O Canal é um projeto que visa fazer conexões entre pessoas e lugares da internet. Localizado na barra lateral deste site, conta com a indicação de artistas, professores, participantes de várias áreas que envolvam arte e tecnologia.

Créditos da imagem na página anterior: User:Alain r, CC BY-SA 2.5, via Wikimedia Commons, e anotações sobre o campo de imanência.


Indicações anteriores:

Junho de 2022: Tati Laschuk

Nossa convidada de junho para indicar lugares na internet é a Tati Laschuk, designer têxtil e professora na Universidade de Caxias do Sul. Transitando entre chão de fábrica e a sala de aula, seu interesse é “descomplicar o universo têxtil nas áreas de materiais – tradicionais e ecológicos – e processos de estamparia”. É um pouco desse universo que ela traz para o Canal.

NATSAI AUDREY CHIEZA – Tingimento ecológico feito a partir de bactérias, a partir da seguinte hipótese: ‘If a microbe produces a pigment, how do we work with it to dye textiles?’. Além do viés sustentável do tingimento de baixo impacto ambiental, Natsai também chama atenção para a surpresa de cada trabalho feito com bactérias, visto que cada resultado é diferente por se tratar de um organismo vivo.

Imagens do trabalho neste link:
https://faberfutures.com/projects/project-coelicolor/scale-void-print/

ANIELA HOITINK – Cria substratos não têxteis a partir de peças modulares de mycelium. Indico explorarem o trabalho da Aniela pois ela consegue trabalhar com um material tão rico e ecológico como o mycelium, visto como um material do futuro em diferentes áreas e um possível substituto do couro, que é biodegradável, além de possuir baixo impacto ambiental tanto na sua produção como no uso.

https://www.dezeen.com/2016/04/01/aniela-hoitink-neffa-dress-mushroom-mycelium-textile-materials-fashion/

SUZANNE LEE – Ela é uma designer de moda e superfícies vanguarda e visionária. Já há alguns anos trouxe, em um TED uma alternativa ao couro, mostrando a Kombucha como um dos materiais do futuro. Hoje pesquisa o mycelium e outros biomateriais, e faz uma aproximação desses com a indústria da moda. Para ficar de olho sempre!

https://www.launch.org/innovators/suzanne-lee/

MABE – Nessa mesma linha da Suzanne Lee, o MABE, da designer e pesquisadora Marina Belintani, é um “estúdio de pesquisa e desenvolvimento de novos materiais” brasileiro, que mapeia o potencial de matérias-primas locais para o desenvolvimento de superfícies com diferentes cores e texturas, dentro do pensamento circular. Eles trabalham materiais que normalmente são considerados um “problema” transformando-os em superfícies com valor agregado.

https://www.estudiomabe.com/sobre/

WHEN SIMON MET RALPH – Projeto que trabalha a estamparia dentro do sistema de Upcycling. Eles (Simon Ungless e Jody Niederkohr) desenvolvem efeitos de superfícies sobre peças vintage e tecidos de deadstock (estoque morto).

www.whensimonmetralph.com/printmaking/

Maio de 2022: Marco de Menezes

Em maio, Marco de Menezes é o convidado do Canal para indicar lugares na internet. Poeta, também foi fundador da  editora Modelo de Nuvem e agora edita o selo Fresta. Literatura, fotografia, música e cultura pop estão entre as suas indicações.

http://falcaoklein.blogspot.com/
Sintéticos e densos, os ensaios de Kelvin Falcão Klein situam-se naquela zona literária de interstício em que prazer e rigor sentem-se à vontade como companheiros de viagem.

https://www.lensculture.com/
Site de fotografia contemporânea com uma amplitude bastante vasta, com ensaios e textos sobre os trabalhos, gente do mundo todo.

https://www.allaboutjazz.com/
Pra quem aprecia, é uma maravilha: ensaios, fotos, resenhas, playlists dessa grande aventura humana chamada jazz.

http://www.voicesofeastanglia.com/
Sensacional acervo material e espiritual retrô/vintage da cultura pop, em especial na seção arquitetura de casas.

https://www.raiolaser.net/
Um dos melhores lugares de discussão em língua portuguesa sobre a cultura dos quadrinhos, com textos críticos abrangentes e sólidos.

Abril de 2022: James Zortéa

James Zortéa é nosso convidado para indicar lugares na internet em abril de 2022. Como artista, pesquisa a intersecção entre vídeo e desenho, principalmente os processos de animação experimental. Além disso, atua como professor na Unisinos, desde 2010, nos cursos de Realização Audiovisual CRAV, Fotografia Digital, Design e Jogos Digitais. Ao Canal, ele faz sugestões de realizadores no campo da experimentação audiovisual.

http://www.joshshaffnerart.com/films
Josh Shaffner explora o encadeamento de ciclos animados com desenhos e pinturas.

https://vimeo.com/user9030794
Allison Schulnik trabalha com pintura a óleo e realiza animações explorando plastilina em stop motion.

https://vimeo.com/mattbollinger
Matt Bollinger trabalha com animações a partir de processos da pintura.

https://ginakamentsky.com/
Gina Kamentsky – cineasta que cria animações experimentais a partir de esculturas cinéticas e objetos eletromecânicos.

https://vimeo.com/annapurna
Annapurna Kumar – Artista visual que pesquisa a animação experimental.

https://vimeo.com/edwinrostron
Edwin Rostron realiza filmes experimentais há mais de 20 anos, tutor no Royal College of Art. É fundador do blog Edge of Frame.

http://www.edgeofframe.co.uk/
Blog de entrevistas com realizadores audiovisuais e curadores que trabalham no campo da animação experimental.

https://animateprojects.org/projects/
Instituição que seleciona e realiza projetos de animação experimental com artistas contemporâneos.

https://www.nfb.ca/animation/
A agência de cinema do governo do Canadá segue como importante canal para a pesquisa em audiovisual.

https://vimeo.com/jagoz
Trabalhos e produções de James Zortéa.

Dezembro de 2021: retrospectiva do canal

Em dezembro, ao completar seu primeiro ciclo de atuação, o Canal indica os lugares da internet que mostram parte das múltiplas atividades das pessoas que convidamos em 2021. As listas completas oferecidas durante o ano estão no link ao fim da coluna.


Abril – Mario Ramiro
https://arte-rock.tumblr.com/tagged/mario%20ramiro


Maio – Fernando Bakos
https://www.instagram.com/fbakos


Junho – Raquel Stolf
http://www.raquelstolf.com/


Julho –  Pauline Gaudin Indicatti
https://paulinegindicatti.wixsite.com/registros


Agosto – Luísa Kiefer
https://www.luisa.kiefer.com.br/


Setembro – Avalanche
http://avalancheshow.wixsite.com/avalanche2019
https://open.spotify.com/artist/0nFrpTUyqgzTyktMmsywIy
https://www.facebook.com/matheuswalterbrasil


Outubro – Marcelo Gobatto
https://www.instagram.com/marcelogobatto/


Novembro – Marcelo Walter
https://codezebra.net/

Novembro de 2021: Marcelo Walter

Marcelo Walter, professor no Instituto de Informática da UFRGS, é o convidado do Canal para indicar lugares na internet em novembro, ele nos diz: Além da paixão pela Computação Gráfica, tenho trabalhado em algumas aplicações da computação na Indústria Criativa. Aluno de Design de Moda, tenho acompanhado mais de perto a revolução que a moda digital pode fazer para redução do consumo. Boa navegação!


ACM Siggraph Art Papers
O SIGGRAPH é a conferência anual mais importante na área de Computação Gráfica. Uma das trilhas mais estimulantes é a de Art Papers, onde a mistura de arte e tecnologia sempre consegue surpreender e apontar para o futuro possível.
blog.siggraph.org/tag/art-papers/


Dev Art
Como diz na descrição do site, é Arte feita com código, com diversos exemplos de possibilidades e código disponível!
devart.withgoogle.com


MIT Tangible Media
O Media Lab do MIT é um celeiro de novidades nos empurrando para o futuro! Com diversos laboratórios, esse busca integrar os mundos físico e digital de maneiras realmente inovadoras.
www.media.mit.edu/groups/tangible-media/projects/


The Fabricant
Esse site apresenta diversas possibilidades nas novas iniciativas de moda digital, com um nível de realismo visual impressionante.
www.thefabricant.com/


Google Arts&Culture
Sempre com coisas novas para explorar, apresenta diversas possibilidades de interação!
artsandculture.google.com/explore

Outubro de 2021: Marcelo Gobatto

Marcelo Gobatto, convidado do Canal para indicar lugares na internet em outubro, é artista visual, produtor e realizador audiovisual. Professor de artes visuais na FURG, ele nos diz: Tenho buscado conhecer melhor a arte brasileira ligada a uma cultura de nossa terra, de territórios como o da arte afrobrasileira e indígena, para a preparação de aulas e também dando continuidade a uma pesquisa realizada desde 2020 sobre interculturalidade na educação e as representações visuais e audiovisuais dos povos indígenas.


https://amotara.org/catalogo/
A primeira dica é o link para o download do Catálogo da Mostra Amotara 2021 – Olhares das Mulheres Indígenas – 2a edição. A Mostra é uma produção da Yawar com apoio da Universidade Federal do Sul da Bahia e com a curadoria de Graciela Guarani, Joana Brandão Tavares, Olinda Yawar Wanderley, Patrícia Ferreira Pará Yxap,  Sophia Pinheiro e Thais Brito.


http://www.jaideresbell.com.br/site/2020/08/09/auto-decolonizacao-uma-pesquisa-pessoal-no-alem-coletivo/
Descolonizar é verbo que vem sendo usado por muitas vozes recentemente, mas sempre é bom lermos e ouvirmos aquelas e aqueles que sofreram e sofrem os processos coloniais. Jaider Esbell é artista indígena macuxi, de Roraima, da Amazônia. Nos últimos anos têm se destacado com suas obras (presentes na Bienal de São Paulo) e suas falas.

Autodecolonização – uma pesquisa pessoal no além coletivo

https://www.uol.com.br/ecoa/colunas/julie-dorrico/
A dica é para quem quer conhecer a literatura indígena: leia a coluna do ECOA da Julie Dorrico// indígena macuxi// escritora e doutora em Teoria da Literatura (PUCRS), pesquisadora e curadora de literatura indígena.

https://www.uol.com.br/ecoa/colunas/arte-fora-dos-centros/2020/06/04/quando-me-descobri-indigena-conheca-a-escritora-julie-dorrico.htm
E para quem quer conhecer a Julie, pode ler o Fred di Giácomo – e aproveite para conhecer a coluna dele!

https://medium.com/culturaufmg/siw%E1%BA%BDtt%C3%AAt-resist%C3%AAncia-963b37dc999a
Vale conferir essa exposição de Edgar Kanaykõ Xakriabá: Siwẽttêt: resistência, realizada em 2020 durante o Festival de Inverno da Universidade Federal de Minas Gerais. Edgar é formado em Ciências Sociais/Humanas, no curso de Formação Intercultural de Educadores Indígenas, da Faculdade de Educação da UFMG. Tem atuação livre na área de Etnofotografia, como “um meio de registrar aspectos da cultura e da vida de um povo”.


https://www.instagram.com/ancestralidade.indigena/
No instagram, uma boa dica é o Canal Ancestralidade Indígena que publica conteúdo sobre os povos indígenas e é voltado para educadoras e educadores. Projeto idealizado por Luana Barth, pesquisadora e educadora. Participa do Grupo de pesquisa (CNPq/UFRGS) PEABIRU: Educação ameríndia e interculturalidade.

http://nobrasil.co/nana-vasconcelos-instrumento-de-reinventar-som/
Nestas pesquisas recentes, muitas descobertas. Entre elas o disco do Naná Vasconcelos, Africadeus. Para ouvir, vc pode pesquisar no spotify, youtube ou outras plataformas. Para saber mais sobre esse álbum, pode ler a reportagem sobre a reedição em vinil, 2016:

https://www.academia.edu/29925404/Africadeus_Livro
E vale também baixar o livro/cd// Africadeus: o repercutir da música negra ­– Naná Vasconcelos

https://www.audiovisualinsurgente.com/cinemanegro
Essa ação foi realizada em 30 novembro de 2020: “Cinema Negro RS – por uma educação antirracista”. E é um projeto construído coletivamente com muito carinho e apoio da FURG/UFRGS/IFRS. Produção do Macumba Lab.

https://mostrafresta.com.br/site/
Para encerrar, indico o site da 5a edição da Fresta – Mostra de Audiovisual Experimental. Projeto de Extensão e Cultura da Universidade Federal do Rio Grande, idealizado por mim e pela professora Ana Maio com colaboração de Giulia Castellani e Guilherme Mello (equipe Fresta).

Setembro de 2021: Avalanche
Convidadxs do mês de setembro para sugerir lugares na internet, Virginia Simone e Matheus Walter são a Avalanche. Criam e desenvolvem projetos em cinema, música e artes visuais. Para o Canal, indicam endereços relativos a personalidades que fazem parte da história das parcerias da Avalanche.

https://extrato.art/lia-leticia-ferreira-leite
Algumas obras da artista visual e cineasta Lia Letícia.

https://rochelezandavalli.com/
Portal da fotógrafa Rochele Zandavalli.

https://www.youtube.com/user/aoseualcance
Canal de Youtube do artista visual e músico Carlos Dias.

https://distruktur.com/
Portal da Distruktur, dupla de cineastas formada por Melissa Dullius e Gustavo Jahn.

https://www.youtube.com/watch?v=bKCuLX3_c_0
Entrevista do curador e escritor Leo Felipe para o projeto 1 Curadxr, 1 Obra.

Agosto de 2021: Luísa Kiefer
Convidada de agosto do Canal para indicar lugares na internet, Luísa Kiefer nos diz: A partir do doutorado, com minha pesquisa focada em livros de fotografia e as relações entre fotografia, literatura e ficção, passei a olhar mais atentamente para as relações entre palavra e imagem. Aqui vão algumas dicas de sites sobre o universo da fotografia e suas reverberações.

https://photocaptionist.com/
Coordenado pela pesquisadora italiana Federica Chiocchetti, Photocaptionist se apresenta como uma plataforma editorial e curatorial inteiramente dedicada a explorar as diferentes relações entre fotografia e ficção, palavra e imagem. Além de críticas, análise de obras, conversas com artistas, também apresentam projetos realizados fora do universo online.

https://www.josefchladek.com/
Josef Chladek é um austríaco apaixonado por livros, especialmente livros fotográficos. O objetivo da plataforma, que leva o seu nome, é ser um espaço para exibir livros, não apenas o seu conteúdo, mas sim o livro como um todo. A maior parte dos livros são de fotografia, mas é possível encontrar algumas coisas de design, arquitetura e literatura. Os livros são fotografados na íntegra e acompanhados por ficha técnica é sinopse. O site também oferece uma série de filtros e sugestões que auxiliam a pesquisa.

https://cphmag.com/about/
Conscientious – Photography Magazine é um site/blog mantido por Jörg M. Colberg desde 2002. O conteúdo é formado por resenhas de livros de fotografia, perfis e entrevistas com fotógrafos e artigos. Atualizado semanalmente.

https://gupmagazine.com/
Revista holandesa de fotografia. O site conta com portfólios, artigos, entrevistas, open calls, livros e outros conteúdos. Um site legal para acompanhar a produção internacional e oportunidades de festivais, bolsas, etc.

https://revistazum.com.br/
Não podia deixar de fora a revista Zum, publicação do Instituto Moreira Salles, que tem em seu site bastante conteúdo sobre imagem e suas relações, além da revista impressa semestralmente.

https://www.quatrocincoum.com.br/br/home
A Quatro cinco um é uma a revista voltada para o mundo dos livros. Não apenas literatura, mas o mundo editorial como um todo. Entre dicas de romances, poesia, livros de arte, arquitetura, ciências, o site e a revista impressa trazem também colunas e artigos sobre livros e temas atuais.

http://instagram.com/base.portfolios
Recentemente lancei o projeto BPA – Base de Portfólios de Artistas. Uma conta no Instagram que tem como objetivo ser um banco de portfólios de artistas brasileiros ou estrangeiros residentes no Brasil. A ideia é contribuir com a pesquisa e curadoria em artes visuais, e criar interlocuções e conexões entre pares e demais interessados.

Julho de 2021: Pauline Gaudin Indicatti
Convidada do Canal para sugerir lugares na internet, a artista francesa Pauline Gaudin Indicatti sempre sentiu algo interessante no “entre”. Entre os países onde vivia ou viajava, entre as línguas usadas e praticadas, os encontros e relacionamentos com as pessoas descobertas pelo mundo. O objeto de pesquisa de doutorado tomou como ponto de partida as viagens repetidas e as mobilidades usadas, em particular entre a França, o Brasil e a Suíça. As imagens saindo de capturas do smartphone permitem também pensar numa outra viagem possível.

Siga o universo da artista, que viaja pelas imagens, apropriadas da internet para a maioria delas. A viagem das imagens, com imagens, nas imagens.
http://www.penelopeumbrico.net

Pensar e refletir sobre a prática e os usos das novas tecnologias, na criação, na contemplação das imagens. Com, sobre o smartphone, dispositivo de experimentação, meio de exposição.
https://arambartholl.com

Viajar pelas imagens do Thomas Lélu, que teorizou o elogio da fotografia mal sucedida e permite reflexões sobre as práticas artísticas de amadores e não profissionais. Com o uso de colagens de imagens apropriadas das redes sociais e das propagandas de marcas famosas, o artista usa o humor para criticar e rir sobre fatos e situações específicas do nosso mundo atual. Viajar pelas redes e ir ver o perfil Instagram.
http://thomas-lelu.squarespace.com

Caderno de pesquisa do André Gunthert, historiador especialista das culturas visuais, pesquisador e professor na EHESS em Paris. Ele coloca em questão a noção de imagem social, e de imagem como conversa.
https://imagesociale.fr

O Festival Images acontece em Vevey na Suíça, e permite ter contato com trabalhos de artistas ao ar livre, na cidade inteira. É possível acessar aos arquivos do Festival, conhecer os artistas premiados e convidados nas edições anteriores. O perfil de Instagram também expõe as obras in-situ e momentos especiais em companhia das imagens selecionadas.
https://www.images.ch

Valéry Grancher trabalha e reflete sobre a net art desde 1992, usando meios diversos e tecnológicos para (re)pensar a prática artística bem como a própria arte nos tempos da Internet, criando por exemplo, pinturas digitais.
https://www.valerygrancherstudio.art

Site de pesquisa de doutorado, onde se encontram imagens tiradas pelo smartphone, apropriadas com o uso do printscreen, da internet e das redes sociais.Viagens do móbile (celular em francês), em movimentos (meios de transportes) pelo mundo. Usar o site como meio de prática, ambiente de prática, lugar de exposição.
https://paulinegindicatti.wixsite.com/registros

Junho de 2021: Raquel Stolf
Convidada do Canal para indicar lugares na internet em junho, Raquel Stolf é artista e professora do Departamento de Artes Visuais e PPGAV do CEART/UDESC. Suas proposições e projetos investigam processos de escrita, o procedimento da coleção, experiências de silêncio e situações de escuta. 

_mergulhos labirínticos: biblioteca-arquivo de produções artísticas processuais/conceituais/experimentais-etc.
https://www.ubu.com/index.html

_sondando MERZ: fac-símiles de algumas edições da revista MERZ, editada por Kurt Schwitters
http://sdrc.lib.uiowa.edu/dada/merz/index.htm

_exercícios infinitos de escrita (proposições – OULIPO)
https://www.oulipo.net/fr/contraintes

_ouvir o entorno: projeto colaborativo de um arquivo a partir de um processo de cartografia sonora da América-Latina
https://www.audiomapa.org/

_expandir as escutas: Rádio Tsonami, projeto colaborativo de experimentações em rádio, som e texto
https://radiotsonami.org/

_outras vozes: gravações de sons de pássaros de várias partes do mundo (projeto colaborativo)
https://www.xeno-canto.org/

_outras vozes 2: imagens, informações e gravações de sons de aves do Brasil (projeto colaborativo)
http://www.wikiaves.com/index.php
_espécies sem foto: http://www.wikiaves.com/especies.php?t=sf
_espécies sem som: http://www.wikiaves.com/especies.php?t=ss

_sondar audições (rádios ao redor do mundo)
http://radio.garden/settings

_sondar audições (estação de rádio independente, com programação e arquivo sonoro variantes)
https://wfmu.org/

_outros lados do mundo: sondar os antípodas, desde sua localização
https://www.antipodesmap.com/

_sondar escutas e escritas (publicação-audioteca online, com proposições e verbetes entre texto, som etc.)
https://anecoica.org/

Maio de 2021: Fernando Bakos
Em maio, Fernando Bakos é o convidado do Canal para indicar lugares na internet. Fruto de uma casa com enciclopédias e pais que apreciavam arte e viagens, cresceu com curiosidade. Gosta do estranho e do divergente. Fez Comunicação Social querendo pesquisar o fenômeno dos video-clips dos anos 80, mas sempre manteve a produção de desenho, pintura, música, video e performance. Foi pesquisar arte e tecnologia no mestrado, em 1996, e performance no doutorado, em 2016. Estudou no The Kitchen, em NY, e criou o cartaz da 22Bienal de SP.

Separe os melhore fones de ouvido e viaje com a dupla Cardiff&Miller
https://cardiffmiller.com

Conheça tudo que o músico e produtor Brian Eno está aprontando
https://brian-eno.net

Entre no mundo de Laurie Anderson
https://laurieanderson.com

Inscreva para a palestra/performance de maio que vai realizado online (Norton Lectures)
https://mahindrahumanities.fas.harvard.edu/calendar/upcoming/event-series/norton-lectures

Se encante com a musa Meredith Monk em plena produção
https://www.meredithmonk.org

Sobre performance, o projeto coordenado por Rose Lee Goldberg
https://performa-arts.org

Projetos audio-visuais sempre na vanguarda do alemão Alva Noto
http://www.alvanoto.com

Se encante com poesia do design de produtos da dinamarquesa Bang&Olufsen
https://www.bang-olufsen.com/en

Quando estiver sem ideias, uma dose de oblique strategies, do Brian Eno
http://stoney.sb.org/eno/oblique.html

Se inspire em arquitetura no Archello
https://archello.com

Mergulhe no jornalismo radical da Vice (em inglês, ou mais 12 edições em outras línguas)
https://www.vice.com/en

Abril de 2021: Mario Ramiro
Convidado de abril para indicar lugares na internet, Mario Ramiro é artista e professor da ECA/USP. Seus múltiplos interesses se ramificam para a música, os movimentos sociais e os fenômenos naturais.

https://arte-rock.tumblr.com/
Interações entre as artes visuais e a música pop, rock, hip hop, samba, punk. Uma reunião de artistas com suas bandas e outros que ficaram mais conhecidos como músicos.

https://naked-atelier.tumblr.com/
Investiga uma curiosa relação do artista ocidental com o seu modelo, normalmente uma pessoa nua, num ambiente em que o artista e outros presentes no ateliê estão vestidos. Trata-se de uma iconografia sobre a condição dos corpos no espaço de realização de uma obra.

https://www.dezeen.com/
Site de arquitetura e design que revela as formas mais inteligentes e sedutoras de construir espaços e ocupá-los. Soluções construtivas, uso de materiais, mão para o desenho.

https://www.oneletterwords.com/weblog/
Reúne um acervo de referências visuais sobre fenômenos estranhos deste mundo.

http://insideflesh.blogspot.com/
Blog com qualificação indicativa. Nele você encontra os registros das performances do coletivo Suka Off, iniciado em 2007. O grupo é atuante na cena neo-porn e representante de uma produção que não encontra lugar no ambiente institucional. São artistas que não fazem muita cena.