Diabetes e a contagem de carboidratos

15 outubro, 2018    tags: alimentação dieta nutrição

O que é a contagem de carboidratos?
A contagem de carboidratos é uma estratégia nutricional que visa equilibrar a glicemia, a quantidade de carboidratos ingerida e a quantidade de insulina necessária, oferecendo à pessoa com diabetes maior flexibilidade em sua alimentação, conforme seu estilo de vida.

Quem pode utilizar a contagem de carboidratos?
Todos os pacientes com diabetes podem utilizar a contagem de carboidratos como estratégia nutricional. Mas, isso requer muita disciplina e compromisso com o método, principalmente no período de implementação (fase mais trabalhosa).

Quais alimentos devem ser contabilizados?
Todos os alimentos que possuem carboidratos devem ser contabilizados. Dessa forma, pães, biscoitos, cereais, arroz, massas, batata, grãos, frutas, sucos, leites, iogurtes, açúcar, mel e alimentos que contém açúcar sempre serão incluídos na contagem de carboidratos. Por outro lado, determinados alimentos não precisam ser incluídos na contagem devido à quantidade muito baixa ou nula de carboidratos em sua composição. Alguns destes alimentos
são: vegetais, queijos, carnes, azeite, maionese, creme de leite, água, café, adoçantes e chás.

Como começo a contagem de carboidratos?
Primeiro o seu nutricionista deverá te ajudar a descobrir quantas calorias você deve ingerir ao dia para manter-se saudável. Também definirá quantos gramas de carboidrato você deve ingerir diariamente e em cada refeição. Depois disso, você deverá começar a anotar o que come. Dessa forma, será possível conhecer a quantidade, a qualidade e a distribuição dos carboidratos consumidos ao longo do dia, levando em consideração a sua prática de atividade física e seu estilo de vida. Uma boa dica é treinar o seu “olhômetro”, conhecendo o tamanho das colheres, copos e xícaras, além de pesar os alimentos consumidos. Isso facilita o processo e permite um consumo padronizado de carboidratos, uma vez que a contagem tende a ser cada vez mais exata. Por fim, é importante medir as glicemias antes de cada refeição (e duas horas após, caso recomendado pela equipe de médico e nutricionista) fazê-las para verificar o efeito dos alimentos e da medicação sobre a sua taxa glicêmica.

Mas, como realizar este cálculo?
Imagine que, segundo as recomendações do seu nutricionista, em seu dia a dia, no café da manhã, você ingira: 1 pão francês com margarina, 1 copo de leite com café e 1 fruta. Agora, imagine que está na casa de um amigo no final de semana e deseja mudar seu café da manhã, sem alterar a glicemia. O que se deve fazer é descobrir o quanto de carboidrato você geralmente ingere no seu café da manhã e, a partir daí, fazer as contas para incluir os alimentos que deseja comer na casa de seu amigo.
1 pão francês = 28 g de carboidratos
1 copo de leite com café= 12 g de carboidratos
1/2 mamão papaya = 13 g de carboidratos

Total do café da manhã = 53 g de carboidratos
Você pode descobrir as quantidades de carboidratos presentes nos alimentos por meio da Tabela de Alimentos do Manual de Contagem de Carboidratos para Pessoas com Diabetes, da Sociedade Brasileira de Diabetes (disponível em https://www.yumpu.com/pt/document/view/56167545/manual-de-contagem-de-carboidratos) e, a partir disso, escolher os alimentos que deseja consumir, sempre respeitando o que foi prescrito pela equipe que cuida da sua saúde.

Como saber se estou no caminho certo?
Para saber se está no caminho certo, é preciso medir as glicemias antes das refeições, fazer um diário alimentar e tirar fotos de seus pratos. Assim, poderá checar se seu “olhômetro” está apurado. Leve sempre este diário alimentar e suas glicemias para as consultas com sua equipe.

Texto adaptado do Manual de Contagem de Carboidratos para Pessoas com Diabetes, publicado originalmente no site da Sociedade Brasileira de Diabetes em 13 de julho de 2016.
http://www.diabetes.org.br/publico/novo-manual-de-contagem-de-carboidratos-da-sbd