Dicas para manter uma alimentação saudável em tempos de pandemia

7 maio, 2020    tags:

A Pandemia que estamos enfrentando por COVID-19 está exigindo adaptações na rotina das pessoas. Isso pode refletir em níveis maiores de estresse, de ansiedade, de alterações no ritmo do sono e também impactar na quantidade, qualidade e horários das refeições.

O humor e o estado emocional estão diretamente relacionados com a escolha de alimentos que são mais ou menos saudáveis. Por isso, é importante diferenciar a fome relacionada a necessidade emocional, daquela fome fisiológica necessária para nossa nutrição, para que não se extrapole nas calorias diárias. Lembre-se de que comer bem e adicionar exercícios físicos à sua rotina diária são maneiras importantes de gerenciar o diabetes. Além disso, uma boa nutrição, associada a um bom controle glicêmico, fortalece o sistema imunológico e auxilia na proteção de diversas doenças.

Para o café da manhã é recomendado o consumo de boas fontes de proteína, como ovos e queijo magro. Inclua suco verde e frutas, que são ricas em vitaminas e minerais. Quando for consumir pão, opte pela versão integral que é mais rica em fibras e auxilia no funcionamento intestinal.

Para o almoço, considerada uma das refeições mais importantes do dia, contemple uma boa variedade de legumes, hortaliças e boas fontes de carboidrato como arroz integral, batata doce, mandioca ou inhame. As proteínas magras, como peixe, frango e patinho são as mais indicadas.

Nos lanches entre as principais refeições – café da manhã, almoço e jantar-, a recomendação é de consumir frutas, aveia, ovos, sementes e castanhas. Já no jantar priorize uma refeição mais leve com peixe ou frango e legumes. Outra dica importante para ajudar na digestão e qualidade do sono, é realizar o jantar mais cedo, pois ter um sono de qualidade ajuda a reduzir os níveis de estresse e a manter uma rotina de alimentação saudável.

A suplementação de vitaminas e minerais deve ser orientada e supervisionada por um profissional médico ou nutricionista. Isso porque, uma análise prévia é necessária, considerando que tanto a falta como o excesso de nutrientes pode ser prejudicial à saúde. Além disso, a ingestão de líquidos, de preferência água, é essencial para evitar a desidratação e manter o equilíbrio do organismo. Faça isso regularmente ao longo do dia. E se você for um pouco esquecido, ter uma garrafa de água sempre por perto pode ser uma boa maneira de ingerir a quantidade adequada para manter a saúde.

Uma dieta balanceada como um todo ajuda o organismo a se manter saudável e a preparar seu sistema imune contra invasores. Porém, é importante salientar que não existe alimento ou nutriente milagroso que evite ou trate a COVID-19. A recomendação para quem não costuma ter hábitos alimentares saudáveis com um cardápio equilibrado é, em um primeiro momento, mudar esse comportamento, incluindo uma rotina na alimentação para manter os níveis glicêmicos e após isso, ir melhorando a qualidade dos alimentos consumidos diariamente. Para lhe auxiliar nas escolhas dos alimentos, clique nos links abaixo da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia.

O seu organismo agradece e o seu sistema imunológico, também!

https://www.endocrino.org.br/dicas/

https://www.endocrino.org.br/como-esta-sua-alimentacao/

Bibiana Amaral

Alice Scalzilli Becker

Carolina Padilla Knijnik

Débora Wilke Franco

Janine Alessi

Gabriela Heiden Teló

REFERÊNCIAS:

https://www.diabetes.org.br/covid-19/nutricao-imunidade-e-diabetes-em-tempos-de-coronavirus/

https://www.diabetes.org/nutrition

https://jornaldebrasilia.com.br/blogs-e-colunas/marcelo-chaves/nutricionista-clayton-camargos-da-dicas-de-alimentacao-saudavel-em-tempos-de-isolamento-social/

Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia – https://www.endocrino.org.br/