Depois de toda a polêmica das máscaras caseiras, será elas são realmente eficientes contra o SARS-CoV-2?

A lavagem das mãos e o uso de máscaras têm sido indicadas na luta contra o novo coronavírus. Em alguns países, as pessoas estão sendo encorajadas a fazer máscaras caseiras, mas é necessário saber se essas máscaras realmente protegem contra o vírus.

Neste trabalho os autores usaram o vírus da influenza aviária para mimetizar o SARS-CoV-2 e testaram três tipos de máscara.

Foi usado um nebulizador para produzir aerossóis (suspensão) contendo as partículas virais, que foram sugadas por um equipamento que mimetizava a respiração humana. O equipamento era recoberto com as máscaras para avaliar a sua eficiência em barrar o vírus.

A máscara N95 bloqueou praticamente todas as partículas virais, a máscara cirúrgica bloqueou 97% das partículas e a máscara caseira (produzida com tecido poliéster e contendo quatro camadas de papel toalha) bloqueou 95%. Dessa forma, os autores concluíram que a máscara caseira pode ser utilizada com segurança fora do ambiente hospitalar.

Como a água não está sempre disponível para lavarmos as mãos, os autores também testaram a eficiência de toalhas com desinfetantes para a limpeza das mãos. Eles constataram que toalhas umedecidas com sabão ou água sanitária (0,25%) foram capazes de remover a maioria das partículas virais da mão contaminada.

Os autores propõem uma abordagem simples para diminuir a velocidade da pandemia do novo coronavírus: as pessoas, quando estiverem fora de suas casas, devem usar as máscaras e desinfetar as mãos com algum produto para higiene das mesmas. Na falta de álcool gel, podem usar toalhas umedecidas em sabão ou água sanitária.

INSTRUÇÕES DO MINISTÉRIO DA SAÚDE BRASILEIRO PARA A CONFECÇÃO DE MÁSCARAS CASEIRAS.

FONTE: Potential utilities of mask wearing and instant hand hygiene for fighting SARS-CoV-2. Ma QX, Shan H, Zhang HL, Li GM, Yang RM, Chen JM. J Med Virol. 2020 Mar 31. doi: 10.1002/jmv.25805.

10 respostas para “Depois de toda a polêmica das máscaras caseiras, será elas são realmente eficientes contra o SARS-CoV-2?”

  1. Olá, gostaria de saber sobre a eficiência das máscaras de algodão duplo e sobre os modelos, ouvi dizer que o modelo de pregas o qual não tem corte e costura na parte da frente seria mais eficiente que a anatômica tipo “bico de pato” pois a costura frontal permite o vírus passar com mais facilidade.

    1. Em relação às máscaras de tecido, quanto mais camadas de tecido, maior a proteção. Sobre o modelo “bico de pato”, a máscara que possui esse modelo é a N95, que é mais eficaz na proteção contra o coronavírus do que as máscaras cirúrgicas ou de tecido. A maior eficiência é devido a presença de um filtro de ar que bloqueia as partículas em suspensão. O problema é que essas máscaras N95 estão em falta e está sendo recomendado que elas sejam utilizadas apenas pelos profissionais de saúde que estão lidando diretamente com os doentes. Essa medida é essencial para que esses profissionais não tenham que ser afastados por causa da COVID-19. Precisamos de todos os profissionais de saúde trabalhando com o uso de máscaras e demais equipamentos de proteção individuais adequados. Vamos fazer a nossa parte. Vimos no artigo que as máscaras de tecido são suficientes para nos proteger fora do ambiente hospitalar.

        1. As orientações que existem é usar enquanto o tecido estiver seco. Ao chegar em casa, deve retirar cuidadosamente a máscara, lavar com água e sabão abundantes, deixar secar e passar com ferro em temperatura baixa.

      1. Não necessariamente. O cuidado que temos que ter é não haver buracos ou espaços na máscara. Ela deve cobrir o nariz e a boca, protegendo a face.

  2. Bom dia. Ref. às máscaras de tecido, não compreendi o que você disse: “tecido poliéster e contendo quatro camadas de papel toalha”? Não basta tecido 100% algodão em 2 camadas? É preciso colocar papel toalha dentro? Grata.

    1. Oi, Isabela. Fizemos dois posts sobre o tema máscaras caseiras. No artigo do post que você comentou, os autores produziram a máscara com tecido poliéster e quatro camadas de papel toalha. Foi essa a máscara avaliada por eles. Mas, se você olhar o post do dia 03 de junho, vai ver que foi preparado um material específico para tirar dúvidas sobre máscaras caseiras. Tem várias dicas lá. Dê uma olhada.

Os comentários estão desativados.