Liziane Guedes da Silva

Quando a quarentena iniciou em prevenção ao novo coronavírus (covid-19), senti a metodologia de minha pesquisa de mestrado – Infâncias negras: modos de subjetivação afroperspectivistas – ir por água abaixo. Era possível fazer uma pesquisa com crianças, mesmo distante delas e do campo? Após algumas semanas e orientações, novos caminhosLeia mais