Teses, Dissertações e TCC’s

Teses, Dissertações e TCC’s

O Lume – Repositório Digital da Universidade Federal do Rio Grande do Sul é o portal de acesso às coleções digitais de documentos gerados no âmbito da Universidade e de outros documentos que, por sua área de abrangência e/ou pelo seu caráter histórico, é de interesse da Instituição centralizar sua preservação e difusão.

Os documentos digitais que integram as coleções podem conter texto, imagem, vídeo e áudio, e são, em sua maioria, de acesso livre. Em alguns casos, o acesso é restrito à comunidade da UFRGS.

Teses, Dissertações, Trabalhos de Conclusão de Curso e Produção Intelectual vinculada à Universidade, entre outros, estão disponíveis no Lume.

Normalização

De acordo com a ABNT, NORMALIZAÇÃO é: “Atividade que estabelece, em relação a problemas existentes ou potenciais, prescrições destinadas à utilização comum e repetitiva, com vistas à obtenção do grau ótimo de ordem, em um dado contexto.” E, NORMA é: “Documento estabelecido por consenso e aprovado por um organismo reconhecido, que fornece, para uso comum e repetitivo, regras, diretrizes ou características para atividades ou seus resultados, visando à obtenção de um grau ótimo de ordenação em um dado contexto.”

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), fundada em 1940, é o órgão responsável pela normalização técnica no país, fornecendo a base necessária ao desenvolvimento tecnológico brasileiro. A ABNT é a única e exclusiva representante no Brasil das seguintes entidades internacionais: ISO (International Organization for Standardization), IEC (International Electrotechnical Commission); e das entidades de normalização regional COPANT (Comissão Panamericana de Normas Técnicas) e a AMN (Associação Mercosul de Normalização).

Diferença entre ABNT NBR e NR: ABNT NBR é a sigla de Norma Brasileira aprovada pela ABNT, de caráter voluntário, e fundamentada no consenso da sociedade. Torna-se obrigatória quando essa condição é estabelecida pelo poder público. NR é a sigla de Norma Regulamentadora estabelecida pelo Ministério do Trabalho e Emprego, com caráter obrigatório.

As publicações técnico-científicas também devem seguir as normas ABNT com vistas a sua padronização, dentre elas, os trabalhos acadêmicos (NBR14724) – MONOGRAFIAS, DISSERTAÇÕES E TESES, artigos de publicações periódicas (NBR6022), relatórios técnico-científico (NBR10719).

Algumas normas são aplicáveis aos diversos tipos de publicações: Sumário (NBR6027), Resumos (NBR6028), Numeração Progressiva das seções de um documento (NBR6024), Citações (NBR10520), Referências (NBR6023).

Em MORE – Mecanismo Online para Referências você terá auxílio para fazer as referências bibliograficas.

Orientações Gerais

Como deve ser a estrutura do TCC, Dissertação e Tese

 

MONOGRAFIAS: sua principal característica é a abordagem de um tema único (mónos = um só, graphein = escrever). Na sua estrutura deverá constar ²:

Pré-textuais:

  1. Capa (padrão da UFRGS, impresso na gráfica da Universidade)
  2. Folha de rosto
  3. Errata
  4. Dedicatória
  5. Agradecimentos
  6. Epígrafe
  7. Resumo na língua do texto
  8. Resumo em língua estrangeira
  9. Listas
  10. Sumário

 

Textuais:

  1. Introdução
  2. Desenvolvimento
  3. Conclusão

 

Pós-textuais:

  1. Referências
  2. Glossário
  3. Apêndices
  4. Anexos
  5. Índices

 

DISSERTAÇÕES E TESES: ² abordam um único tema, constituem o produto de pesquisas desenvolvidas em cursos no nível de pós-graduação, exigindo investigações próprias à área de especialização e métodos específicos. A distinção entre dissertação e tese é dada pelos pareceres 977/65 e 77/96 do Conselho Federal de Educação. Na sua estrutura deverão constar os mesmos elementos para Monografia incluindo a folha de aprovação após a errata.

 

As Normas Técnicas para Documentação estão disponíveis para consulta na Biblioteca Central da Universidade. Para usuários com vínculo com a Universidade, está disponível um programa que auxilia na elaboração de referências bibliográficas: MORE – Mecanismo Online para Referências.

 

 

FONTE:

¹ Associação Brasileira de Normas Técnicas. Disponível em: <http://www.abnt.org.br/m2.asp?cod_pagina=963#>. Acesso em: <18/03/2010>.

² FRANÇA, J. L.; VASCONCELLOS, A. C. de ; MAGALHÃES, M. H. A. ; BORGES, S. M.  Manual para Normalização de Publicações Técnico-Científicas.  Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2003.

Ficha Catalográfica para TCC’s, Teses e Dissertações

Treinamentos

Consiste em capacitar o usuário no uso do catálogo SABi bem como no uso das bases de dados assinadas pela UFRGS e Portal de Periódico CAPES, dentre outros. Necessita agendamento prévio pelo link:

Visita Orientada

Consiste em guiar o usuário no ambiente biblioteca. Necessita agendamento prévio pelo e-mail: mat-biblioteca@ufrgs.br.

Novas Aquisições

A Biblioteca possui exposição de novas aquisições. Veja aqui as aquisições do ano vigente.

Perguntas Frequentes

– Quem pode realizar empréstimo da Biblioteca?

Somente alunos, professores e servidores da UFRGS, com vínculo ativo e cartão de identificação, podem realizar o empréstimo domiciliar.

– O prazo de empréstimo é igual para todos os materiais?

Não, os prazos variam de acordo com o status de cada obra, que é estabelecido pelas bibliotecas. As obras de status semanal, por exemplo, são emprestadas por sete dias.

– O prazo de empréstimo é igual para todos os usuários?

Não, existe a seguinte diferença:  Obras com status 3 dias são emprestadas por 3 dias para todas as modalidades de usuários. Já obras com status Regular podem ser emprestadas aos alunos de graduação e servidores técnicos administrativos por 7 dias. Para os alunos de pós-graduação e professores o prazo de empréstimo é de 14 dias.

– O que se faz se um livro for perdido, roubado ou danificado?

Comunique imediatamente um Bibliotecário para que ele tome as devidas providências para o usuário repor o item.

Links

Bases de dados

MODELO TCC

CAPA TCC