Teste positivo para o SARS-CoV-2 mais de 60 dias após o aparecimento dos sintomas??? Leiam essa descrição de caso.

Uma mulher de 50 anos de idade com febre de 38,6ºC deu entrada em um hospital em Taiwan. Ela não tinha nenhum outro sintoma e era proveniente de Wuhan, China. Por conta disso, foi transferida para uma unidade de isolamento de suspeitos de COVID-19.

Suábes de garganta e amostras de escarro foram positivas para o SARS-CoV-2 por RT-PCR (teste padrão para detecção do vírus). Os testes foram repetidos quase todos os dias durante a sua internação. Amostras de fezes e de gargarejo com solução salina também foram positivas para o vírus. Além dos testes moleculares, o vírus também foi cultivado em laboratório.

Uma queda na carga viral (número de partículas virais) foi observada após uma semana de internação, porém o vírus continuou a ser detectado por RT-PCR até 63 dias após o aparecimento dos sintomas. Apesar do vírus não conseguir mais ser cultivado em laboratório após o 18º dia, a detecção do RNA viral por RT-PCR significa que ainda podem existir partículas virais viáveis passíveis de serem disseminadas.

Os anticorpos contra o SARS-CoV-2 foram detectados a partir do 10º dia.

Os autores comentam que o período de contágio da COVID-19 deve durar, pelo menos, mais uma semana após a cura clínica e que a disseminação prolongada do vírus também já foi encontrada em indivíduos assintomáticos.

FONTE: Prolonged Virus Shedding Even after Seroconversion in a Patient with COVID-19, Wang-Da Liu, Sui-Yuan Chang, Jann-Tay Wang, Ming-Jui Tsai, Chien-Ching Hung, Chia-Lin Hsu, Shan-Chwen Chang. Journal of Infection (2020), doi https://doi.org/10.1016/j.jinf.2020.03.063

107 respostas para “Teste positivo para o SARS-CoV-2 mais de 60 dias após o aparecimento dos sintomas??? Leiam essa descrição de caso.”

  1. Por favor, reconsiderem a frase do artigo” a detecção do RNA viral por RT-PCR significa que ainda existem partículas virais viáveis passíveis de serem disseminadas”.
    Isso não é uma verdade, tendo em vista que a detecção por PCR está voltada a um ou dois segmentos genômicos do vírus. Logo, não é possível afirmar que o método seja capaz de detectar partícula viável.

      1. Oi
        Reparei que apesar de terem dito que iam alterar a frase no post, ainda não o fizeram e continuam a dizer as pessoas que o pcr positivo passado dias representa doença activa e transmissivel apesar de não ser essa a informação da OMS e o protocolo usado em muitos paises da Europa! Quem está certo afinal?

        1. Olá, Luca. Desculpe se houve alguma falha. Pode nos informar sobre qual post está falando? Tentamos fazer as correções assim que somos avisados do problema, mas pode ter ocorrido uma falha. Agradecemos se nos disser qual é o post que está com a informação errada. Temos tentado orientar as pessoas em relação ao significado do RT-PCR. É uma metodologia que detecta do RNA do vírus e não a partícula viral ativa. O problema é que o RNA é uma molécula muito instável e facilmente destruída. A sua detecção é mais provável se houver partículas virais ativas e em replicação. Como não há como saber com segurança se as partículas virais estão ativas, o melhor é agir com precaução. Melhor prevenir do que remediar.

    1. Bom dia fiz o pcr e deu detectado mais so estava com falta de ofato devo fica quantos dias em casa e devo repetir o teste com quanto tempo.

      1. Oi, Gabrielly. Permaneça em isolamento por, pelo menos, 14 dias. Após esse período, pode repetir o RT-PCR para ver se já está negativo e/ou a sorologia quantitativa, com coleta de sangue em laboratório, para ver se está IgM não reagente.

    1. Oi, Paula. O mesmo que é recomendado quando o tempo é menor: manter isolamento social e prestar atenção nos sintomas. caso apareçam sintomas mais graves, procurar ajuda médica.

  2. Apresentei sintomas de covid no final d abril. Fiz o PCR é deu positivo. Sou asmática , tenho rinite e sinusite. Apresentei sintomas consegui seriados leves como muito ressentimento na garganta, fantosmia, dor de cabeça e total falta de olfato e paladar. Estamos no final de junho e continuo completamentes sem paladar e com pouquíssimo de olfato. Tenho apresentado sintomas de fantosmia e calafrios além da falta de paladar. Será o covid ainda? Não fiz a sorologia ainda.

    1. Oi, Cristiane. O melhor seria você realizar outro teste para tentar tirar a dúvida. Se os sintomas estiverem te incomodando, procure ajuda médica.

      1. Olá Poderia me tirar uma dúvida fiz o teste dia 11/11 e deu positivo repeti o exame dia 02/12 e continua positivo mas de 20 dias depois gostaria de saber se ainda trasmito pois ganhei nenem dia 03/12 mas eles falaram que não precisa coletar o exame dela estou bem preocupada

        1. Oi, Jenny. Muitos médicos aconselham que haja contato entre a mãe e o bebê, incluindo amamentação, mesmo que a mãe esteja com COVID-19. O vírus não é transmitido pelo leite e crianças costumam ser assintomáticas ou ter quadros leves da doença. Siga as orientações do teu médico e fique tranquila. Qual foi o teste que você fez para COVID-19? Se foi o RT-PCR, resultado positivo é interpretado como infecção ativa, embora exista a possibilidade de ser apenas detecção de resquícios de RNA viral (sem infecção ativa). Como precaução, use máscaras e luvas ao amamentar. Não tenha receio. Aproveite a filhinha recém-nascida. Parabéns.

  3. Olá.Meu irmão teve sintomas em 26/04 e fez o exame de nasorafinge em 08/05 num laboratório e deu negativo. Porém seus sintomas eram os da Covid. Depois de quase 60 dias fez o teste sorológico na farmácia e deu IGg reagente e IGm também, sendo que este segundo apareceu muito claro na lâmina do teste, gerando um pouco de dúvida. Ele foi orientado a refazer em 15 dias um novo teste sorológico, mas está confuso.

    1. Oi, Vânia. Infelizmente, existe sempre a possibilidade de resultados falso-negativos em todos os exames, incluindo o RT-PCR, que foi o que o teu irmão realizou. Por isso ele é usado em conjunto com os testes de anticorpos, que complementam a avaliação. Aparentemente, ele teve COVID-19 e está em recuperação. O teste de anticorpo realizado foi o rápido; o ideal seria fazer o teste sorológico em laboratório, com coleta de sangue. Talvez ele consiga tirar as dúvidas sobre o IgM. Ele pode aguardar os 15 dias sugeridos e fazer a sorologia em laboratório (não o teste rápido).

  4. Olá! Fiz um teste rápido Igm e deu positvo, a pessoa que realizou o teste disse que apareceu uma linha bem clarinha, depois de 8 dias repeti e deu negativo, não fiz ainda o teste rapido igg, fiquei na dúvida se estava realmente com o vírus.

    1. OI, Alexandra. Os testes de anticorpos não dizem se você está com o vírus. Eles apenas dizem se você tem anticorpos contra o vírus, o que significaria que você entrou em contato com ele. O teste correto a fazer para ver se está infectada e transmitindo o vírus é o RT-PCR. Além disso, os testes rápidos não são muito bons e apresentam muitos resultados falsos. Os testes de sorologia feitos com coleta de sangue em laboratório são mais confiáveis.

  5. Boa noite em fevereiro passei muito mal . Tive todos os sintomas do Covidi e fiquei de cama por 15 dias. Na epoca fui tratada como crise de sinusite aguda. Fiz um teste rapido em maio deu negativo. Agora fiz outro teste rapido em junho deu positivo . Fui encaminhada para fazer o teste do nariz e garganta. E deu positivo não sinto nada. Hoje faz 8 dias q fiz esse exame. Fui orientada a ficar mais 7 dias em isolamento e depois vida normal. Eu ainda corro risco de contaminar ? Estou com o virus ativo em mim?

    1. Olá, Gal. O teste do nariz e garganta é o RT-PCR, que é o teste correto para saber se você tem o vírus. No teu caso, deu positivo e te orientaram a fazer quarentena. O ideal é repetir o RT-PCR após o final da quarentena para ver se ainda está com o vírus ou não. Algumas pessoas carreiam o vírus por bastante tempo e podem transmitir para outras pessoas. Se o RT-PCR após a quarentena continuar positivo, significará que você ainda tem o vírus e você terá que continuar em quarentena por mais 14 dias, repetindo o teste de RT-PCR até ter resultado negativo. Aí, sim, vida normal. Aproveitando, todas as pessoas que entraram em contato com você desde fevereiro devem ser avisadas para que façam o teste também (preferencialmente o RT-PCR). Caso tenham resultado positivo, também devem entrar no mesmo esquema da quarentena. Achando e isolando os contatos de todos os que se infectaram com o vírus conseguiremos sair dessa mais rápido.

  6. Eu fiquei doente no começo de abril e fiz o exame de covid deu positivo eu estava muito doente. Voltei ao trabalho ainda com sintomas pois os 15 dias do atestado. Deu uma melhorada mas a corisa dor de cabeça e tosse seca não foi embora. Agora mais de 60 dias depois eu fiz o de sangue pra saber a “imunidade” daí eu fiquei muito confusa pois os dois tanto o IgG e o IgM deram positivos. A medica me deu 10 dias de atestado. Eu nem vou apresentar no trabalho por que eu ja tive covid. Como eu ainda estou ? O IgG deu 2.369 e o IgM 2.643. Alguém pode me ajudar?? Porque eu ainda estou com covid e esse tempo todo? Estou assintomática agora. Mas ainda tô com o vírus. 😨

    1. Oi, Maria. Você não deve trabalhar se existe possibilidade de ainda estar infectada (algumas pessoas têm o vírus por muito tempo, até meses). O fato de você ir trabalhar ainda com sintomas, por exemplo, apresenta o risco de disseminar o vírus para as outras pessoas do teu trabalho. Isso é o que deve ser evitado. Só assim conseguiremos parar essa pandemia, já que não temos tratamento nem vacina. Se você tem um atestado, use. Isso irá proteger as outras pessoas. Continuando a te responder: O teste de anticorpos que você fez (sorologia com coleta de sangue) é um teste confiável. O problema é que ele não diz se você está com o vírus ou não. O que ele diz é se você tem anticorpos contra o vírus. É esperado que IgG seja positivo após a infecção, mas várias pessoas têm relatado IgM positivo por um longo tempo após a infecção. O ideal é fazer o teste do RT-PCR para saber se ainda tem o vírus. Esse teste é o mais adequado para saber se tem infecção ativa.

  7. Ola, minha irmã fez o pcr 29/05 e deu positivo, dia 27/06 fez a sorologia e continuou positivo e dia 20/07 fez outra sorologia e continua positivo. Ainda tem risco de transmissão e de ela ter alguma complicação além da fadiga que sente?

    1. Oi, Soraia. A sorologia apenas diz que a tua irmã desenvolveu anticorpos ao entrar em contato com o vírus. Isso é esperado e desejado, já que queremos imunidade. O problema é que tem sido observado que os anticorpos diminuem com o tempo, deixando a pessoa potencialmente vulnerável a outra infecção. Como a tua irmã ainda tem sintomas (fadiga), o melhor seria ela fazer outro teste de RT-PCR. Esse teste é o mais adequado para saber se ainda há infecção ativa. Se der positivo, ainda existe risco de transmissão. Em relação a complicações, ela deve ficar atenta. Provavelmente, não sentirá nada mais grave, já que a maioria das pessoas infectadas apenas tem sintomas leves ou é assintomática. Se a tua irmã quiser ficar mais tranquila, diga para ela procurar acompanhamento médico. Um médico deverá orientá-la sobre a evolução da doença.

  8. Ola será que tive covide 19 sintomas- fadiga na respiração – cansaço sem fazer nada- só queria cama- calafrios-perdi o paladar- sonolência- toce seca- esses sintomas por uns 14 Dias começo dos sintomas 24 de maio mas só fiz o teste sorológico em 23 julho e deu negativo fiz o teste porque minha filha deu positivo a 15dias e estava aqui na minha casa não estou sentindo nada aguardando resposta obrigado.

    1. Oi, Ester. Pela descrição dos sintomas, é provável que você tenha tido COVID-19. O fato do teste sorológico ter dado negativo é condizente com a literatura, que mostra que os níveis de anticorpos baixam com o tempo, podendo chegar a níveis não detectáveis nos testes de sorologia. Como você não tem mais sintomas e os testes sorológicos foram negativos, provavelmente não está mais infectada. Se sentir o retorno dos sintomas, procure ajuda médica.

    2. Olá fiz o exame em 26/06 deu positivo com o Igm 3,5 e depois fiz dia 01/7ainda deu positivo Agora refiz 31/07 ainda continua positivo com o Igm maior ainda 6,9 gostaria de saber se ainda posso transmitir estou muito confusa

      1. Olá, Rosilene. O melhor teste para saber se você está, possivelmente, infectada e podendo transmitir o vírus é o RT-PCR. Se você não tem como fazer esse teste, é possível fazer uma estimativa dessa possibilidade pelo IgM. Apesar do teste de anticorpo apenas dizer que o teu organismo está reagindo, IgM é normalmente associado à fase aguda da infecção. Portanto, pela tua descrição, existe possibilidade de transmissão do vírus.

  9. Boa tarde! Eu testei positivo em 30/06 fiz PCR na instituição hospitalar que trabalho, no dia 21/07 repeti o teste PCR e ainda deu positivo. O médico infectologista e o pneumologista que me atenderam me disseram que por eu ter tido pneumonia o PCR estava detectando microparticulas do vírus morto pois o pulmão ainda estava se recuperando, não tenho mais sintomas, nem febre, nem falta de ar ou dor no corpo que tive muito nos primeiros dias. Tenho tosse e eles disseram que ela pode permanecer por algum tempo. Como estou a 10 dias sem sintomas me disseram que não estou mais doente, que não transmito mais. Realmente é isso? Vi que tu sempre recomenda repetir o PCR pois ele aponta infecção ativa, mas no caso eles me disseram que não estou mais com infecção ativa e que esse RNA viral detectado pelo exame é do vírus já morto nas paredes pulmonares, que isso já vem sendo estudados amplamente e que essas partículas colocadas em cultura não tem crescimento pois o vírus não está mais vivo. Aguardo resposta.

    1. Oi, Eliana. Nós respondemos a tua pergunta ontem, mas vamos copiar a resposta aqui de novo. Caso ainda tenha dúvidas, pode voltar a perguntar.
      Infelizmente, tem havido confusão na interpretação dos resultados do RT-PCR. Como toda metodologia molecular, a grande crítica que existe é que o teste detecta um componente do vírus (o RNA), não sendo uma metodologia direta de avaliação de viabilidade viral. Portanto, em teoria, existe a possibilidade de detecção de resquícios de RNA viral não infectante, mas ninguém sabe com 100% de certeza. Assim como pode ser detecção de RNA viral apenas, pode significar infecção ativa, já que o vírus libera o RNA dentro da célula para poder se replicar. A interpretação que tem sido dada por cientistas é que RT-PCR positivo significa possibilidade de infecção ativa. O equipamento é realmente sensível, porém existe um valor limite de detecção do RNA viral que é correlacionado a uma grande quantidade de partículas virais, provavelmente alcançada se o vírus estiver se multiplicando. O laudo positivo só é liberado se o equipamento detectou que esse valor limite foi ultrapassado, por isso a interpretação de infecção ativa.

      1. Refiz o PCR no dia 27/07 e deu não detectável, consultei o dr. Cláudio infectologista chefe do CCIH da Santa Casa de Porto Alegre ele me disse que o teste é sim muito sensível, que não há praticamente possibilidade de a pessoa ser contagiosa após o 10° dia de infecção, ele disse que há muitos estudos acompanhando pacientes tardios de covid, fragmentos virais estão mantendo a detecção de RNA pelo PCR, mas não quer dizer que as pessoas estejam doentes muito menos com a infecção em fase ativa, no Brasil pela testagem ser ineficiente não se consegue acompanhar muito pq as pessoas quando muito são testadas no início dos sintomas. Fiz a sorologia pelo protocolo do hospital onde trabalho e meu igm deu não reagente e IgG reagente.

        1. Oi, Eliana. RT-PCR não detectável, IgM não reagente e IgG reagente é indicativo de recuperação mesmo. Parabéns. Em relação à detecção de RNA viral após o 10º dia, na verdade, não se sabe se significa infecção ativa ou não. Mas a precaução nos diz para interpretar da forma mais restritiva e tomar todos os cuidados possíveis para evitar a disseminação do vírus. A metodologia leva em consideração ruídos de presença de pouco RNA viral. Só é interpretado como detectável quando há quantidade suficiente de RNA viral para dizer que não é um ruído. É melhor ser cauteloso.

  10. Boa tarde! Estou muito confusa pois desde meados de Março dias antes de começar o lockdown aqui em Londres começou com ataques de tosse seca e muita irritacao na garganta, pressão no peito. Sem febre.
    A tosse foi embora mas a garganta sensível demais. Comecei a me sentir bem e estava me exercitando em casa. Mas a garganta frágil.
    Até que uma noite a garganta começou com um sintoma estranho parceria um espasmo que se estendia para a mandíbula etc…inchaço das glandulas sublinguares, e um enrijecimento estranho irradiando do queixo para os ouvidos. Garganta e pescoço na frente doendo por dentro.
    Fiz todos os exames que Graças a Deus deram negativos. Porém menos Covid que o médico disse que eu nao.tenho sintomas nem inflamaçao no exame de sangue e RX etc..
    Só que a garganta ainda ressentida demais e uma hipersensibilidade para poeira que eu nunca tive.
    Vou fazer o teste de Covid que recebi o Kit.
    Gostaria de saber se é verdade sobre o virus se alojar nos tecidos da fascia ? Obrigada pela atenção.

    Deus tem sido minha fortaleza! A ele agradeço por me manter mentalmente sã e cuidar da saúde do meu corpo.

    1. Olá, Liana. O SARS-CoV-2 utiliza a proteína ACE2 como porta de entrada nas células, além da protease TMPRSS2. Essas proteínas estão presentes em muitos tipos de células de vários órgãos do nosso corpo. Por isso a COVID-19 causa tantos sintomas diferentes e atinge tantos órgãos. Isso torna essa doença muito desafiadora e pouco usual. Infelizmente, ainda não se sabe muito sobre o que acontece depois que o vírus entra na célula. Se sabe que ele se multiplica e, potencialmente, pode se disseminar para atingir outras células do nosso corpo, mas o conhecimento científico sobre essas etapas ainda está iniciando. Nos mantenha informados sobre o resultado do teu exame para COVID-19. Melhoras.

        1. Oi, Maria. Você deve ter feito o exame de sorologia para detectar anticorpos contra o SARS-CoV-2. Esse valor significa que deu reagente, mas você tem que ver se o resultado é referente a IgM ou IgG. Olhe o nosso post sobre interpretação dos testes de anticorpos para entender o significado.

  11. Tive uma crise de sinusite constatada,os sintomas começaram dia 19/07,do dia 21 até dia 27/07 me trataram com antibióticos . Os únicos sintomas que tive foram da sinusite ,e não sinto mais nada a pelo menos 4 dias . Acontece que tiveram que me notificar e no dia 27/07 fiz o teste rápido que deu igm e igg reagentes. Fiz o rt pcr dia 30/07 e deu detectado . Não tenho nenhum sintoma e gostaria de saber qual seria o prazo mais confiável para se repetir o exame e qual devo fazer.
    Existe chances do vírus ficar muito tempo no corpo,mesmo eu sendo assintomática?
    Quando meu resultado do igm e igg deram reagentes ,o médico disse que poderia voltar a minhas atividades normais ,que teoricamente não contaminaria ninguém . Porém a empresa só vai me aceitar com resultado negativo .
    Estou muito ansiosa e preocupada.
    E ainda se tem risco de contaminar?
    Por favor me ajudem

    1. Oi, Bianca. Enquanto o resultado do teste de RT-PCR for positivo, existe a possibilidade de você disseminar o vírus para outras pessoas. A tua empresa está correta em apenas te aceitar com o teste negativo. Refaça o teste de RT-PCR 14 dias após o dia do teste positivo. Mantenha-se em isolamento até lá. A maioria das pessoas não tem complicações, então não precisa ficar ansiosa.

    2. DETECTADO O RNA DO SARS-CoV-2, boa noite meu exame de PCR famoso cotonete.
      O que isso significa???

      Podem me ajudar?

      Não tive febre,nem tosse, nem dor na garganta e nem espirrando. Somente um desânimo e um pouco de desconforto na respiração.
      Mas fiz porque pessoas em minha família estão com suspeitas

      1. Oi, Igor. A detecção do RNA do vírus pelo RT-PCR é interpretada como infecção ativa. Você está sentindo alguns dos sintomas relatados na COVID-19. Mantenha-se em isolamento e procure orientação médica. Melhoras.

  12. Senti cansaço físico e respiratório no dia 28/06 e no dia 06/07 fiz o teste de sorologia e pcr. A sorologia deu reagente e o pcr deu negativo. Dei início a medicação que o médico passou por 5dias. No quinto dia fiz uma tomografia que deu tudo normal. Passado reze dias da primeira tomografia,fiz outra que também mostrou q tava tudo normal com os pulmões. No dia 31 de julho fiz um novo teste sorológico e o meu IGM deu 3,7 e o IGG deu o,1. É possivel que eu ainda esteja com o vírus ativo? posso ainda er complicações? Ainda sinto um pouco de faltade ar e cansaço. Tenho que tomar as medicações de novo?

    1. Olá, Rozilda. Para saber se está com o vírus ativo, o melhor teste é o RT-PCR. O teu primeiro teste deu negativo, apesar da sorologia (IgM?) ter dado positiva. Os testes sorológicos podem dar resultados falso-positivos.Se você puder, refaça o RT-PCR para confirmar se tem infecção ou não. Como você está com alguns sintomas, o melhor seria procurar orientação médica. Existem outras doenças que causam sintomas parecidos. Melhor verificar.

  13. Olá boa tarde!!

    Meu pai acabou de pegar o resultado do exame pelo site do laboratório, mas ficamos em duvida porque em cima apareceu em negrito
    DETECTADO ( Presença do RNA de coronavirus Sars-cov 2)

    E abaixo apareveu !
    Valor de referência :Não detectado ( Ausência do Rna de coronavirus sars-cov 2)

    E a pergunta e deu ou não positivo

    Poderia me dizer por favor.

    1. Olá, Luana. No detectado deve ter aparecido que é o resultado do exame. Verifique se tem a palavra RESULTADO. Esse é o resultado do exame do teu pai. Se ainda tiver dúvida, o melhor é perguntar no laboratório que fez o exame. Eles irão te informar.

  14. Boa noite, testei positivo no dia 20/08 não senti nenhum sintoma até o 10°dia do teste, depois comecei com uma tosse leve, passei mais 9 dias em isolamento, a tosse passou, mas estou com um pigarro na garganta, ainda estou transmitindo o vírus?

    1. Olá, Renale. O teste mais adequado para saber se você ainda tem a infecção e pode, potencialmente, transmitir o vírus é o RT-PCR. Foi esse teste que você fez? Talvez o melhor seja repetir o RT-PCR para te tranquilizar em relação à transmissão do vírus.

  15. Boa noite dia 8/06/2020 meu igm reagente 5,4 igg reagente 100,04 tive sintomas relativamente leve passado alguns dias ainda com um pouco de dor de cabeça resolvi refazer o exame resultado em 5/08/2020 igm reagente 6,7 e igg reagente 27,5 voces acham que seria uma reinfecçao ou nunca me curei da primeira infecçao ? Reinicie o tratamento p covid novamente alguma sugestão ???

    1. Olá, Juliano. Os exames de anticorpos apenas dizem como o teu sistema imunológico reagiu ao contato com o vírus. Provavelmente você ainda está com reação à infecção inicial, embora existam alguns poucos relatos na literatura de reinfecção. Seria bom fazer o RT-PCR para ver se ainda está com capacidade de transmissão do vírus. Entre em contato com o grupo no Facebook Pós-Covid-19 (Sintomas persistente 30 dias ou mais). Talvez eles possam te ajudar.

  16. Boa tarde, testei positivo no meio de abril, com 14 dias de afastamento e já tinha todos os sintomas do Covid menos febre. Um tempo depois no hospital estávamos fazendo exames sorológicos pra vê a imunidade, o meu igg positivo e igm positivo, isso no mês de junho, julho e agosto tbem, estou positivo ainda, o médico me afastou novamente os 14 dias no começo do mês, tomei a medicação novamente. Ainda estou positivo sinto dor no peito coriza, ageusia e anosmia, adinamia, calafrio tosse . Como posso ser possível tanto tempo dando positivo? Eu não consigo encontrar caso igual nosso, no caso eu e uma colega de trabalho estamos testando positivo dês de abril.
    ps: IgM 1600 IgG 2300

    1. Olá, Ângela. Qual exame você fez? O RT-PCR detecta o RNA do vírus, o que é interpretado como infecção ativa. Os testes de anticorpos detectam que o teu organismo entrou em contato com o vírus e reagiu, formando anticorpos. IgM é detectado após 5 a 7 dias de exposição ao vírus e pode significar que você ainda está infectada. IgG é detectado após 14 dias de exposição ao vírus. Ter resultado positivo para RT-PCR e/ou IgM significa alta probabilidade de estar infectada. Se for esse o caso, mantenha-se em isolamento até ter resultados negativos nesses testes.

    1. Olá, Jadilson. Desculpe a demora na resposta, mas fomos confirmar a interpretação do laudo em uma instituição que está fazendo esses testes. Os laudos estão sendo escritos de forma diferente pelas instituições. Algumas colocam o valor de referência e outras não. O que importa é o resultado. No caso do teu filho, o resultado foi “detectado o RNA viral”. Esse resultado tem sido interpretado como infecção ativa. O valor de referência é o que é encontrado normalmente. Por exemplo, em um exame de glicose existe um intervalo de valores considerado normal, que são os valores de referência. Quando alguém tem resultados que saem desse intervalo, há um problema. No caso da infecção por um vírus, o normal é não haver detecção. Por isso o valor de referência é “não detectado”. Resumindo: como o teu filho apresentou sintomas de COVID-19 e RT-PCR positivo (RNA viral detectado), a interpretação é infecção ativa. Ele está sendo acompanhado por algum médico? De qualquer forma, ele deve se manter em isolamento.

  17. Olá gostaria de entender melhor meu resultado foi feito o do cotonete pelo nariz logo veio o resultado: DETECTADO RNA do SARS- CoV-2
    Valor da referência : Não detectado

    1. Olá, Marcelo. Isso quer dizer que detectaram o RNA viral na tua amostra, o que é interpretado como infecção pelo vírus. O valor de referência é o que é normal na população; no caso desse vírus, o normal é não ser detectado. Alguns laudos nem colocam esse valor de referência para não confundir. O fato é que você está com a COVID-19 e deve se manter em quarentena por, pelo menos, 14 dias. Após esse período, seria bom fazer novo RT-PCR para ver se já está negativo e/ou fazer a sorologia quantitativa, com coleta de sangue em laboratório, para ver se está com IgM não reagente antes de sair da quarentena. Se sentir sintomas, procure orientação médica.

  18. Bom dia! Uma amiga teve Covid-19 e depois de 60 dias, ainda acorda com tosse. É o único sintoma. Ela ainda pode transmitir? A médica a liberou para trabalhar. O IGM e o IGG , no teste rápido, ainda deu como Reagente.

    1. Oi, Cristiane. A médica liberou para o trabalho porque fez uma avaliação do quadro clínico da tua amiga. Não é esperado que pessoas com sintomas leves, como é o caso, permaneçam infectadas por muito tempo. O esperado é que, nesses casos, a infecção termine antes dos 14 dias da quarentena. Mas, se a tua amiga quiser ficar mais tranquila, peça para fazer um teste sorológico quantitativo, com coleta de sangue em laboratório, para ver IgM. Os testes rápidos não são adequados para diagnóstico individual porque dão muitos resultados falsos. O esperado é que ela esteja IgM não reagente após todo esse tempo.

        1. Oi, Cristiane. É possível, sim, embora algumas pessoas apresentem IgM por um longo tempo, mesmo após a infecção ter terminado. Enfim, por precaução, se der IgM reagente, o melhor é considerar como provável infecção ativa.

  19. Fiz PcR no dia 08 de outubro. Deu detectado. Repeti 15 de outubro novamente detectado. Fiz para IgG/IgM e deu não reagente para os dois no dia 26 de outubro. Ainda transmito Covid? Que exame devo repetir e quando?

    1. Oi, Sérgio. O RT-PCR detecta o RNA viral e é interpretado como infecção ativa. Existe uma crítica que a metodologia não detecta a presença de partículas virais infectantes, mas apenas do RNA, que poderia estar presente mesmo sem haver partículas virais infectantes, mas essa crítica é falha porque o RNA é uma molécula muito frágil e fácil de ser destruída. Provavelmente só haveria RNA em quantidade suficiente para ser detectada no RT-PCR se as partículas virais estivessem se replicando, por isso ele é interpretado pelos cientistas como infecção ativa. Em relação aos anticorpos, o esperado é que IgM comece a aparecer 5 a 7 dias após o início da infecção e IgG após 14 dias, mas isso varia de pessoa a pessoa. Algumas pessoas não produzem anticorpos em quantidade suficiente para detecção nos testes e esse pode ser o teu caso. Repita o RT-PCR (pode ser imediatamente) até ter resultado negativo.

  20. Olá tive todos os sintomas da covid19 em 04 de março. Mas ainda nem se falava por aqui. Resolvi fazer teste no laboratorio em setembro mas o resultado foi negativo. Será porque levei muitos meses pra fazer? Como ter certeza de que não fui contaminada?

    1. Oi, Lúcia. Não há como saber. Os níveis de anticorpos decaem rápido e é possível que o teu resultado negativo seja devido ao tempo que passou. De qualquer forma, como os anticorpos decaem rápido, há possibilidade de reinfecção. Portanto, continue tomando cuidados: use máscaras, lave as mãos frequentemente e pratique o distanciamento social.

  21. Ola meu nome é Misael Paiva, enfim no dia 07 de junho de 2020 fui detectado com sars cov 2 covid 19 pelo exame pcr, fiz todos os procedimentos de isolamentos mi recuperei, no dia 27 de outubro de 2020 fiz novamente o exame pcr. Eu fiz pelo motivo de migrar pra uma empresa nova q e expressamente obrigatorio o exame rt pcr, nao estava com sintomas algum. Mas enfim este rt pcr deu positivo novamente. Queria entender melhor eu fui infectado de novo pelo virus?

    1. Oi, Misael. O RT-PCR é o teste padrão para diagnóstico de COVID-19. Ele detecta a presença de RNA do vírus. A grande crítica que existe é que ele não detecta a presença de partículas virais viáveis, portanto, poderia em tese detectar a presença de resquícios de RNA que pudessem ainda estar presentes. O problema que torna essa crítica fraca é que o RNA é uma molécula muito instável e é facilmente degradada. Quando o RNA está dentro da partícula viral ou está sendo replicado nas células, não há degradação e sua detecção é interpretada como infecção ativa. Apesar do pouco tempo entre os dois eventos de RT-PCR positivos relatados por você (aproximadamente cinco meses), é possível que tenha havido uma reinfecção. Os níveis de anticorpos decaem muito rapidamente nessa doença, possibilitando a reinfecção. Infelizmente, terá que cumprir o isolamento novamente. Ao final, faça novo teste RT-PCR para ver se já negativou (a reinfecção só pode ser confirmada se você tiver resultado RT-PCR negativo entre os eventos de RT-PCR positivos). Se tiver negativado, continue tomando cuidados para não se reinfectar novamente: use máscaras, lave as mãos frequentemente e pratique o distanciamento social.

  22. Olá!

    Realizei um primeiro teste sorológico que deu reagente para IGM em 6,9UA/Ml, porém Igg e totais não reagiram. Como no exame estava escrito que poderia ser falso positivo, meu médico solicitou um novo exame. Realizei o exame 21 dias depois, e o IGM reagiu novamente em 2,1UA/Ml. Porém o igg e totais permaneceram negativo. Devo me preocupar? Não tive sintoma algum. Após 21 dias, já não deveria aparecer anticorpo IGg?

    Muito obrigado!

    1. Olá, Ciro. Eles têm razão; parece ser um resultado falso-positivo. Eles chegaram a essa conclusão porque o teste de anticorpos totais deu não reagente. Esse teste detecta o somatório dos anticorpos produzidos e o esperado é que desse reagente também. Você fez o segundo teste no mesmo laboratório do primeiro? O problema é que existem vários kits aprovados pela ANVISA para detecção de anticorpos e cada laboratório pode estar usando um kit diferente. Cada kit detecta anticorpos contra proteínas diferentes do vírus. Algumas dessas proteínas são mais comuns e podem ser encontradas em outros vírus (justificando resultados falso-positivos em alguns kits) e outras dessas proteínas são mais específicas, como a proteína Spike. Se os dois exames que você fez foram no mesmo laboratório, é possível que tenham usado o mesmo kit e que esse kit esteja detectando anticorpos contra essas proteínas menos específicas. Assim, estaria detectando anticorpos que você tenha desenvolvido contra outros vírus como se fossem anticorpos contra o SARS-CoV-2. Para tirar a dúvida, tente repetir o exame em outro laboratório.

  23. Estava com todos os sintomas da covid19 e quando fiz o exame rt-pcr,os sintomas já estavam bastante fracos (isso no 4ª de sintomas) quais as chances de dá um resultado correto?

    1. Olá, Maria Cristiane. Isso depende de quanto tempo passou desde a tua exposição ao vírus e o início dos sintomas, o que normalmente não é conhecido. O RT-PCR é mais confiável nos primeiros dias. Se você começou logo a ter sintomas e for COVID-19 mesmo, provavelmente ele irá conseguir detectar o RNA do vírus no quarto dia de sintomas. Mas se o resultado do RT-PCR for negativo, isso não quer dizer necessariamente que está incorreto. Muitos sintomas da COVID-19 são semelhantes aos de outras viroses respiratórias. Procure orientação médica para ficar mais segura.

  24. Após dois meses sem qq sintoma, o PCR continua positivo, mas o igm deu não reagente, e o igg reagente. É possível ainda falar em contaminação?

    1. Oi, Sérgio. O RT-PCR detecta o RNA do vírus, não a presença direta de partículas virais infectantes. Portanto, há a possibilidade de haver detecção de resquícios de RNA que estejam presentes, embora essa possibilidade seja pequena, já que o RNA é uma molécula instável e facilmente degradada. Ainda não sabemos tudo sobre esse vírus e algumas pessoas têm relatado o mesmo que você. O melhor é procurar orientação médica para ter uma opinião que seja embasada não apenas nos resultados de testes, mas também em aspectos clínicos.

  25. Em junho eu fiz o teste de sorologia e deu positivo como igm 1.3 e o igg negativo, com uma semana após tive pior e deu o igm 1.4 e o igg negativo. Passei 20 dias separado da familia dentro do quarto. Qndo fiz o exame de novo deu igm negativo e o igg positivo. Agora em setembro tive covid de novo e muito mais forte com o igm 1.6 e o igg negativo os itomas mais forte que o primeiro. qnd me isolei passei 20 e qnd fui fazer o exame deu igm negativo e igg positivo. Falei com 2 infectologista e eles disseram que tive uma reinfecção e fiz o exame do nariz. Só que o secretario de saúde disse que no Brasil não tinha caso disso. Agora descobri váris casos. Será que eu tive reinfecção?

    1. Oi, Suyene. Os casos suspeitos de reinfecção estão começando a surgir. O problema é que não é fácil comprovar que é uma reinfecção porque para isso é necessário ter resultado de RT-PCR positivo no primeiro evento, seguido por resultado RT-PCR negativo e novo RT-PCR positivo depois de meses. No teu caso, foram apenas três meses entre os dois eventos e não é esperado reinfecção em um período tão curto, mas estamos aprendendo aos poucos com essa doença. O que importa é que é possível reinfecção, então você deve manter os cuidados para que não ocorra novamente: use máscara, lave as mãos com frequência e pratique o distanciamento social.

  26. Após 33 dias, já fiz 7 testes do PCR dando resultado positivo, sendo os três últimos apontando baixos positivos, onde em uma escala de 0 a 40, 36 é considerado negativo e estou com carga viral dê 32, clinicamente estou bem até realizando exercícios físicos, porém por orientação médica estou em isolamento todo esse período, ainda estou transmitindo, há necessidade desse isolamento?

    1. Oi, Silva. Você deve seguir as orientações médicas. O teu médico está sendo precavido. Melhor prevenir do que remediar.

  27. Olá, meu namorado atestou positivo para Covid dia 09/11. Os sintomas foram: dores nas costas, perda do olfato e do paladar. O médico deu 14 dias em casa, porém, ele não sabe continua transmitindo ou não, se já pode voltar ao trabalho essa semana dia (24/11) ou se precisa realizar outro exame pcr. Esse exame pode continuar dando positivo? Pois agora só está com a perda de olfato e paladar.

    1. Oi, Esther. Ele pode fazer um RT-PCR para ver se já está negativo e/ou sorologia quantitativa, com coleta de sangue em laboratório, para IgM e IgG em separado. IgM não reagente e IgG reagente significa que a pessoa teve a doença, mas não está mais com COVID-19.

  28. Boa tarde. Ultimamente tenho procurado informações sobre possibilidades de transmissão da covid19 em pessoas com mais de 15 dias. Tenho uma dúvida, se há comprovação de detecção de resquícios do RNA em indivíduos contaminados com mais de 15 dias de infecção porque a OMS diz que alguém depois desse período pode sair do isolamento. Vocês conseguem me indicar algum artigo para ler ou algo assim sobre esse assunto? Essa divergência de informações gera muito instabilidade.

  29. Boa noite. Já faz mais de dois meses que meu teste sorológico dá positivo para a presença de anti – corpos para a Covid. Apesar do tempo longo, o PCR ainda é válido para saber se ainda estou transmitindo, apesar de não apresentar mais sintomas, ou existe algum teste específico para esse tipo de situação de muito tempo apresentando anti – corpos. E quando chegar a vacina, será necessário tomá – lá, já que a função dela será produzir anti – corpos para quem ainda não possui. E quem já possui ?

    1. Oi, Jaime. Qual tipo de anticorpo você está apresentando? Se for IgG, é o esperado. IgG começa a aparecer após 14 dias e indica uma exposição ao vírus ocorrida há mais tempo. Já IgM é associada à fase aguda da doença, com possibilidade de infecção ativa e transmissão do vírus. Esse anticorpo começa a aparecer nos testes, em média, entre 5 a 7 dias após a exposição ao vírus. Apesar disso, já se sabe que na COVID-19 algumas pessoas apresentam IgM reagente por um longo tempo, mesmo não estando mais infectadas. Provavelmente esse é o teu caso. O esperado, caso você faça um RT-PCR, é dar negativo. Em relação às vacinas, é importante saber que nem todos os anticorpos que nós produzimos são capazes de neutralizar o vírus. As vacinas irão induzir a produção de anticorpos neutralizantes, então, provavelmente será recomendado que todos se vacinem.

  30. Bom dia, acabei de pegar meu resultado de exame e fiquei na duvida se vcs puderem me achudar eu agradeço pois eu tive ou tenho o virus ainda, olhei o texto do resultado ” MATERIAL – Swab de nasofaringe
    DIAGN”STICO MOLECULAR CORONAVÕRUS SARS-CoV-2 [COV19]
    M…TODO: RT-PCR (TranscriÁ„o Reversa seguida de ReaÁ„o em Cadeia da
    Polimerase em Tempo Real).
    RESULTADO: NÃO DETECTADO.
    INTERPRETA«ÃO:
    NÃO DETECTADO: Negativo na amostra analisada.
    DETECTADO O RNA DO SARS-CoV-2: Positivo na amostra analisada.
    VALOR DE REFER NCIA: NÃO DETECTADO ” agradeço pela atenção e aguardo retorno, obrigado.

    1. Oi, Vagner. A confusão toda é porque cada laboratório padronizou o laudo de um jeito. Pelo que entendemos, esse laboratório explica no laudo toda a interpretação dos testes. RESULTADO é o resultado real do teu exame. Foi não detectado e a interpretação do não detectado é que foi negativo na amostra analisada. A interpretação do “detectado” seria positivo na amostra realizada, mas não foi o teu caso, não se preocupe. Por fim, o valor de referência é o que é normalmente encontrado na população. O normal é não detectar o vírus.

      1. Obrigado pelas orientações, mas não entendi, ele teve ou não contato com o virus?

        Essa linha “DETECTADO O RNA DO SARS-CoV-2: Positivo na amostra analisada.” não quer dizer nada rs.. é que tive essa mesma mensagem no exame

        1. Olá Fábio,
          Isso é um resultado positivo, ou seja, no momento que fizeste o teste, estavas com o vírus. Espero ter ajudado.

  31. Eu e minha familia tivemos contato com meu pai, no dia 20 de novembro, dia que ele começou a apresentar os sintomas de COVID. Três dias depois, o PCR dele deu positivo. Dia 1/12 fizemos o teste PCR e eu e meu filho, de 14 anos, demos positivo, no entanto estamos sem febre e apenas coriza e dor de garganta. Que tempo devemos contar até o final da quarentena, a partir do dia 20/11 ou a partir de 01/12? Há risco dos sintomas se agravarem:
    Obrigada

    1. Olá Ana,
      Caso os sintomas persistam leves, esperem 3 dias depois da melhora dos sintomas para sair da quarentena, desde que já tenham se passado 10 dias do início dos sintomas. Espero ter ajudado.

  32. Ola, então eu comecei a sentir sintomas de gripe dia 22/11, dia 26/11 eu fiz o PCR deu positivo, porém já esta com uma melhora significativa, não tive febre, nem falta de ar, nem nada desses sintomas fortes, o medico disse que meu caso era leve, e hoje dia 06/12 fiz um PCR só pra saber como estava e novamente deu positivo, porém não apresento sintoma algum.. minha duvida é estou transmitindo ou não ? é possível eu ter algum tipo de recaída ?

    1. Olá Alisson,
      Estás tecnicamente curado. O resultado do PCR pode continuar dando positivo não por causa da presença do vírus, mas do RNA do mesmo, que não foi completamente eliminado. Se estás sem febre há 3 dias, ou outros sintomas melhoraram e se já passaram 10 dias do início dos sintomas, podes deixar a quarentena.

  33. Procurei atendimento pois tive falta de ar e outros sintomas fiz um RX e um exame de sangue que ambos deram uma infecção o médico achou melhor começar o protocolo de covid, fiz o exame de sangue e confirmou positivo, já terminei o protocolo porém continuo com falta de ar e muito cansada, devo procurar um médico novamente??

    1. Olá Elidiane,
      Os sintomas respiratórios podem persistir por tempo variável após a resolução da infecção. Falta de ar é um sintoma importante; recomendaria procurar um pneumologista. Espero ter ajudado.

  34. Olá… testei positivo no dia 20 igg ( nao reagente – 6,50)
    refiz o teste no dia 26 (14 dias do primeiro sintoma) e estava ainda positivo .No dia 08.12 refiz o teste e permanece positivo .
    A minha duvida é ainda estou transmitindo ou posso sair do isolamento?
    E quase um mês dos primeiros sintomas permancer positivo qual fator interfere para o resultado se torna negativo?

    1. Olá Francisca.
      Os anticorpos dizem se você teve o vírus, não que estás com o vírus. O RT-PCR é que poderia dizer se estás com o vírus. Se não tens sintomas, podes sair do isolamento. Espero ter ajudado.

  35. Bom dia. Fiz o exame RT-PCR e deu NÃO DETECTADO, mas abaixo
    aparece a informação de que foi DETECTADO O RNA DO SARS-CoV-2. O que significa isso? Que já tive Covid?

    1. Olá Rubens,
      A informação que me passaste não está clara. Poderia me passar ipsis literis o que estava escrito no teste?

  36. Tive febre e dor de cabeça no 2 dias 5 e 6/12, fui a médico em 6/12 e tomei a medicação prescrita para o protocolo de Covid. Segunda-feira 07/12 fiz o exame RT-PCR o resultado foi:
    Não Detectado
    Interpretação:
    Não detectado: Negativo na amostra analisada
    Detectado o RNA do SARS-CoV-2: positivo na amostra analisada
    Fiquei confusa

    1. Olá Lucia,
      O teu deu não detectado, o que significa “Negativo (para o RNA do vírus) na amostra analisada”. Espero ter ajudado.

  37. Olá, minha filha chegou de viagem dia 5/12 e está em isolamento de 15 dias para visitar a avó idosa, não tem nenhum sintoma, mas fizemos o PCR 3 vezes seguidas no dia 8/12, 9/12 e 10/12 e tb sorologia exame de sanhgue 2 testes do dia 8 e 9 deram negativo e o da dia 10 de positivo mas com baixa carga viral( 1.300) . Resolvemos continuar o isolamento. É possível falso positivo? Após 15 dias do dia 5/12 qd ela esteve num aeroporto é seguro voltar pra casa? Qd devemos repetir o PCR? 19/12? O de sorologia diz q ela já teve contato com o vírus e está com imunidade boa. Estamos confusas e receosas. Confio na sua orientação. Obrigada gostaria de consultar um infectologista para analisar os exames e nos dar seguranca

    1. Olá Janete,
      É improvável um falso-positivo. Ela pode estar no início de uma infecção. É preciso continuar o isolamento por pelo menos 10 dias após a coleta da amostra positiva. Caso ela desenvolva sintomas, o cronômetro zera novamente. Espero ter ajudado.

  38. Ela está assintomática e com carga viral baixa até quando transmite o vírus? Vcs indicam infectologista para consulta?

  39. Boa noite
    Tive covid em Junho (exame PCR 25/06) . Desde então, todo teste rápido que faço dá positivo (IgG e IgM). Cheguei a fazer sorologia em setembro, que também acusou positivo (IgG e IgM). Sei que não transmito mais porque todos que tem contato comigo nunca testaram positivo. É normal continuar dando positivo por um longo período?

    1. Olá Carol,
      Não se preocupe, isso é o que é esperado com quem teve a infecção – positividade para anticorpos. Recomendo manter as medidas de proteção e distanciamento. Espero ter ajudado.

  40. Olá,
    No dia 28 de Novembro apresentei o primeiro sintoma de COVID, foram bem leves, apenas dores no corpo ,dor de cabeça e um pouco de prostação. No dia 1 de Dezembro perdi parcialmente meu paladar e olfato e no dia dia 7 de Dezembro fiz meu PCR que deu positivo. Tenho lido muito sobre testes de PCR que continuam dando positivo por muito tempo e gostaria de saber se existe algum dado que demonstre o percentual de pessoas que não apresentam mais sintomas que continuam testando positivo após 15 e 21 dias, não tenho certeza de quão comum e quero fazer mais um PCR pelo menos e com esses dados eu escolheria as melhores datas para refazer.
    Obrigado

    1. Olá Marcelo,
      Estás te informando bem, pelo visto. A recomendação da agência europeia de controle de infecção é: 10 dias de isolamento para pacientes leves. Após esse período, se não tiveres tido febre por ao menos 3 dias e os outros sintomas estiverem melhores, podes deixar o isolamento. Ainda assim, recomendo manter as medidas de proteção e distanciamento. Espero ter ajudado.

  41. olá, tive meus primeiros sintomas na primeira semana de novembro e testei positivo pra covid , essa semana fazem exatos 40 dias que estive doente e meu terceiro PCR ainda deu positivo… os sintomas que tive no começo duraram poucos dias, depois disso tenho me sentido completamente bem mas ainda preocupada, ainda posso transmitir, o que devo fazer?

    1. Olá Isabela,
      No seu caso, o teste pode estar dando positivo pela presença do RNA do vírus, não do vírus inteiro. Se não tens mais sintomas, podes deixar o isolamento. Ainda assim, recomendamos manter as medidas de distanciamento e proteção. Espero ter ajudado.

  42. Meus sintomas começaram dia 13/11.
    Já fiz três testes rápidos, depois da quarentena. E continua a dar positivo. Hoje dia 17/12 fiz um teste. O que eu gostaria de saber é se eu continuo a trasmitir o vírus. Cada médico diz uma coisa. Já estou enlouquecendo. Meu pai tem câncer. Preciso ter certeza. Poderia me ajudar. Obrigada desde já!?

    1. Olá Janaina,
      Não estás mais infectada. Siga mantendo as medidas de proteção e distanciamento. Espero ter ajudado.

Os comentários estão desativados.