Ciência com Afeto

# 17 - Quando a vida nos conduz por caminhos não planejados

Trajetórias de Pesquisa

No mês outubro, várias campanhas voltam-se à conscientização e alerta para a prevenção e diagnóstico precoce de câncer de mama e mais recentemente sobre câncer de colo do útero. Somando-se a essas mobilizações, neste episódio vamos conhecer a trajetória de Zilda Joaquina Cohen Gama dos Santos, professora na Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA). Zilda nos conta, com muita sensibilidade e superação, o processo pelo qual ela passou ao receber, no primeiro ano de doutorado, o diagnóstico de câncer de mama. Durante os 10 meses de tratamento, Zilda buscou do melhor modo possível conciliar o doutorado, a maternidade e as várias sessões de quimioterapia e radioterapia e o procedimento cirúrgico. Tomando essa situação, que nos convida ao olhar mais atento em relação a nossa saúde, seguimos uma reflexão de Zilda que, olhando para sua trajetória, nos lembra que “as coisas não acontecem como a gente planeja”. É fato, mas como lidamos com imprevistos, com situações não planejadas durante a trajetória acadêmica? Mais do que respostas, neste episódio, conduzidas pela Zilda, buscamos refletir sobre essa questão que, em tempos de isolamento social, também se faz presente, afinal, estamos em tempos de adaptação e de superação.


E esse episódio vai além: a partir dos temas de pesquisa, relacionados à governança dos recursos florestais em Unidades de Conservação na Amazônia e protagonismo de comunidades tradicionais, Zilda nos lembra da importância de manter a “floresta em pé”. Essas contribuições são fundamentais e nos convidam a refletir também sobre os desmontes e retrocessos em relação às questões ambientais no Brasil.


Apesar (ou por causa) desses desafios, como outubro foi também o mês de aniversário de Paulo Freire - se estivesse vivo, ele estaria completando 99 anos -, seguimos, como ele nos convida, esperançando!


A Ciência com Afeto é um projeto coletivo que vem sendo cultivado por uma equipe especial. Nos episódios deste ano, acompanhando trajetórias de pesquisa, buscamos divulgar e popularizar o acesso a pesquisas científicas. Neste episódio, quem conduz o programa é a Fabiana Thomé da Cruz e a Kellen Cristine Pasqualeto, mas, além delas, a equipe se completa com Jaqueline Patrícia Silveira, Anie Barrios, Daiana Schwengber e Gabriela Leal. Além disso, contamos com a edição de som de Fábio Tavares e a vinheta de Douglas Peixoto - Dodô. A identidade visual é de Vicente Marques e o apoio técnico de Luís Fernando Heckler.

Referências mencionadas no episódio: 

BRASIL. Lei nº 9985, de 18 de julho de 2000. Regulamenta os arts. 225, incisos I, II, III e VII da Constituição Federal, institui o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza e dá outras providências. Sistema Nacional de Unidades de Conservação - Snuc. Brasília

GAMA, Zilda Joaquina Cohen dos Santos. Governança dos recursos florestais em Unidades de Conservação na Amazônia: o manejo florestal comunitário na Floresta Nacional do Tapajós. Tese de Doutorado. Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Rural. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. 237 p. Porto Alegre, 2019.

Imagem representando o episódio do podcast
Logo do Napead Logo da Sead Logo da Ufrgs 85 Anos

O presente trabalho foi realizado com apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – Brasil (CAPES) – Código de Financiamento 001.