BACCIN, Alciane; TORRES, Vitor. “Perde-se em poesia, ganha-se em eficiência”: O sistema de mensuração na configuração de narrativas jornalísticas. In: Cartografias das fronteiras da narrativa audiovisual, Org. Castro, M; Caires, C; Ribas, D; Palinhos, J. E-book, Universidade Católica Editora, Porto-Portugal, p. 70-80, 2016. Disponível: <http://www.uceditora.ucp.pt/resources/Documentos/UCEditora/PDF%20Livros/Porto/Cartografia.pdf

Resumo:
O artigo pretende abordar a construção de narrativas jornalísticas a partir de sistemas algorítmicos e como isso tem reconfigurado essas narrativas na web. O objetivo deste trabalho é refletir como os sistemas de mensuração estruturam narrativas jornalísticas. Tendo em vista que narrar é produzir uma nova experiência, pois uma narração acarreta sempre, uma “inovação semântica” (LEAL, 2014), por sua própria capacidade de ordenar o caos, não se trata apenas de perceber a notícia como formas narrativas do jornalismo, mas, pelo contrário, de ver o jornalismo como um modo peculiar, entre outros socialmente existentes, de conformar narrações. Em vez de perguntar se una notícia é narrativa, devemos verificar que a narratividade jornalística alcança não só os modos como seu texto é escrito, mas também as formas como se articula com outros dispositivos ao longo da página impressa, no portal da web, em blocos televisivos e noticiários de rádio. No caso deste artigo, levaremos em conta a articulação dos sistemas de mensuração na configuração das narrativas jornalísticas.

Palavras-chave: Narrativa jornalística, Sistema de mensuração, Métricas, Jornalismo digital

Baixe o PDF do livro em:
Perde-se em poesia, ganha-se em eficiência”: O sistema de mensuração na configuração de narrativas jornalísticas