Um caso de coinfecção por COVID-19 e Staphylococcus.

Um adolescente de 14 anos do sexo masculino, previamente saudável, foi afetado por uma paralisia cerebral e internado em um hospital no Irã. Duas amostras de suabe (nasofaringe e faringe) foram positivas para o SARS-CoV-2. Amostras de sangue revelaram coinfecção com Staphylococcus aureus. O paciente foi a óbito.

Esse parece ser o primeiro relato de coinfecção por COVID-19 e Staphylococcus aureus. Coinfecções têm um papel essencial nas doenças infecciosas, especialmente nas infecções do trato respiratório. Esse tipo de infecção pode exacerbar o curso da infecção primária e causar confusão no diagnóstico.

Testes mais específicos são necessários para detectar a coinfecção. Esses testes incluem cultura de amostras sanguíneas, RT-PCR de suabes de nasofaringe e testes sorológicos para COVID-19 e outras infecções respiratórias.

Artigos recentes têm relatado um aumento da taxa de coinfecção, sendo que a patofisiologia das coinfecções no curso clínico da COVID-19 ainda é desconhecida.

FONTE: A Case of COVID 19 and Staphylococcus Coinfection. Seyedeh Sedigheh Hamzavi, Mohammad Amin Gholami, Anahita Sanaei Dashti. Arch Iran Med. 2020;23(8): 568-569. doi: 10.34172/aim.2020.62