pode montar 12 figuras diferentes.  Ao concluir a montagem do quebra-cabeça é possível, através do celular ou tablet, fazer a leitura da peça e projetá-la no ambiente.  São projetados o objeto e a … Continue Lendo

Você já ouviu falar sobre Design Educacional?

Design Educacional nada mais é do que a aplicação do design na forma de dar aula e se estudar. O design educacional é caracterizado pela separação física entre professor e aluno, pelo uso de tecnologias de comunicação bidirecional, uso de recursos didáticos de conteúdo e apoio e aprendizagem autônoma do estudante. Esse modelo didático não coloca no professor toda a responsabilidade pedagógica do aprendizado, mas sim sobre a instituição e especialistas que elaboram o material … Continue Lendo