Revista Exame destaca atitudes inovadoras durante a pandemia.

A Exame (05.08.2020) trouxe 50 atitudes inovadoras de empresas de diferentes portes e setores para resolver problemas criados pela pandemia. A revista descreve as iniciativas nas categorias produtos e serviços, novos processos, transformação digital, estratégias bem sucedidas e ações coletivas. Vale a pena se inspirar com os exemplos.

Inovar também é ceder espaço ao desconhecido, além de encarar mudanças para adequar suas estratégias de negócio ao momento em que a sociedade se encontra. Se tudo voltará ao “normal”, existem muitas especulações. Enquanto isso, talvez você se identifique com alguma iniciativa dessas empresas e possa adaptá-la aos seus projetos, ou mesmo somente reflita sobre o assunto para encontrar uma oportunidade para agir. 

A seguir, a lista de atitudes inovadoras com as respectivas empresas e setores de atuação: 

  1. Moderna – Ter agilidade na busca de resultados (Laboratório) 
  2. Mercado Livre – Resolver demandas urgentes (varejista e marketplace)
  3. Hotmart – Expandir a presença internacional (plataforma de produtos digitais)
  4. Flapper – Reinventar o negócio do Zero (aviação civil)
  5. GetNinjas – Diversificar o portfólio sem descuidar do básico (aplicativo para ajudantes gerais)
  6. Vittude – Descobrir a venda corporativa (terapia à distância)
  7. iFood – Entender o perfil dos novos clientes (aplicativo de delivery)
  8. Leroy Merlin – para além de vender, alugar (varejista)
  9. Toledo – agregar serviços à venda de produtos (fabricante de balanças)
  10.  Samba Tech – Criar novos negócios para novas demandas (produtora de tecnologia para vídeos)
  11.  Malwee – Mudar a linha de produção (vestuário)
  12.  Intel – Investir em Inovação de ponta (data center, internet das coisas e PCs)
  13.  Caixa – Expandir e depois abrir o capital (banco)
  14.  Taxweb – Atrair um sócio (sistemas online de rastreamento)
  15.  Chilli Beans – Fazer a Gestão de parceiros (varejista)
  16.  C&A – Acelerar as entregas (varejista)
  17.  Zoom – Responder rápido às críticas (aplicativo de videoconferência)
  18.  Blue Tree Hotels – Compartilhar informações com concorrentes (rede de hotéis)
  19.  Magnamed – Pedir ajuda a outras empresas (fabricante de ventiladores pulmonares)
  20.  Housi – Convencer clientes a ficar mais tempo (aplicativo de moradia por assinatura)
  21.  Ozllo – Criar uma estratégia digital para quem não tinha (marketplace de roupas e acessórios de luxo)
  22.  Liv Up- Ampliar a cadeia de fornecedores (marmitas prontas)
  23.  EDP – Cortar custos (concessionária)
  24.  Reserva -Transformar vendedores das lojas físicas em online (vestuário)
  25.  Secretaria de Governo Digital – Destravar a máquina pública (serviço público)
  26.  Conquer – Apostar tudo no online (escola de negócios)
  27.  Diálogo Logística – Implantar processos por reconhecimento de voz (entregas de encomendas para varejistas)
  28.  Ping An Good Doctor – Automatizar consultas (telemedicina)
  29.  Visa – Crescer com inovação aberta (tecnologia de pagamentos)
  30.  Microsoft – Apostar na nuvem (multinacional de tecnologia)
  31.  BMW – Impulsionar o engajamento nas redes sociais (montadora)
  32.  Grand Cru – Agradar ao cliente que segue nas lojas (importadora de vinhos)
  33.  Construtora Tenda – Informatizar a papelada (construção civil)
  34.  Walmart – Integrar lojas físicas e digitais (varejista e marketplace)
  35.  Uber – Encontrar novos clientes (aplicativo de transporte)
  36.  Tesla – dobrar a aposta em sustentabilidade (montadora)
  37.  Nvidia – Crescer mais do que a concorrência (tecnologia)
  38.  Tencent – Transformas o tempo livre das pessoas em vendas (games)
  39.  Magazine Luiza – Melhorar a reputação na crise (varejista e marketplace)
  40.  Netflix – Provar o valor de um portfólio exclusivo (provedora de serviços de mídia e produção)
  41.  Google – Ampliar com lives o engajamento (multinacional de tecnologia)
  42.  Amazon – Investir o lucro para ganhar no longo prazo (varejista e marketplace)
  43.  Colab – Incentivar o voluntariado (startup)
  44.  AstraZeneca – Salvar a reputação (farmacêutica)
  45.  Comunitas – Elevar a cultura de doação (ONG)
  46.  Cufa – Levar renda e oportunidade (ONG)
  47.  Social Good Brasil – Incentivar transparência de dados públicos (ONG)
  48.  Prefeitura – Promover bem-estar contra a crise (serviço público)
  49.  Inloco – Estimular a quarentena (startup)
  50.  Tecverde – Criar produtos para o bem comum (startup)