Desafios da pandemia de COVID-19.

A definição mais simples de pandemia é uma doença infecciosa contagiosa que se dissemina por múltiplas áreas geográficas ou continentes. O termo contagioso implica que a infecção pode ser transmitida de pessoa a pessoa, tanto direta quanto indiretamente.  

De acordo com a Universidade Johns Hopkins University e do Centro Europeu para Prevenção de Doenças, os dados diários de números de pessoas infectadas por COVID-19 no mundo durante o segundo trimestre de 2020 revelam um padrão ondulatório ascendente que é difícil de explicar. Porém, eles também mostram uma diminuição progressiva e constante na mortalidade nesse mesmo período. A quantidade e tipo de mutações do SARS-CoV-2 detectadas nos primeiros seis meses de 2020 não explicam a redução da severidade da doença.

A pandemia de COVID-19 exemplifica as dificuldades encontradas quando se tenta quantificar parâmetros numéricos importantes da doença. Primeiro, quando se tenta contar o número de casos infectados, há uma subnotificação significativa, porque a proporção de pessoas assintomáticas ou com sintomas leves não é conhecida. Em segundo lugar, a escassez de kits diagnósticos no início da pandemia limitou o número de pessoas testadas. O mesmo problema surge quando tentamos calcular o número reprodutivo, isto é, o número de pessoas que são infectadas a partir de uma pessoa com o vírus. Nesse caso, não é fácil determinar quem é um contato. Esses problemas interferem também no cálculo da taxa de fatalidade, que é a proporção de pessoas infectadas que foram a óbito por COVID-19. Além da subnotificação de pacientes assintomáticos, algumas mortes devidas a complicações por COVID-19 não foram detectadas porque o paciente não foi testado. Por fim, a sensibilidade e especificidade dos testes virais não são 100%, resultando em ocasionais resultados falso-positivos e falso-negativos.

Apesar do progresso rápido em muitas disciplinas da área médica desde o final do século 19, a pandemia de COVID-19 tem demonstrado grandes limitações na forma como o mundo lida com ela.

FONTE: COVID-19 Compared to Other Pandemic Diseases. Pitlik, Silvio Daniel.Rambam Maimonides Medical Journal; 11(3), 2020: e0027