Hipomagnesemia

A hipomagnesemia (Tetania das Pastagens) caracteriza-se por valores baixos de magnésio no plasma para menos de 1,8 mg/dL (referência: 2-3 mg/dL). Os primeiros sinais são de irritabilidade, que aparecem quando o nível cai para 0,7 mg/dL, terminando em tetania quando atinge menos de 0,5 mg/dL. Este transtorno ocorre tanto em gado de leite, como de corte, principalmente quando a alimentação é à base de pastagens. As épocas mais frequentes de ocorrências são em períodos de crescimento ativo da pastagem (primavera) ou quando diminuem os recursos forrageiros. O primeiro caso pela interferência de N e K com a absorção de magnésio e o segundo por carência de magnésio. Sempre a apresentação do problema está ligada a eventos de estresse. Em casos de morte com suspeita de hipomagnesemia, convém utilizar outros fluidos que não o sangue, por exemplo, humor vítreo, no qual pode detectar-se o problema quando a concentração de magnésio é menor de 1,5 mg/dL.