UFRGS   |    Contato   |      Siga nas redes

NAU – Núcleo de Avaliação da Unidade

Apresentação

Os anos 1990 trouxeram, para a UFRGS, a implementação de um trabalho sistemático, iniciado pela Coordenadoria Interdisciplinar de Apoio ao Ensino Universitário – CIAEU, criada pela PROGRAD; que elaborou o documento intitulado “Elementos para Organização do Programa de Avaliação da Universidade – ênfase na graduação”. Tal documento contribuiu para a versão inicial do Programa de Avaliação Institucional das Universidades Brasileiras – PAIUB, e foi a base do PAIUFRGS. O MEC financiou, temporariamente, os diversos Programas derivados do PAIUB e, dentro de pouco tempo, os mesmos foram assumidos pelas respectivas Universidades.

O PAIUFRGS acatou os princípios gerais do PAIUB, e formulou os seus próprios princípios: democratização, avaliação pensada e executada como projeto coletivo com o objetivo de tornar socialmente visíveis as ações universitárias de ensino, pesquisa e extensão; autonomia, que a partir do auto-conhecimento da realidade institucional, abarca a possibilidade de estabelecer prioridades e gerir recursos em direção a objetivos; qualidade formal das ações e qualidade política de influência, que habilita a instituição como formadora de quadros, referência para a população como formadora de opiniões e de ações de intervenção na sociedade; comparabilidade interna, por dentro de cada curso/unidade de modo que, ao analisar-se historicamente em relação a si próprio, possa enxergar-se e redefinir, se necessário, seus rumos e trajetórias para o futuro; e legitimidade/auto-adesão, pelo compromisso da universidade de assumir a possibilidade e o desafio de usar a avaliação como instrumento de sua transformação na persecução de seu projeto pedagógico para o futuro.

A metodologia foi organizada em três grandes momentos: a auto-avaliação, a avaliação externa e a reavaliação, e como ponto central a criação dos Núcleos de Avaliação das Unidades – NAUs, responsáveis pela condução do processo em suas comunidades.
O primeiro NAU do Instituto de Letras tinha na sua coordenação as Profas. Jane Tutikian e Lúcia Rebello.
Em 1995 o Instituto de Letras passou pela primeira avaliação externa.

Dez anos depois, em 2005, o NAU foi reativado, tendo na coordenação as Profesasoras Sandra Maggio, Márcia Velho e Jane Tutikian.

Nesse período foram produzidos dois relatórios, que podem ser lidos através do link da Secretaria de Avaliação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Em 2009, já dentro do espírito do SINAES, o Núcleo, vinculado à CPA da UFRGS, passou a ter a seguinte constituição:

Coordenadora – Profa. Jane Tutikian;
Coordenadora Substituta – Profa. Maria Lúcia de Lorenci;
Representante docente – Profa. Cláudia Scheeren;
Técnica-Administrativa – Maria da Graça Brizola Meyer;
e duas bolsistas SAE.

O ano de 2009 foi todo ele dedicado ao estudo da avaliação docente pelo discente e suas consequências. Em 2010 e 2011, foram elaborados relatórios de avaliação do Projeto de Desenvolvimento Institucional do Instituto de Letras, levando-se em conta ações programadas e realizadas, resultados alcançados, fragilidades e potencialidades. O Relatório de 2012 retratou as condições das dimensões do Ensino, Pesquisa, Extensão, Infraestrutura e Gestão do IL.

Para 2013/2014, a proposta do Núcleo consiste em fazer um levantamento das atividades e dados referentes aos três segmentos: docente, discente e técnico administrativo, buscando diagnosticar a situação atual do Instituto de Letras.

Equipe do NAU:

Coordenadora:
Professora Maria Cristina Martins

Coordenadora substituta:
Professora Tanira Castro

Representantes docentes:
Professora Cláudia Mendonça Scheeren
Professora Valéria Monaretto
Representante técnico-administrativo:
Renata de Oliveira Lauermann