Pesquisadores italianos relatam caso de reativação da COVID-19.

Em 17 de março de 2020, um homem de 48 anos apareceu em um hospital italiano com febre, tosse, dificuldade para respirar e hiporexia (falta de apetite) há seis dias. O exame físico revelou sinais vitais normais e não havia comorbidades. Por causa da suspeita de COVID-19, ele foi logo admitido ao setor apropriado no hospital. Um exame de raio X de tórax revelou pneumonia e o RT-PCR de amostras de suabe de nasofaringe foi positivo para o SARS-CoV-2.

Após 14 dias, os sintomas respiratórios e a febre desapareceram. Duas amostras consecutivas de suabe de nasofaringe foram negativas para o vírus.  O paciente foi liberado e permaneceu em quarentena em casa por mais 14 dias. O RT-PCR continuou negativo em 15 de abril, durante o seu acompanhamento, sugerindo que o paciente estava curado. Dois testes sorológicos revelaram a presença de anticorpos IgM e IgG contra o SARS-CoV-2.

Porém, em 30 de abril ele desenvolveu novos sintomas (desconforto respiratório e dor no peito), sendo readmitido ao hospital. Por causa de sua recente história clínica, foi realizado o teste de RT-PCR para o SARS-CoV-2, cujo resultado foi positivo.

A presença do vírus em pacientes infectados parece flutuante por causa da possível ocorrência de resultados falso-negativos, da carga viral, da experiência de quem coleta a amostra para o exame e do tipo de amostra. Porém, o caso descrito aponta para uma reativação real da infecção após três testes de RT-PCR negativos. Existem relatos na literatura de uma proporção de 9% de reativação em pacientes com COVID-19 após serem liberados do hospital. A possibilidade de reativação é uma preocupação de saúde pública, já que pode contribuir para a disseminação do vírus na população.

FONTE: Recurrence of COVID‑19 after recovery: a case report from Italy. Daniela Loconsole et al. Infection, 2020. https://doi.org/10.1007/s15010-020-01444-1

7 respostas para “Pesquisadores italianos relatam caso de reativação da COVID-19.”

  1. Oi. Meu nome é Thais. Tive contato com uma pessoa q testou positivo. Desde segunda feira tenho apresentado sintomas como cansaço, febre, falta de apetite, diarreia. Fiz o teste rápido ontem e o resultado foi negativo. Tem possibilidade de o resultado estar errado? Daqui quantos dias é aconselhável refazer o teste? Obrigada.

    1. Oi, Thaís. Os testes de anticorpos (incluindo o teste rápido) precisam de um tempo para que o organismo reaja à presença do vírus e desenvolva anticorpos. Isso quer dizer que, se você fizer esses testes logo após ter sido infectada, provavelmente terá resultado negativo. O melhor teste a ser realizado é o RT-PCR. O anticorpo IgM pode ser detectado após 5 a 7 dias e o IgG após 15 dias. Se decidir fazer um novo exame de anticorpos, dê preferência à sorologia com coleta de sangue em laboratório. Os testes rápidos dão muitos resultados falsos e não servem para diagnóstico individual. Mantenha-se em isolamento por, pelo menos, 14 dias para evitar a disseminação do vírus. Após isso, continue se cuidando porque não se sabe se pode haver reinfecção. Continue a usar máscara, lavar as mãos frequentemente e praticar o distanciamento social.

    2. Vc deveria fazer P.C.R pois apresentaria a carga viral .porém a maioria dos testes é sorologia
      Que infelizmente pode apresentar resultado positivo apos 1semana de sintomas.
      Procure um profissional mais breve possível pois se trata de doença horrível que piora o quadro do dia pra noite.se cuide espero que tudo ocorra bem
      Tbem estou me recuperando da covid.fique com Deus

  2. Ei, boa noite
    Me chamo Julia e fui infectada pelo corona virus, apresentando os primeiros sintomas a 14 dias atrás. Meu namorado, também infectado, comecou com os sintomas alguns dias depois. Hoje, fora do período de quarentena, estou querendo ver ele que ainda esta em periodo de quarentena. Queria saber se as chances de uma reinfecçao sao grandes.

    É possível eu me reinfectar logo após me curar? ou em um período tao curto é provável que meus anticorpos estejam funcionando?

    1. Oi, Júlia. Não é esperado uma reinfecção em um período tão curto. O ideal seria você fazer um teste sorológico quantitativo para ver IgM e IgG em separado antes de sair do isolamento. Deve ter IgM não reagente para ficar mais tranquila de que não está mais infectada.

  3. Bom dia, eu peguei o covid 19 mais assintomática, e depois de 2 meses voltei a ter algum sintomas igual o primeiro isso pode ser a reativação do vírus novamente ?. Como devo proceder

    1. Olá Jessica,
      Pode ser reativação, pode ser reinfecção ou pode ser outro vírus. Se não puderes fazer o RT-PCR, fique em casa, em isolamento durante 10 dias, ok? Depois , siga mantendo as medidas de proteção e distanciamento. Espero ter ajudado.

Os comentários estão desativados.