24.ª Edição da Mostra DAD apresenta espetáculos produzidos em formato remoto

Teatro | Iniciativa do Departamento de Arte Dramática da UFRGS, o evento tem programação com espetáculos desenvolvidos por alunos em meio à pandemia

*Foto de capa: Renata Lorenzi e Vivian Azevedo

O desafio de produzir espetáculos teatrais e pesquisas em artes cênicas em meio a um período de isolamento social não foi impedimento para os estudantes de Teatro. Após vinte e três anos apresentando os trabalhos ao público em diferentes espaços do Instituto de Artes, a Mostra DAD se reinventou e tem edição realizada por transmissões no canal da Mostra no YouTube.

João Pedro da Cunha, graduando de Bacharelado em Teatro e participante da mostra, é um dos responsáveis pelo audiodrama Dia de Ira. O estudante diz que hesitou em aceitar o desafio de participar da Mostra neste ano, mas que a curiosidade de descobrir novos meios e a vontade de se expressar frente às catástrofes sanitárias e político-sociais o fizeram prosseguir.

“Uma das principais características das artes da cena, e o que as faz tão extraordinárias, é o contato direto entre espetáculo e público. Por isso, esse período de distanciamento foi um golpe duro para nós, trabalhadores e trabalhadoras do teatro, dada a impossibilidade do encontro presencial. Foi necessário que reinventássemos nossos modos de produção, ensaio e apresentação nesse período pandêmico”

João Pedro da Cunha

Doutora em Educação pela UFRGS e professora do Departamento de Arte Dramática (DAD), Ana Cecília Reckziegel é também coordenadora da 24.ª edição da Mostra DAD. A docente conta que o grande desafio é descobrir como aprender, ensinar e fazer teatro de forma remota. “A pandemia conduziu a exploração da relação entre teatro e tecnologia a outros patamares. Como levar elementos específicos da linguagem teatral para o audiovisual e vice-versa?”, questiona-se Ana Cecília, que afirma que o processo está sendo bastante interessante.

A professora reitera a importância da Mostra DAD ao viabilizar aos alunos a completude do fazer teatral, além de oferecer ao público o acesso gratuito às artes cênicas. Ela celebra os resultados do projeto ao informar que, desde sua estreia, em 1997, cerca de cinquenta e cinco mil pessoas já usufruíram o conhecimento produzido no Departamento de Artes Dramáticas. João indica o caráter de “mão dupla” da mostra: é proveitosa tanto para os alunos de Teatro quanto para o público geral. “Possibilita que nós nos insiramos na cena gaúcha e que entremos no mercado cultural com portfólio e colaboradores. E, para o público, é um momento importante de experienciar e prestigiar os trabalhos realizados por artistas rio-grandenses em ascensão com gratuidade.”

Ao longo dos meses de março, abril e maio de 2021, a Mostra DAD irá transmitir oito espetáculos inéditos. As datas e horários para o mês de março já foram divulgados pelo DAD, com os espetáculos sendo transmitidos três vezes por semana, às 20 horas. A programação detalhada pode ser conferida aqui.

Áudio drama Dia de ira (Foto: Andressa Ahlert)
Peça Fica, vai ter bolo (Foto: Gabriel Viero)
Peça Luna (Foto: Ali Cardoso)