Existe cura para o Diabetes?

17 junho, 2017    tags: diagnóstico prevenção tratamento

O diabetes é uma doença que afeta cerca de 14 milhões de brasileiros e aproximadamente 415 milhões de pessoas no mundo e a estimativa é de que em 2040 o número de pessoas com diabetes seja maior que 640 milhões. Diante desses dados, é natural que busquemos incessantemente uma cura para essa doença, porém temos que ter em mente que o diabetes é uma doença crônica e progressiva, que evolui lentamente com o passar dos anos e que não tem cura.

Apesar de não haver efetivamente uma cura, o diabetes é uma doença que pode e deve ser controlada. Como já vimos em textos anteriores, as complicações do diabetes podem ser evitadas com medidas eficazes baseadas em mudança de estilo de vida e tratamento medicamentoso. Mesmo que os índices de açúcar no sangue estejam normais, não é possível falar que o paciente esteja curado, e sim que a doença está bem controlada, já que o organismo já desenvolveu a chamada “memória metabólica” no período em que os níveis de açúcar estavam elevados. Isto significa que no período inicial, em que o diabetes não estava diagnosticado, o excesso de glicose já pode ter causado lesões em olho, rim, coração, artérias e nervos do organismo.

Por outro lado, também acompanhamos o surgimento de diversas promessas de curas milagrosas e não fundamentadas que são propagadas por meios de comunicação, como em  sites da Internet e redes sociais. Essas ideias se tornam um risco para a saúde pública através de recomendações que orientam a suspender ou substituir tratamentos medicamentosos prescritos pelos médicos. Por isso é importante evitar buscar informações em sites e fontes leigas sem validação científica e sempre procurar o seu médico para esclarecer dúvidas.

Atualmente, são realizados inúmeros estudos e pesquisas que buscam ampliar o conhecimento sobre diabetes, bem como tratamentos mais eficazes e que aumentam a qualidade de vida dos pacientes. Algumas técnicas como transplante de pâncreas ou das ilhotas pancreáticas – que são as estruturas que produzem insulina – podem ser usadas para o tratamento do paciente com diabetes tipo 1, e menos comumente com tipo 2. A cirurgia bariátrica é outra técnica utilizada principalmente em pacientes com diabetes tipo 2, que apesar de não promover a cura como muitas pessoas acreditam, é capaz de auxiliar na perda de peso e assim melhorar o controle do diabetes.

Recentemente, houve uma ampla divulgação de uma vacina para a suposta cura do diabetes, porém esse ainda é um estudo que está sendo realizado nos Estados Unidos que investiga a utilização da vacina contra a tuberculose (BCG) para reversão do diabetes tipo 1. No entanto, os testes ainda estão em fase inicial e não é possível dizer que já existe uma vacina ou que esses efeitos constituem uma resposta duradoura. Há ainda pesquisas que estudam a  possível utilização de células-tronco para transformá-las em células beta funcionais, como as que existem no nosso pâncreas, porém esses estudos ainda estão em andamento. Este tema foi também discutido no Fórum do nosso site. Clique aqui para reler.

Reforçamos que a melhor forma de controlar o diabetes é seguir as orientações do seu médico e da equipe de saúde.