Organização Mundial da Saúde divulga recomendação para uso de corticosteroides em casos graves de COVID-19.

Os corticosteroides têm recebido atenção mundial como um tratamento potencialmente eficaz para a COVID-19. A OMS acaba de divulgar uma recomendação baseada, principalmente, na publicação de resultados do esforço de avaliação de tratamentos denominado RECOVERY. Foram agrupados dados de oito testes clínicos randomizados sobre uso de corticosteroides para a COVID-19, totalizando 7.184 participantes.

A evidência reunida pelos estudos sugeriu que o uso de corticosteroides sistêmicos reduziu a mortalidade dos pacientes com COVID-19 crítica e severa. Além disso, corticosteroides sistêmicos provavelmente reduzem a necessidade de ventilação mecânica invasiva. Ao contrário, corticosteroides podem aumentar o risco de óbito quando administrados a pacientes sem doença severa.  

São feitas duas recomendações: uma forte recomendação para terapia sistêmica com corticosteroides em pacientes com COVID-19 severa a crítica e uma recomendação de não uso de terapia com corticosteroides em pacientes com COVID-19 leve a moderada.

Dada a evidência de redução no risco de óbito, foi concluído que os pacientes com COVID-19 severa ou crítica possam ser tratados com corticosteroides. Ao contrário, pacientes com COVID-19 não severa não devem escolher receber esse tratamento, já que os dados atuais indicam que eles não iriam se beneficiar.

O documento alerta que o uso indiscriminado de qualquer terapia para a COVID-19 pode escassear os recursos globais, potencialmente privando os pacientes que poderiam se beneficiar do tratamento.

VAMOS SER CONSCIENTES: SE VOCÊ NÃO PRECISA DO MEDICAMENTO, NÃO USE. PODE FAZER FALTA PARA ALGUÉM.

FONTE: Corticosteroids for COVID-19. Living guidance. 2 setembro 2020. World Health Organization. WHO/2019-nCoV/Corticosteroids/2020.1