Museu da UFRGS realiza ação virtual em comemoração ao Dia Estadual do Patrimônio Cultural

Cultura | Em parceria com outras quatro instituições culturais, entidade busca valorizar a atuação dos museus pela educação patrimonial

Foto: Ramon Moser/Secretaria de Comunicação Social da UFRGS

A partir da rede Museus Conectam, o Museu da UFRGS une-se às comemorações ao Dia Estadual do Patrimônio Cultural (17/08), com publicações de fotografias e curiosidades sobre os prédios das cinco instituições que integram a iniciativa. A ação, que ocorre entre 6 e 14 de agosto nos perfis dos museus no Instagram, procura chamar a atenção da sociedade para a importância dessas instituições na preservação, na difusão e no reconhecimento da memória dos povos no estado, além de buscar integrar os públicos das entidades.

As postagens consistem em imagens antigas e atuais dos edifícios que abrigam as instituições parceiras da rede Museus Conectam, acompanhadas de informações sobre a história dessas construções. Além do Museu da UFRGS, integram o projeto a Casa da Memória Unimed Federação/RS, o Centro Histórico-Cultural Santa Casa, o Museu da Comunicação Hipólito José da Costa e o Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul.

Segundo Eliane Muratore, museóloga no Museu da UFRGS, a ação comemora a data e investe em educação sobre patrimônios, utilizando meios mais acessíveis ao público. “Nós estamos fazendo um tipo de educação patrimonial baseada nas edificações em que estão as instituições culturais que integram a rede. Nós sentimos que as pessoas estão saturadas das transmissões ao vivo. Então tentamos fazer algo que fosse informativo e educativo de maneira que as pessoas possam resgatar essas informações caso queiram”, diz a museóloga.

O edifício na década de 1910 (Foto: Acervo do Museu da UFRGS)
Exterior do prédio em 2013 (Foto: Acervo do Museu da UFRGS)
A construção em dois tempos – Edição: Vítor de Paula Brandão (Foto: Acervo do Museu da UFRGS)

A integração entre museus e seus públicos também é objetivo da ação. Maura Bombardelli, técnica em Assuntos Educacionais no Museu da UFRGS, explica que as instituições parceiras compartilham as publicações umas das outras em seus perfis com o intuito de fortalecer a rede de cultura. “A ideia é ter essa integração entre os museus, através, nesse momento, das redes sociais. No futuro, pretendemos que essa integração avance para atividades presenciais, como visitas e palestras conjuntas”, afirma Maura.

O interesse por um maior diálogo entre o Museu da UFRGS e instituições externas à Universidade está na origem da iniciativa Museus Conectam. O projeto consiste em uma rede de colaboração entre instituições culturais localizadas em Porto Alegre cujas ações iniciaram em março de 2021 com atividades em comemoração aos 249 anos de Porto Alegre. Para Rafaela Silva Thomaz, produtora cultural no Museu da UFRGS, a busca pela ação coletiva é uma vocação do Museu.

“Nós sempre trabalhamos com essa dinâmica de rede, de associação. Esse convite ao diálogo está presente em todas as atividades do Museu. É parte da nossa filosofia”

Rafaela Silva Thomaz
Hospital Beneficência Portuguesa no final do século XIX (Foto: Acervo do Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul)
Prédio histórico do Hospital Beneficência Portuguesa atualmente (Foto: Acervo do Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul)
Passado e presente juntos – Edição: Nicholas Aguirre (Foto: Acervo do Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul)

A ação em celebração ao Dia Estadual do Patrimônio Cultural ocorre em meio a incidentes com instituições culturais brasileiras, sendo o caso recente mais emblemático o incêndio em um galpão da Cinemateca Brasileira, na cidade de São Paulo, ocorrido em 29 de julho. Conforme Maura, o baixo investimento em educação patrimonial é um dos principais aspectos que levam à desvalorização das instituições culturais no Brasil.

Segundo ela, apesar dos esforços, nas últimas décadas, para criar e preservar museus e patrimônios edificados, a educação patrimonial ainda é um tema que precisa ser mais bem trabalhado junto à população. “Muitas pessoas ainda não conhecem museus. O Dia do Patrimônio é uma comemoração bastante importante para refletirmos sobre a importância desses patrimônios e sobre as ações tanto do Estado quanto da sociedade em relação a eles. Não adianta só um pequeno grupo defender os patrimônios e a sociedade não se engajar.”

“Esses esforços precisam ser contínuos para que experiências como o incêndio na Cinemateca Brasileira ou mesmo episódios de descaso com gestões de museus se tornem cada vez menos frequentes no Brasil”

Maura Bombardelli

Com o tema Educação Patrimonial, o Dia do Patrimônio chega, em 2021, a sua terceira edição. Na ocasião, o governo do estado do Rio Grande do Sul, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Sedac/RS), convida municípios, instituições governamentais e não governamentais, gestores e produtores culturais a desenvolverem atividades voltadas à valorização do patrimônio cultural gaúcho. Mais informações e a programação completa do evento podem ser acessadas aqui.

A ação promovida pela rede Museus Conectam em comemoração à data vai até sábado (14/08), com a publicação conjunta pelas instituições parceiras de um material que reúne diferentes modalidades de proteção patrimonial. Acompanhe as publicações nos perfis dos museus a seguir.

Rede Museus Conectam
Museu da UFRGS
Casa da Memória Unimed Federação/RS
Centro Histórico-Cultural Santa Casa
Museu da Comunicação Hipólito José da Costa
Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul