Será que as crianças devem usar máscaras durante a pandemia?

Diferentemente dos adultos e idosos, crianças infectadas tendem a ter sintomas leves que não requerem intervenção médica. Frequentemente, esses casos pediátricos nem são diagnosticados como COVID-19, mas podem contribuir para a disseminação do vírus.

Tem sido sugerido que pessoas saudáveis usem máscara quando saírem de casa, mas proteger as crianças com máscara pode não ser fácil. É recomendado que crianças menores que 2 anos não usem nenhum tipo de máscara porque podem ter dificuldades para respirar. Como elas não são capazes de retirar as máscaras sozinhas, correm o risco de sufocamento. Para as crianças menores, o distanciamento social, lavagem das mãos e impedir que lambam os objetos são as melhores medidas.

Crianças entre 3 e 12 anos podem usar máscaras de menor tamanho, que possam ser ajustadas às suas faces. Como as crianças normalmente não gostam das máscaras e tendem a removê-las, seu uso pode favorecer que toquem o rosto mais frequentemente, aumentando a possibilidade de infecção. Portanto, para que crianças usem máscaras, devem ser informadas e preparadas para o uso adequado desses equipamentos de proteção individual.

Se não for possível conseguir a contribuição das crianças para o uso adequado das máscaras, é melhor que elas não usem máscaras e que outras medidas para redução do risco, incluindo não sair com as crianças de casa, sejam adotadas.

Por fim, a adoção das máscaras faciais será muito importante para a reabertura das escolas, portanto, as instituições de ensino deveriam promover algumas aulas sobre esse tema.

FONTE: To mask or not to mask children to overcome COVID-19. Esposito S, Principi N. Eur J Pediatr. 2020 May 9. doi: 10.1007/s00431-020-03674-9.