Sandra Reimão recebe Prêmio Jabuti por obra sobre censura

Capa Repressão e ResistênciaSandra Reimão, professora e associada da Intercom, teve sua obra Resistência e Repressão – censura a livros na Ditadura Militar (Edusp) classificada em segundo lugar na categoria “Comunicação” do Prêmio Jabuti, distinção literária referência no Brasil. A entrega será no dia 28 de novembro, na Sala São Paulo (Praça Júlio Prestes, 16).

Na mesma categoria, O Império dos livros: instituições e práticas de leitura na São Paulo oitocentista (Edusp), de Marisa Nidori Deaecto, conquistou o 1º Lugar, e Linha do tempo do design gráfico no Brasil (Cosac & Naify), de Chico Homem de Melo e Elaine Ramos Coimbra, ficou classificado em 3º.

O livro Repressão e resistência – censura a livros na ditadura militar traça um painel e discute, a partir de documentos, a censura oficial à cultura e às artes e, especificamente, a livros de ficção de autores brasileiros durante a ditadura militar brasileira (1964-1985), informa a autora.

Sandra descreve os caminhos das proibições com base nos pareceres dos censores e analisa diferentes casos ocorridos no período, entre eles o veto a livros como Feliz Ano Novo, de Rubem Fonseca, e Zero, de Ignácio de Loyola Brandão; o veto a obras de não ficção, como A revolução brasileira, de Caio Prado Jr.; a contos, como Mister Curitiba, de Dalton Trevisan, e também a romances considerados pornográficos.

Sandra é professora da Universidade de São Paulo (USP) e integrante do Grupo de Pesquisa em Produção Editorial da Intercom desde 1994. Ela atuou como coordenadora deste GP de 2001 a 2006.

Em 2012, o Prêmio Jabuti recebeu 2.203 inscrições em 29 categorias, segundo a Câmara Brasileira do Livro.

Reproduzido do Jornal quinzenal da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação | Ano 8, nº. 221, São Paulo – SP – Brasil, 05 de novembro de 2012. | ISSN 1982-372X

Lançada Nona Arte, revista ligada ao Observatório de Histórias em Quadrinhos da ECA- USP

Revista Nona Arte

Acompanhando o crescente interesse acadêmico pelas narrativas gráficas sequenciais, o Observatório de Histórias em Quadrinhos iniciou suas atividades em 1990 na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, inicialmente com a denominação de Núcleo de Pesquisas em Histórias em Quadrinhos (NPHQ). No decurso de mais de duas décadas de atuação, o Observatório de Histórias em Quadrinhos da ECA- USP tornou-se um espaço para discussão teórica dos aspectos estéticos, históricos, sociais, entre outros temas, desse produto cultural midiático, fomentando estudos e pesquisas.

Para ampliar o debate acadêmico nesse campo e proporcionar o intercâmbio entre pesquisadores nacionais e estrangeiros, o Observatório de Histórias em Quadrinhos lança a revista 9ª Arte. Refletindo a diversidade dos quadrinhos, objetiva-se publicar artigos focados tanto na linguagem como no mercado editorial, em quadrinhos nacionais e de outras procedências, na produção comercial e alternativa, nas diferentes aplicações, na memória e na sistemática transformação dos quadrinhos, assim como nas áreas correlatas, a exemplo do humor gráfico.

Confira o site da revista.

Jornada de estudos sobre os romances gráficos – Edição Porto Alegre

Nos dias 19 e 20 de Novembro, na PUCRS, acontecerá a Jornada de estudos sobre os romances gráficos – edição Porto Alegre, cujo objetivo é incitar, de forma interdisciplinar, reflexões sobre o gênero híbrido – e muitas vezes marginalizado – história em quadrinhos. O evento é um desdobramento das atividades propostas pelo Grupo de Estudos em Literatura Brasileira Contemporânea da UnB, que já promoveu três edições da Jornada, e conta com o apoio do Programa de Pós-graduação em Letras da UFRGS.

As inscrições para participação como ouvinte e para submissão de trabalhos estão abertas até 20 de Outubro.Porto Alegre – PUCRS – 19 e 20 de novembro de 2012
Local: Sala 305 do Instituto de Letras da PUCRS (prédio oito)Inscrições pelo e-mail: jornadahqpoa@gmail.com
Propostas de trabalho/comunicação devem ser enviadas em forma de resumo de 150 a 250 palavras, contendo nome completo do autor(a), instituição a qual está vinculado(a) e tipo de vínculo.
Mais informações: http://www.fragmentosdesentido-pucrs.blogspot.com.br/

Os invisíveis da produção jornalística

Chamada de trabalhos

Este número da revista Sobre jornalismo – About journalismSur le journalisme pretende focar nos produtores menos reconhecidos dentro do espaço jornalístico ( através da posse do registro profissional, da formação, da notoriedade..) e em sua participação na produção da obra coletiva, nas formas de engajamento que eles investem, em suas trajetórias sociais e profissionais, nas modalidades de deslegitimação e nos investimentos que eles podem utilizar para serem reconhecidos.

Prazo para submissão dos artigos: 15 de março de 2013

Coordenadores: Béatrice Damian-Gaillard, Jean Charron, Isabel Travancas

 

Confira o texto completo da chamada.

Programação encontro GP 2012

O encontro do Grupo de Pesquisa será realizado este ano em Fortaleza. Os textos completos dos trabalhos que serão apresentados e debatidos podem ser acessados junto à programação científica do congresso.

Confira a seguir o programa do encontro:
6 setembro – quinta – 9:00-12:05
Sessão I – Mesa 1 – Estratégias editoriais em um campo em transformação
Coordenador: Ana Elisa Ribeiro (CEFET-MG)
09:00-09:05 Abertura
9:05-9:35 Políticas editoriais, políticas públicas: análise de cinco vozes críticas às transformações do campo editorial | José de Souza Muniz Júnior (USP) – Doutorando | Debatedor: Célia Cristina de Figueiredo Cassiano (Unicamp)
9:35-10:05 Mercado Editorial Escolar e os Sistemas Apostilados de Ensino: Duelo de Titãs, Controle Curricular da Educação Pública e Cifras Impressionantes | Célia Cristina de Figueiredo Cassiano (Unicamp) – Doutor | Debatedor: Raquel Timponi Pereira Rodrigues (ECO/UFRJ)
10:05-10:35 Cotas, Coletivos e Crowdfunding: alternativas para publicação e estratégias de sobrevivência no mercado editorial | Pablo Guimarães de Araújo (CEFET-MG) – Mestrando | Debatedor: Luciana Felix Macedo (USP)
10:35-11:05 Editor de livros: os novos rumos e tendências da profissão | Luciana Felix Macedo (USP) – Mestrando | Debatedor: Danusa Almeida de Oliveira (UFRGS)
11:05-11:35 A Difusão das Informações sobre E-books nos Sites das Editoras Gaúchas | Danusa Almeida de Oliveira (UFRGS) – Mestrando; Greta Lemos (UFRGS) – Mestrando | Debatedor: Pablo Guimarães de Araújo (CEFET-MG)
11:35-12:05 Cultura Letrada e Ideologia dos Discursos: por uma Filosofia Bakhtiniana nos Produtos Livroclip e Audiolivro | Raquel Timponi Pereira Rodrigues (ECO/UFRJ) – Doutorando | Debatedor: José de Souza Muniz Júnior (USP)

6 setembro – quinta – 9:00-12:05
Sessão I – Mesa 2 – Quadrinhos
Coordenador: Lucio Luiz Corrêa da Silva (Unesa)
09:00-09:05 Abertura
9:05-9:35 As aquarelas de Miranda. Uma proto-história dos quadrinhos brasileiros no Século XVIII | Athos Eichler Cardoso (UnB) – Mestre | Debatedor: Fabio Luiz Carneiro Mourilhe Silva (UFF)
9:35-10:05 A metaficção nas capas da Turma da Mônica Jovem | Roberto Elísio dos Santos (USCS) – Doutor; Victor Wanderley Corrêa (USCS) – Mestrando; Marcel Luiz Tomé (USC) – Mestrando | Debatedor: Athos Eichler Cardoso (UnB)
10:05-10:35 O Caráter Ecossitêmico das Histórias em Quadrinhos | Anielly Laena Azevedo Dias (UFAM) – Mestrando | Debatedor: Romildo Sergio Lopes (Unesp)
10:35-11:05 Cuidado de si e liberdade nos quadrinhos | Fabio Luiz Carneiro Mourilhe Silva (UFF) – Doutorando | Debatedor: Victor Wanderley Corrêa (USCS)
11:05-11:35 | Representações dos negros nos quadrinhos americanos: identidade e alteridade | Romildo Sergio Lopes (Unesp) – Mestrando | Debatedor: Anielly Laena Azevedo Dias (UFAM)
11:35-12:05 Fffffffuuuuuuuuuuuu: o fenômeno das rage comics e sua relação com os quadrinhos | Lucio Luiz Corrêa da Silva (Unesa) – Mestre | Debatedor: Marcel Luiz Tomé (USC)

6 setembro – quinta – 14:00-18:00
Sessão II – Edição: tramas conceituais e formais
Coordenador: José de Souza Muniz Júnior (USP)
14:00-14:10 Abertura
14:10-14:40 Meios, Mentes, Teorias | Ericson Telles Saint Clair (UFRJ) – Doutor; Márcio Souza Gonçalves (UERJ) – Doutor | Debatedor: Kati Eliana Caetano (UTP)
14:40-15:10 Entre a Cultura do Impresso e a Cultura de Moda: Tramas Conceituais e Históricas | Márlon Uliana Calza (UFRGS) – Doutorando | Debatedor: Ericson Telles Saint Clair (UFRJ)
15:10-15:40 Livros digitais e design: uma reflexão sobre estratégias de mediação editorial
Raquel Castedo (PUCRS) – Doutorando | Debatedor: Frederico de Mello Brandão Tavares (UTP)
15:40-16:10 O design de imprensa hoje: apontamentos para um estudo no campo do ethos discursivo | Ricardo Augusto Silveira Orlando (UFOP) – Doutor; Aline Rodrigues Rosa de Sá (UFOP) – Estudante | Debatedor: Raquel Castedo (PUCRS)
16:15-16:30 Intervalo
16:30-17:00 De La Roja a el rojo: bricolagens e sincretismos em jornais espanhóis
Kati Eliana Caetano (UTP) – Frederico de Mello Brandão Tavares (UTP) – Doutor | Debatedor: Márlon Uliana Calza (UFRGS)
Debatedor:17:00-17:30
O projeto gráfico dos suplementos de cultura: um olhar sobre Folha de S. Paulo e Zero Hora | Ana Claudia Gruszynski (UFRGS) – Doutor; Cristiane Lindemann (UFRGS) – Doutorando | Debatedor: Ricardo Augusto Silveira Orlando (UFOP)
17:30-18:00 Reunião dos Associados GP Intercom

7 setembro – sexta – 9:30-12:05
Sessão III – Mesa 1 – Edição: experiências editoriais
Coordenador: Raquel Castedo (PUCRS)
09:30-09:35 Abertura
9:35-10:05 Alguns aspectos do livro eletrônico como objeto de estudo no GP Produção Editorial da Intercom (entre 2000 e 2011) | Renata Carvalho da Costa (USP) – Doutorando | Debatedor: Ana Elisa Ferreira Ribeiro (CEFET-MG)
10:05-10:35 Academia e sociedade, uma aproximação possível. O caso do Curso de Comunicação Social – Produção Editorial em uma vivência multi, inter e transdisciplinar | Marilia de Araujo Barcellos (UFSM) – Doutor | Debatedor: Pollyanna De Mattos Moura Vecchio (CEFET-MG)
10:35-11:05 Adoção do acesso aberto por uma editora universitária: o caso da Editora da UFBA | Rodrigo França Meirelles (EDUFBA) – Mestre; Susane Santos Barros (EDUFBA) – Mestre; Flávia Goulart Mota Garcia Rosa (EDUFBA) – Doutor | Debatedor: Marilia de Araujo Barcellos (UFSM) – Doutor
11:05-11:35 Revista Educação & Tecnologia: uma trajetória de edição científica
Ana Elisa Ferreira Ribeiro (CEFET-MG) – Doutor | Debatedor: Rodrigo França Meirelles (EDUFBA); Susane Santos Barros (EDUFBA); Flávia Goulart Mota Garcia Rosa (EDUFBA) – Doutor
11:35-12:05 Principais desafios na publicação de periódicos científicos: estudo baseado na perspectiva de editores-chefes de revistas impressas | Pollyanna De Mattos Moura Vecchio (CEFET-MG) – Mestrando | Debatedor: Renata Carvalho da Costa (USP)

7 setembro – sexta – 9:00-12:05
Sessão III – Mesa 2 – Edição: objetos, narrativas e história
Coordenador: Márlon Uliana Calza (UFRGS)
09:00-09:05 Abertura
9:05-9:35 Primeiras estórias, o livro e a obra | Antonio Marcos Vieira Sanseverino (UFRGS) – Doutor | Debatedor: Aníbal Bragança
9:35-10:05 Edição, tradução: o livro como reescrita | Dorothée de Bruchard (UFSC) – Doutorando | Debatedor: Antonio Marcos Vieira Sanseverino (UFRGS)
10:05-10:35 Tradução de Audiovisual: uma análise na legendagem do seriado Friends | Juliana de Souza (UTP) – Mestrando | Debatedor: Dorothée de Bruchard (UFSC)
10:35-11:05 Panorama do Livro e da Leitura em Braille no Brasil: A trajetória do Braille ao Áudiolivro | Diana Gutiérrez De la Torre (USP) – Mestrando | Debatedor: Juliana de Souza (UTP)
11:05-11:35 Jornalistas e momento editorial na ditadura militar: olhares | Felipe Quintino Monteiro Lima (USP) – Mestrando | Debatedor: André Carlos Moraes (UFRGS)
11:35-12:05 Os paraísos artificiais do amor: uma cartografia do sentimento amoroso nos livros do coração | Erotilde Honório Silva (Unifor) – Doutor; Roberta Manuela Barros de Andrade (Uece) – Doutor | Debatedor: Felipe Quintino Monteiro Lima (USP)

7 setembro – sexta – 14:00-18:00
Sessão IV – Práticas de leitura
Coordenador: Márcio Souza Gonçalves (UERJ)
14:00-14:10 Abertura
14:10-14:40 Retratos da Leitura no Brasil – História e análise das primeiras três edições | Whaner Endo (UAM) – Mestre | Debatedor: Rafael de Oliveira Barbosa (UERJ)
14:40-15:10 Textos eletrônicos e suportes de leitura: um estudo com alunos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul | André Carlos Moraes (UFRGS) – Mestre; Ana Cláudia Gruszynski (UFRGS) – Doutor | Debatedor: Júlio Altieri Monteiro (UERJ)
15:10-15:40 Onze Leituras no Digital | Júlio Altieri Monteiro (UERJ) – Mestrando | Debatedor: Whaner Endo (UAM)
15:40-16:10 Protocolos de leitura no audiolivro “As mentiras que os homens contam”,
de Luis Fernando Verissimo | Rafael de Oliveira Barbosa (UERJ) – Mestrando | Debatedor: Isabel Siqueira Travancas (ECO-UFRJ)
16:15-16:30 Intervalo
16:30-17:00 Processos de identificação midiática: estudo de recepção com uma leitora da revista Tpm | Bruna Mariano Rodrigues (UERJ) – Mestrando | Debatedor: Greta Lemos (UFRGS)
17:00-17:30 Adolescentes cariocas e a leitura | Isabel Siqueira Travancas (ECO-UFRJ) – Doutor | Debatedor: Bruna Mariano Rodrigues (UERJ)
17:30-17:40 Encerramento

Editais FBN

A Fundação Biblioteca Nacional disponibilizou em seu sítio virtual www.bn.br os
editais de chamada pública para concessão de bolsas para desenvolvimento de projetos de pesquisa (Programa Nacional de Apoio à Pesquisa-PNAP) e para estabelecimento de
parcerias com editoras públicas e privadas para coedição de livros. O prazo para participação é curto.

Intercom 2012

O encontro do GP Produção Editorial deste ano será realizado nos dias 6 e 7 de setembro durante o XXXV Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação que ocorre de 3 a 7 na Unifor – Universidade de Fortaleza, em Fortaleza – CE. A programação geral do congresso pode ser conferida no portal da Intercom.

Para submeter trabalhos, a data limite é 29 de junho. Lembramos que os interessados devem efetuar o pagamento da taxa de inscrição até o dia 26 de junho. Para conferir as informações detalhadas sobre os procedimentos de inscrição e valores a serem pagos confira o calendário do evento. Veja também a chamada completa que abrange todos os eventos que fazem parte do congresso.

Os trabalhos submetidos devem ser pertinentes a ementa do grupo e formatados segundo o modelo padrão de arquivo para envio. Artigos apresentados em congressos anteriores podem ser conferidos junto ao menu Encontros do Núcleo onde estão disponíveis links para os anais.

Lançamento Repressão e resistência: censura a livros na ditadura militar

Com lançamento no dia 7 de dezembro, às 18h30, na Livraria Martins Fontes em São Paulo [Av. Paulista, 509], a obra Repressão e resistência:  censura a livros na ditadura militar é de autoria de Sandra Reimão, membro do Núcleo de Produção Editorial e professora da Universidade de São Paulo.

O livro aborda a censura oficial à cultura e às artes e, especificamente, a livros de ficção de autores brasileiros durante a Ditadura Militar Brasileira. O estudo dos atos censórios do Departamento de Censura e Diversões Públicas (DCDP) em relação a livros nos possibilita delinear alguns elementos dos mecanismos de censura e também refletir sobre a repercussão desta censura no universo da produção da cultura brasileira. Inicialmente, a autora traça um panorama histórico da atuação censória nos governos militares em relação á cultura, às artes e aos livros em particular. A partir do quadro geral traçado no capítulo inicial, a autora se detém, nos capítulos seguintes, em alguns casos de vetos censórios a textos de ficção de autores brasileiros: os livros Feliz Ano Novo, de Rubem Fonseca, Zero, de Ignácio de Loyola Brandão, Dez histórias imorais, de Aguinaldo Silva, Em câmara lenta, de Renato Tapajós, e os contos “Mister Curitiba”, de Dalton Trevisan e “O cobrador”, de Rubem Fonseca, publicados na Revista Status.

 

REPRESSÃO E RESISTÊNCIA:
Censura a Livros na Ditadura Militar

de REIMÃO, Sandra
ISBN 10: 85-314-1308-7
ISBN 13: 978-85-314-1308-7
Formato: 20×24 cm
Nº de Páginas: 184 pp.

Impresso no Brasil ganha prêmio Jabuti

O livro Impresso no Brasil, dois séculos de livros brasileiros, organizado por Aníbal Bragança e Márcia Abreu, coeditado pela Edunesp e Fundação Biblioteca Nacional, recebeu o Prêmio Jabuti 2011 da área de Comunicação. Concorre agora ao Prêmio Jabuti de melhor livro do ano de não-ficção.
Está na 3a. tiragem, o que indica um bom acolhimento entre pesquisadores e interessados do tema.