MOSTRA DE TEATRO DAD 2017 apresenta espetáculos, pesquisas em artes cênicas e desfile de figurinos de 27/10 a 19/12. Entrada franca para todas as atividades.



Evento: MOSTRA DE TEATRO DAD 2017, apresentação de trabalhos práticos e teóricos de conclusão do curso de Graduação em Teatro
Promoção: Departamento de Arte Dramática do IA/UFRGS
Ingresso para todas as atividades da mostra: entrada franca

A MOSTRA DE TEATRO DAD é um evento anual que reúne apresentações dos trabalhos finais de Graduação dos alunos do Departamento de Arte Dramática do IA/UFRGS. A mostra oferece ao público a oportunidade de assistir a espetáculos e apresentações de pesquisas em artes cênicas que apresentam e discutem novas tendências teatrais. Todos os trabalhos são orientados por professores do DAD-IA/UFRGS.

A MOSTRA DE TEATRO DAD 2017 apresenta oito espetáculos, oito pesquisas em artes cênicas e um desfile de figurinos do Guarda-roupa do DAD (que percorrerá as ruas do centro de Porto Alegre no dia 19 de dezembro).

Todas as atividades da Mostra são gratuitas e buscam promover diálogos entre universidade e sociedade. Os espetáculos foram produzidos pelos próprios alunos, de forma independente, contando com os espaços do DAD e o apoio dos professores e técnicos do Instituto de Artes da UFRGS. Espaços culturais do Departamento de Arte Dramática do IA/UFRGS, a Sala Qorpo Santo e a Sala Alziro Azevedo recebem as atividades da MOSTRA DE TEATRO DAD, valorizando a riqueza cultural da Universidade, lugar de memória, encontros, encantamentos e aprendizados.

Programação completa da MOSTRA DE TEATRO DAD 2017

Espetáculos (entrada franca para todas as apresentações)
27, 28 e 29 de outubro, sexta, sábado e domingo
Espetáculo: 90 Ceias, Estágio de Direção Teatral de Vitória Titton
Horário das apresentações: 20h
Local: Sala Qorpo Santo (Av. Paulo Gama, 110 — Campus Central da UFRGS, ao lado do Cinema Universitário)
Classificação etária: 14 anos
Duração: 90 minutos
Lotação: 40 lugares
Fotos: Qex Bittencourt

Noventa ceias de Natal de uma mesma família serão atravessadas por essa obra cênica que representa em um mesmo espaço a trajetória de uma família entremeada a fatos do contexto brasileiro. Os espectadores dividem com os atores o palco que se faz casa de matriarcas, compartilhando de perto esse ritual que envolve a repetição de tradições, o absurdo do cotidiano, o peso das lembranças e muitas bolinhas de Natal. Dessa forma, com as estruturas teatrais à mostra, revela-se a mescla entre o aqui e o agora do acontecimento cênico e os outros tempos evocados pela memória.

09, 10 e 11 de novembro, quinta, sexta e sábado
Espetáculo: Histórias do Cerro do Jarau, Estágio de Atuação de Carolina Santiago
Horário das apresentações: 12h30
Local: Sala Qorpo Santo (Av. Paulo Gama, 110 — Campus Central da UFRGS, ao lado do Cinema Universitário)
Classificação etária: 10 anos
Duração: 45 min
Lotação: 30 pessoas por apresentação
Fotos: Bruna Klein

Buscando transcender os limites da própria imaginação, dois atores contam histórias. São elas: o sacristão e a fada moura encantada transformada em Teiniaguá. Adaptada e escrita em forma de conto por Simões Lopes Neto, a lenda gaúcha “Salamanca do Jarau” narra a história do gaúcho de nome Blau que, em suas cavalgadas pelas coxilhas, se depara com seres mitológicos que tinha ouvido falar somente nas histórias que conheceu quando era criança.

10, 11 e 12 de novembro, sexta, sábado e domingo
Espetáculo: próximo, Estágio de Atuação de Raíza Auler Rolim
Horário das apresentações: 20h
Local: apartamento na Cidade Baixa (endereço a ser divulgado oportunamente)
Classificação etária: 12 anos
Duração: 60 min
Lotação: 8 pessoas por apresentação
Fotos: Airton Gregório

Dois irmãos se reencontram. O lugar é o mesmo no qual se viram pela última vez. Suas escolhas individuais os mantiveram distantes. Agora, podem escolher permanecer juntos. A partir de conversas e de atividades corriqueiras, são reveladas vivências e memórias em comum. A intimidade descortina a vulnerabilidade do humano, da singela existência.

15, 16 e 17 de novembro, quinta, sexta e sábado
Espetáculo: REMONTAGEM — o nosso amor a gente inventa, Estágio de Atuação de André Varela
Horário das apresentações: 20h
Local: Sala Qorpo Santo (Av. Paulo Gama, 110 — Campus Central da UFRGS, ao lado do Cinema Universitário)
Duração: 80 minutos
Classificação etária: 16 anos
Lotação: 163 espectadores por apresentação (capacidade máxima da Sala Qorpo Santo)
Fotos: Martino Piccinini

REMONTAGEM — o nosso amor a gente inventa tem uma estrutura episódica e dançante. Tece cenas com os fios difusos da memória, reinventando realidades possíveis a partir da imaginação. A peça é trânsito entre realidade e ficção, espetacular e íntimo, show e silêncio. A atuação dança por diferentes registros, provocando rupturas e convidando para um mergulho em universos paralelos, saltando no tempo. Uma colagem de referências em que qualquer semelhança não é mera coincidência e que fala sobre amor, acima de tudo.

01, 02 e 03 de dezembro, sexta, sábado e domingo
Espetáculo: 2 Fudid*s, Estágio de Direção de Ralph Duccini e Estágio de Atuação de Regina Ferrari
Horário das apresentações: 20h
Local: Sala Alziro Azevedo (Av. Salgado Filho, 255 — Centro Histórico, Porto Alegre)
Duração: 60 minutos
Classificação etária: 16 anos
Lotação: 80 pessoas por sessão
Fotos: Jéssica Lusia

Com base na obra Dois Perdidos numa Noite Suja, de Plínio Marcos, e fragmentos de autoficção, 2 Fudid*s pretende questionar e investigar a criação e construção da identidade e suas necessidades de afirmação e validação a partir do outro. Encontro. Aonde se vê. O social, o político, o gênero, as ideias de deus, de sexualidade, trabalho, capital… E afinal, você gosta de ser/estar fudid*?

01, 02 e 03 de dezembro, sexta, sábado e domingo
Espetáculo: bunker, Estágio de Direção de Eduardo Schmidt
Horário das apresentações: 20h
Local: Sala Qorpo Santo (Av. Paulo Gama, 110 — Campus Central da UFRGS, ao lado do Cinema Universitário) ou Estúdio 3 do DAD-IA/UFRGS (Rua General Vitorino, 255 — Centro Histórico, Porto Alegre)
Duração: 111 minutos
Classificação etária: livre
Lotação: 30 pessoas por apresentação

Imagina que a pessoa que cuida de ti, a mais importante, sumiu e que tu está em casa e que está anoitecendo e que em breve vai ficar tudo escuro. Imagina isso tudo, mas que mesmo assim tu não está com medo, porque tu tem contigo algum lanche e um brinquedo que tu gosta muito, que tu poderia brincar horas e horas com ele. Imagina que em todos os lugares do mundo as crianças estão nesta mesma situação, mas que nenhuma sabe da outra. Que elas podem sair pra rua e brincar mais tarde, coisa que a mãe não deixa, mas como elas não sabem umas das outras é preciso ser muito corajosa e enfrentar o mundo que existe para fora da porta de casa. Só que o mundo que existe para fora da porta de casa tá acabando e a gente consegue ouvir de lá de dentro tudo acabando. O barulho desse mundo acabando, tudo virando poeira. Mas tem pessoas aqui dentro e elas começam a ouvir esse mundo, contar história desse mundo, do passado, do futuro, de lugares que a gente imagina que pode ter depois que tudo isso que a gente conhece acabar.

08, 09 e 10 de dezembro, sexta, sábado e domingo
Espetáculo: Sebastian, Estágio de Atuação de Sebastian Geike
Horário das apresentações: 20h
Local: Estúdio 3 do DAD-IA/UFRGS (Rua General Vitorino, 255 — Centro Histórico, Porto Alegre)
Duração: não informada
Classificação etária: 16 anos
Lotação: não informada
Fotos: João Gabriel de Queiroz

Sebastian é um espetáculo de dança-teatro que se constitui de experiências vinculadas aos temas do martírio e do sacrifício, do erotismo, do inconsciente, do sagrado, e de questões sobre a devastação da identidade e dos valores existenciais dos sujeitos. Persegue-se o universo simbólico e a corporeidade do mártir e santo cristão São Sebastião e suas conexões com experiências vivenciadas pelo artista desde seu nascimento. O projeto é uma metáfora espiritual, artística e corporal à expressão “follow your bliss”, em inglês, que contém ao mesmo tempo siga o seu caminho, encontre o seu lugar, o seu papel e identidade no mundo, e viva-o plenamente, mesmo que isso implique dificuldade e sofrimento.

15, 16 e 17 de dezembro, sexta, sábado e domingo
Espetáculo: Caderno de Ins-Pirações, Estágio de Direção de Priscila Morais
Horário das apresentações: 20h
Local: Sala Alziro Azevedo (Av. Salgado Filho, 340 — Centro Histórico, Porto Alegre)
Duração: não informada
Classificação etária: 10 anos
Lotação: conforme lotação da sala
Fotos: Vinícius Mello

Quem nunca passou por um momento de crise? Em Caderno de Ins-Pirações, duas pessoas se questionam sobre a vida e as muitas crises que permeiam as vidas de cada um… Afinal, o que fazer quando não se sabe o que fazer? “…não, não cabe, não cabe no meu dia, não cabe no meu tempo, não cabe em mim, nem em nada…” Talvez a resposta seja simples e o caminho tranquilo, ou nem uma coisa nem outra…

Painel de Licenciatura
Data e horário: 13 de dezembro, quarta-feira, a partir das 13h30
Local: Sala Alziro Azevedo (Av. Salgado Filho, 340 — Centro Histórico, Porto Alegre)
Organização: Professor Mesac Silveira
Ingresso: entrada franca

Desfile do guarda-roupas do DAD/IA/UFRGS: Saio do armário e desfilo no viaduto
Data e horário: 19 de dezembro, terça, a partir das 17h
Organização: Ana Cecília Reckziegel, Celina Alcântara, Cláudia Sachs, Gisela Habeyche, Patrícia Fagundes e Thais Diedrich


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *