MOSTRA DE TEATRO DAD 2019 apresenta doze espetáculos, painel de pesquisas em artes cênicas e desfile de figurinos de 27/9 a 29/11. Todas as atividades têm entrada franca.



Evento: MOSTRA DE TEATRO DAD 2019
Promoção: Departamento de Arte Dramática do Instituto de Artes da UFRGS
Coordenação da mostra: professores Gisela Habeyche, Cristiane Werlang, Henrique Saidel e Pedro Schiling
Período de realização: de 27 de setembro a 29 de novembro
Locais de realização: Sala Qorpo Santo (Av. Paulo Gama, 110 — Campus Central da UFRGS, ao lado da Sala Redenção), Sala Alziro Azevedo (Rua General Vitorino, 255 — Centro Histórico, Porto Alegre), Departamento de Arte Dramática do IA/UFRGS (Rua General Vitorino, 255 — Centro Histórico, Porto Alegre), Estúdio Stravaganza (Rua Dr. Olinto de Oliveira, 64 — Santana, Porto Alegre), LUGAR (Av. Independência, 745, subsolo — Independência, Porto Alegre)
Ingresso: todas as atividades têm ENTRADA FRANCA
Imagem da capa (folder e cartaz da mostra): Abdias Nascimento em Sortilégio – Mistério Negro, 1957. Teatro Experimental do Negro (TEN)

Para conferir a programação e para maiores informações e atualizações: Facebook: facebook.com/mostradad; site do IA: ufrgs.br/institutodeartes/index.php/agenda

Maior e mais antiga mostra de teatro universitário de Porto Alegre, a MOSTRA DE TEATRO DAD 2019 é uma realização conjunta de estudantes e trabalhadores do Departamento de Arte Dramática do Instituto de Artes da UFRGS. Nela é apresentado o resultado prático da Educação Pública e gratuita de qualidade oferecida pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul no campo das artes cênicas. São muitas pessoas dedicadas ao aprendizado, ensino, pesquisa e extensão que labutam na universidade para aprimorar a produção prática e teórica de arte local e nacional. O objetivo da MOSTRA DE TEATRO DAD 2019 é oferecer ao público a oportunidade de assistir aos trabalhos finais desenvolvidos pelos alunos da Licenciatura e do Bacharelado em Teatro, cursos de Graduação do Departamento de Arte Dramática do IA/UFRGS.

Com a generosidade do Teatro, que se oferece no encontro presencial e aberto aos olhos, corações e mentes de quem se interessar, a mostra apresenta doze espetáculos e pesquisas em artes cênicas, projetos de Graduação de alunos do DAD-IA/UFRGS. São exercícios de fôlego, estudo e paixão desses alunos que se fazem mulheres e homens de Teatro, no convívio das salas de aulas e ensaios, bem como nos espaços teatrais de Porto Alegre.

Este ano a mostra é dedicada ao grande mestre Luiz Francisco Acosta, técnico e artista de iluminação cênica, que ajudou a dar luz à Mostra DAD nos últimos seis anos.

Programação da MOSTRA DE TEATRO DAD 2019
Espetáculos teatrais
27, 28, 29 de setembro, sexta, sábado e domingo, às 20h, na Sala Alziro Azevedo (Rua General Vitorino, 255 — Centro Histórico, Porto Alegre): apresentações gratuitas do espetáculo Matrizes – avós, regalos e sobremesas
Sinopse: Matrizes – avós, regalos e sobremesas é um espetáculo solo em que a atriz Marina Fervenza investiga e reconstrói as histórias de suas avós através de uma atuação que explora contrastes e nuances entre o próximo e o distante, o concreto e o imaginário. O espetáculo apresenta uma dramaturgia original, híbrida de autobiografia e ficção, baseada no conjunto das memórias individuais e coletivas sobre avós.

Ficha técnica resumida
Atriz: Marina Fervenza
Composição dramatúrgica e concepção: Guadalupe Casal e Marina Fervenza
Direção: Guadalupe Casal
Colaboração artística: Maria Ivone dos Santos e Julia Fervenza
Orientação cênica: professora Patrícia Leonardelli
Estágio de Atuação de Marina dos Santos Fervenza

11, 18, 19 de outubro, sextas e sábado, às 20h, no LUGAR (Av. Independência, 745, subsolo — Independência, Porto Alegre): apresentações gratuitas do espetáculo Sobrevivo – antes que o baile acabe
Sinopse: o espetáculo propõe uma resposta à pergunta “O que você dançaria em seu último baile?”. Funk, Carnaval, Rap, toque do Atabaque, dança para a ancestralidade negra e para o novo. Dança para Orixá, dança para nossos corpos regidos pelo fim. Dançar para resistir. Dançar para sobreviver.

Ficha técnica resumida
Elenco: Cira Dias, Eslly Ramão, Gabriel Farias, Julia Santos, Letícia Guimarães, Maya Marqz e Phillipe Coutinho.
Direção: Sandino Rafael
Coreografias: Leticia Guimarães
Orientação cênica: professoras Celina Alcântara e Patrícia Fagundes
Fotos: Diogo Vaz
Estágio de Atuação de Phillipe Coutinho e Resultado da pesquisa de mestrado de Sandino Rafael no PPGAC/UFRGS

15, 17 e 18 de outubro, terça, quinta e sexta, às 20h, na Sala Qorpo Santo (Av. Paulo Gama, 110 — Campus Central da UFRGS, ao lado da Sala Redenção): apresentações gratuitas do espetáculo Como cavalgar um dragão
Sinopse: Diante da morte, cinco pessoas dentro de um apartamento enchem caixas com objetos, planos, medos e partes de si mesmos, juntando os pedaços de suas memórias e descobrindo pela primeira vez o vazio existencial. Imóveis diante do inevitável, sonham com o absurdo: tentar cavalgar o dragão.

Ficha técnica resumida
Elenco: Cláudia Carvalho, Dani Dutra, Mariana Fernandes, Nairim Tomazini e Pedro Schilling
Direção: Henrique Strieder e Pedro Schilling
Orientação cênica: professora Luciana Éboli
Foto: Renata Lorenzi
Estágio de atuação de Nairim Tomazini e Pedro Schilling

17, 18 e 19 de outubro, quinta, sexta e sábado, às 19h30, na Sala Alziro Azevedo (Rua General Vitorino, 255 — Centro Histórico, Porto Alegre): apresentações gratuitas do espetáculo Por de dentro
Sinopse: o espetáculo debruça-se sobre aquilo que foi e o que nunca chegou a ser. Espaça o tempo para contar histórias e propõe pausa para costurar remendos de vida, observando as linhas gastas e partidas, os nós que se acumulam nos cantos. Compartilha chão, esquinas, camas, buracos. Revive o passado para chegar ao momento em que tudo se faz novo.

Ficha técnica resumida
Atuação e direção: Naiany Agarb
Dramaturgia: Vulpe Lisbôa
Orientação cênica: professora Camila Bauer
Estágio de Atuação de Naiany Agarb

17, 18 e 19 de outubro, quinta, sexta e sábado, às 20h, Estúdio Stravaganza (Rua Dr. Olinto de Oliveira, 64 — Santana, Porto Alegre): apresentações gratuitas do espetáculo Cinza tropical
Sinopse: Aos deuses mais cruéis, rogamos: renova nossa fé no cinza, nosso princípio de toda a cor. Guia-nos no compasso do contra-tempo. Abençoa nossa jornada de fúria, amor e excesso. Livrai-nos dos bons sentimentos engravatados, da sensatez dos sofistas urbanos. Aos filhos do sol: levantai o totem dos esquecidos e cantai a independência ainda não conquistada nesse país em aterrorizante estado de ordem e progresso.

Ficha técnica resumida
Elenco: Bruna Avila, Eriam Schoenardie, Flávia Reckziegel, Miguel Ribeiro, Ricardo Meine, Rita Spier, Sandro Aliprandini, Suzane Cardoso e Thais Diedrich
Direção: Louise Pierosan
Dramaturgia: Naomi Luana e Louise Pierosan
Fotos: Carlota Araújo
Orientação cênica: professoras Gisela Habeyche e Patrícia Fagundes
Apoio: Cia. Rústica, Cia. Stravaganza, Justo, Cubo
Estágio de Atuação de Bruna Avila, Ricardo Meine e Sandro Aliprandini; Estágio de Direção de Louise Pierosan

22, 24 e 25 de outubro, terça, quinta e sexta, às 20h, na Sala Qorpo Santo (Av. Paulo Gama, 110 — Campus Central da UFRGS, ao lado da Sala Redenção): apresentações gratuitas do espetáculo Intestino
Sinopse: estruturado a partir do funcionamento do sistema digestivo, Intestino alimenta-se de uma história verídica e trágica ocorrida numa véspera de Natal para expor a merda humana, no seu sentido metafórico e literal. Através de fragmentos que confundem o real com o fictício, o espetáculo expõe as entranhas de todos nós, com humor e sem pudores.

Ficha técnica resumida
Elenco: Ana Girardello, Bruno Busato, Bruno Fernandes, Claudia Carvalho e Rodrigo Teixeira
Direção: Gabriela Chaves
Orientação cênica: professores Henrique Saidel e Patricia Leonardelli
Foto: Ana Girardello
Estágio de Atuação de Bruno Busato; Estágio de Direção Gabriela Chaves

25, 26, 27 de outubro, sexta, sábado e domingo, às 20h, no LUGAR (Av. Independência, 745, subsolo — Independência, Porto Alegre): apresentações gratuitas do espetáculo Carcaça
Sinopse: o espetáculo contesta os mitos sustentados pela tradição e os inventados por nós mesmos. Nas brechas destes mitos viceja o vírus da desobediência. É preciso hackear a carcaça e sabotar as verdades para redistribuir o peso da vida.

Ficha técnica resumida
Concepção e performance: João Gabriel OM
Direção: João Pedro Madureira
Dramaturgia: textos de Michel de Oliveira, Kátia Canton e João Gabriel OM.
Direção de movimento e formas animadas: Rita Spier
Projeções/videomapping: Ana Girardello
Orientação cênica: professora Cláudia Sachs
Estágio de Atuação de João Gabriel OM

29, 30 e 31 de outubro, terça, quarta e quinta, às 19h, na Sala Alziro Azevedo (Rua General Vitorino, 255 — Centro Histórico, Porto Alegre): apresentações gratuitas do espetáculo Aterrada
Sinopse: utilizando o texto “Grounded”, de George Brant, o espetáculo registra o ponto de vista e os relatos de uma piloto da Força Aérea Americana. Ao engravidar, a piloto se vê forçada a abandonar o céu por uma casa no subúrbio. Ao retornar, as guerras já não são mais as mesmas e os lugares já não são mais os mesmos. No entanto, ela sabe que continua procurando no céu o que não encontra no chão.

Ficha técnica resumida
Elenco: Bianca Zampieri
Direção: Maurício Casiraghi
Orientação cênica: professora Patrícia Leonardelli
Crédito das fotos: Iuri Minfroy
Estágio de Atuação de Bianca Zampieri

07 de novembro, quinta, às 20h, e 08 de novembro, sexta, às 12h30 e às 20h, na Sala Qorpo Santo (Av. Paulo Gama, 110 — Campus Central da UFRGS, ao lado da Sala Redenção): apresentações gratuitas do espetáculo Débora Bévora
Sinopse: Débora vai fazer onze anos em quatro dias. No meio das férias de verão, ela se encontra em casa vendo o tempo se esticar enquanto fantasia sobre sua própria condição de existência e de solidão. Até que recebe a visita de uma menina chamada Bévora, que desafia sua percepção sobre o que é ou não imaginário. A relação entre elas se intensifica e o mínimo de desvio da realidade gera o infinito.

Ficha técnica resumida
Elenco, direção e dramaturgia: Giorgia Fiorini e Ligia Meyer
Vídeo : Ligia meyer e Maria Ana
Animação Digital: Nara Vaez
Orientação cênica: Henrique Saidel
Colaboração Artística: Chico Machado, Eduardo D’ávila e Patrícia Leonardelli
Foto: Gabriela João
Estágio de Atuação de Ligia Meyer

12, 13 e 14 de novembro, terça, quarta e quinta, às 20h, no Estúdio 3 do Departamento de Arte Dramática do IA/UFRGS (Rua General Vitorino, 255 — Centro Histórico, Porto Alegre): apresentações gratuitas do espetáculo Velhos hábitos
Sinopse: na escuridão de dias iguais, Norman e sua mãe, Norma, coexistem na claustrofobia de suas existências. Em ritos cotidianos de dependência e crueldade, mãe e filho atravessam o abismo de um passado que se mantém presente e de uma cumplicidade mórbida que os coloca em contato com o pior de si mesmos. Livremente inspirado no livro Psicose, de Robert Bloch, Velhos hábitos utiliza a narrativa clássica para discutir questões de nosso tempo e do horror que, muitas vezes, habita em todos nós.

Ficha técnica resumida
Elenco: Arlete Cunha, Bruna Johann e Frederico Vittola
Direção: Thiago Silva
Dramaturgia: Frederico Vittola e Thiago Silva, baseada no livro Psicose, de Robert Bloch
Foto: Graciela Sacco
Orientação cênica: professor Clóvis Dias Massa
Estágio de Atuação de Frederico Vittola; Estágio de Direção de Thiago Silva

28, 29 e 30 de novembro, quinta, sexta e sábado, às 20h, na Sala Alziro Azevedo (Rua General Vitorino, 255 — Centro Histórico, Porto Alegre): apresentações gratuitas do espetáculo Perigoso
Sinopse: não fornecida até o momento

Ficha técnica resumida
Elenco: Fabrício Zavareze
Direção: Silvana Rodrigues
Vídeos: Manuela Miranda
Orientação cênica: professor Henrique Saidel
Estádio de Direção de Silvana Rodrigues: Estágio de Atuação de Fabrício Zavareze

Data e local a definir: apresentações gratuitas do espetáculo Ao filho torpe
Sinopse: Ao filho torpe é um mergulho nas profundezas do humano. Um contato com a ancestralidade do homem ocidental, partindo de uma história marcada por violência e banhada a sangue. Violência essa, que surge no lugar de maior proteção e segurança que habitamos: o ambiente familiar. O espetáculo revisita a trajetória humana e propõe uma reflexão acerca de nós, os desertores do Éden. Nós: homoviolens!

Ficha técnica resumida
Elenco: Alexandre Azevedo, Cissa Madalozzo, Miguel Ribeiro, Vicente Vargas
Direção: Lu Tondo
Dramaturgia: Jéssica Barbosa
Composição musical: Bê Smidt e Gustavo Cavalheiro
Orientação cênica: professora Inês Marocco
Estágio de Atuação de Miguel Ribeiro

Outras atividades da MOSTRA DE TEATRO DAD 2019

07 de novembro, quinta, às 17h, no Departamento de Arte Dramática do IA/UFRGS (Rua General Vitorino, 255 — Centro Histórico, Porto Alegre): Desfile do Guarda-Roupas do DAD
O Desfile do Guarda-Roupas do DAD chega em sua 5ª edição, com o tema da RESISTÊNCIA. No início, em 2015, com o objetivo de dar visibilidade ao acervo de figurinos Lígia Régio, fizemos das dependências do DAD a nossa passarela. Com o passar dos anos e sofrendo diretamente os golpes de governos cada vez mais opressores, a (r)existência do nosso Guarda-Roupas ocupou as ruas do centro de Porto Alegre, manifestando a liberdade de pensamento e expressão, o valor da Educação e da UFRGS. Em 2019, com tantos ataques à Educação e às Universidades Públicas, continuamos a evidenciar a nossa arte de resistir, pela nossa existência como participantes do DAD, Instituto de Artes, Universidade pública e gratuita.

O Desfile do Guarda-Roupas do DAD voltará a ocupar as ruas de Porto Alegre. Começa no prédio do DAD-IA/UFRGS na Rua General Vitorino, e termina no pátio da Sala Alziro Azevedo com uma união festiva entre alunos, ex-alunos, professores, servidores, técnicos, membros da comunidade acadêmica e demais simpatizantes do Teatro e da Universidade como potência de manifesto.

Organização: Bruna Ávila, Gisela Habeyche, Ricardo Meine, Sandro Aliprandini e Thaís Diedrich, com a participação de toda a comunidade do DAD.

12 e 13 de novembro, terça e quarta, a partir das 13h30, na na Sala Alziro Azevedo (Rua General Vitorino, 255 — Centro Histórico, Porto Alegre): Painel de Licenciatura 2019
O Painel de Licenciatura da MOSTRA DE TEATRO DAD 2019 é dedicado a uma celebração muito singular e instigante. É singular e instigante porque se destaca do tempo e do espaço cotidianos para evidenciar, num evento único e intenso, o conhecimento e a paixão, a pesquisa e o afeto, a escrita e a vida, a criação cênica e a pedagogia. Todos esses elementos se mesclam e se amalgamam no Painel de Licenciatura 2019, que apresenta à toda a comunidade as pesquisas em artes cênicas que são Trabalhos de Conclusão de Curso das licenciandas e licenciandos em Teatro do DAD-IA/UFRGS. Coordenador do painel: Prof. Mesac Roberto Silveira Jr.

Créditos da MOSTRA DE TEATRO DAD 2019

Reitor da UFRGS: Rui Vicente Oppermann
Vice-Reitora da UFRGS: Jane Fraga Tutikian
Pró-Reitor de Graduação: Vladimir Pinheiro do Nascimento
Diretor do Instituto de Artes: Raimundo José Barros Cruz
Vice-Diretora do Instituto de Artes: Daniela Bastos Kern
Chefe do Departamento de Arte Dramática: Ana Cecília de Carvalho Reckziegel
Coordenador da COMGRAD/DRA: Claudia Muller Sachs
Coordenador da Sala Qorpo Santo: Marco Fronchetti
Núcleo de Comunicação e Cultura do IA/UFRGS: José Carlos de Azevedo
Produção da Mostra DAD 2018: Gisela Habeyche, Cristiane Werlang, Henrique Saidel e Pedro Schiling
Técnico de iluminação: Luciano Buiano
Bolsista de iluminação: Phillipe Coutinho e Henrique Strieder (bolsista voluntário)
Arte gráfica: Chico Machado


Comments are closed.