Colégio de Aplicação promove espaços de diálogo a partir do cinema e da literatura

Educação | As atividades incluem mostra de filmes com protagonistas jovens, clube de leitura de obras de escritores e escritoras da África e aulas sobre textos de Monteiro Lobato e Hannah Arendt

Foto: Cena do filme O Orfanato (Afeganistão, 2019), de Shahrbanoo Sadat (Foto: Sesc Digital/Reprodução)

Durante o segundo semestre, o Colégio de Aplicação (CAp/UFRGS) oferece diversas ações de extensão virtuais e síncronas relacionadas às artes cinematográficas e literárias. O intuito é difundir espaços qualificados para o diálogo entre a sociedade e alguns de seus temas fundamentais, como juventude e racismo. O público-alvo são estudantes de ensino médio e de Educação de Jovens e Adultos (EJA) de escolas públicas e egressos do CAp/UFRGS. Com datas de inscrição e realização distintas, as atividades têm início em 17 de setembro e conclusão em 22 de novembro. As matrículas podem ser feitas no Portal de Extensão da UFRGS.

Em cinco sessões, a mostra de filmes Cinejuventude exibe e debate produções cujos protagonistas são jovens de diferentes épocas, países e culturas. A iniciativa pretende discutir assuntos relacionados às juventudes, como sexualidade e relações familiares, a partir das histórias nos longas. Segundo Kelly Correa da Silva, professora de Sociologia no CAp/UFRGS e coordenadora das ações, o cinema tem o potencial de promover conversas sobre assuntos sociais relevantes. “Os filmes escolhidos oferecem temas para serem problematizados. São temas considerados densos, polêmicos, os quais estão constantemente em pauta independentemente da geração.”

A segunda ação é um clube de leitura para ler e debater textos literários de autoras e autores do continente africano, como Nadine Gordimer, da África do Sul, e Naguib Mahfouz, do Egito. Em suas obras, as escritoras e os escritores abordam temas como os efeitos do colonialismo europeu no território africano, as guerras civis e de independência e suas repercussões nas vidas social e íntima cotidianas, os conflitos étnico-raciais, as experiências de imigrantes do continente, o racismo contemporâneo e a potência intelectual das mulheres africanas.

“Queremos que esses assuntos sejam pautas relevantes e que as pessoas ampliem seus repertórios de referências. Essas ações são, às vezes, a primeira oportunidade de alguém saber que a vida pode ser diferente. Que há universos diferentes no mundo”

Kelly Correa da Silva

A terceira iniciativa é uma aula-debate para apresentar e discutir o conto Negrinha, de Monteiro Lobato. Publicado em 1920, o texto foi produzido no contexto dos períodos pós-abolição da escravatura e das primeiras décadas do Brasil República, momento em que teorias raciais vigoravam. Recentemente, escritor e obra vêm sendo contestados e revisitados. Conforme Kelly, a atividade é oportunidade de conhecer autor e texto relevantes na literatura brasileira a partir de reflexões profundas e interdisciplinares.

“Essa é uma geração cujos debates se resumem muito às redes sociais. Tem coisa boa na internet, mas é tudo muito resumido e muito rápido. É preciso adaptar essas questões para debatê-las com o ensino médio. A gente vai pegar o conto Negrinha, debatê-lo, tratar da discussão sobre o Monteiro Lobato ser racista, situá-lo historicamente e falar sobre as teorias raciais em voga na época”, explica Kelly.

Para Nilo Piana de Castro, professor de História no CAp/UFRGS e coministrante das ações de extensão, é preciso racionalizar os debates sustentados na internet.

“As redes sociais são espaços do concreto, e não da abstração. É preciso trazer as coisas para o mundo abstrato, para a capacidade de pensar. Isso é, mais do que nunca, papel do professor”

Nilo Piana de Castro

Na esteira dos debates sobre racismo, ocorre, em novembro, atividade para refletir e conversar sobre racismo no ambiente escolar a partir do artigo Reflexões Sobre Little Rock, de Hannah Arendt, publicado em 1959. O ensaio foi inspirado por um episódio ocorrido nos Estados Unidos em 1957, em que parte da população de uma cidade bloqueou violentamente o acesso de crianças negras a uma escola após a Suprema Corte do país determinar a integração de jovens brancos e pretos nas instituições de ensino.

De acordo com Kelly, o objetivo com as atividades é estabelecer espaços de diálogo para que as pessoas construam os seus caminhos intelectuais. Em “tempos tão embrutecidos”, como se refere a docente ao atual momento, Kelly afirma que a escola precisa sempre se reafirmar civilizatória, mesmo que virtualmente. “É o espaço que a gente tem para isso. Esses encontros para aprender e trocar com outras pessoas são um direito. Um direito a uma vida melhor e mais inteligente.”

Serviço

Cinejuventude I – Juventude (Djibouti, 2019)
Inscrições de 7 a 12 de setembro no Portal de Extensão
Realização em 17 de setembro, às 17h30, no Google Meet
Com Prof.ª Kelly Correa da Silva e Prof. Nilo Piana de Castro

Cinejuventude II – O Orfanato (Afeganistão, 2019)
Inscrições de 22 a 28 de setembro no Portal de Extensão
Realização em 30 de setembro, às 19h, no Google Meet
Com Prof.ª Kelly Correa da Silva e Prof. Nilo Piana de Castro

Clube de Leitura – Literaturas Africanas
Inscrições de 20 de setembro a 1.º de outubro no Portal de Extensão
Realização em 4, 11, 18 e 25 de outubro e 1.º, 8, 15 e 22 de novembro, às 19h, no Google Meet
Com Prof.ª Juçara Benvenuti, Prof.ª Kelly Correa da Silva, Prof. Marlon Mello de Almeida e Prof. Nilo Piana de Castro

Cinejuventude III – Bicho de Sete Cabeças (Brasil, 2001) e Meninas (Brasil, 2006)
Inscrições de 25 a 29 de outubro no Portal de Extensão
Realização em 1.º, 08 e 15 de novembro, às 17h, no Google Meet
Com Prof.ª Kelly Correa da Silva e Prof. Nilo Piana de Castro

Análise de Texto e Contexto – Negrinha, de Monteiro Lobato
Inscrições de 8 a 15 de novembro no Portal de Extensão
Realização em 18 de novembro, às 19h, no Google Meet
Com Prof.ª Kelly Correa da Silva, Prof. Marlon Mello de Almeida e Prof. Nilo Piana de Castro

Racismo na Escola – Reflexões Sobre Little Rock, de Hannah Arendt
Inscrições de 8 a 15 de novembro no Portal de Extensão
Realização em 19 de novembro, às 19h, no Google Meet
Com Prof.ª Kelly Correa da Silva e Prof. Nilo Piana de Castro