Por quanto tempo um vírus pode permanecer em um corpo morto? Parte 2.

Continuando a uma série de posts baseados na entrevista concedida pelo virologista americano Matthew Koci, professor do Departamento de Ciência Avícola da Universidade Estadual da Carolina do Norte, EUA. A entrevista completa pode ser vista aqui.

Pergunta: Você já mencionou que o SARS-CoV-2 – o vírus que causa o COVID-19 – é um vírus envelopado. Nós sabemos quanto tempo o SARS-CoV-2 pode permanecer viável em um cadáver?

Koci: Não vi nenhum estudo específico sobre isso. Existem poucos laboratórios em todo o mundo com o nível de segurança para trabalhar com este vírus e agora todos estão focados em fazer vacinas ou tentar encontrar medicamentos antivirais que possam funcionar.

No entanto, podemos fazer algumas suposições baseadas no que sabemos de outros vírus. Muito do que sabemos sobre a sobrevivência do vírus nos corpos vem de animais usados como alimento. Em estudos que examinaram como a gripe aviária (vírus da gripe aviária, um vírus envelopado) sobrevive em carcaças de frango, 90% das partículas virais foram inativadas em cerca de 15 dias, quando a carcaça foi deixada em temperatura ambiente. Mas se a carcaça foi mantida em temperatura de geladeira (4ºC), o vírus durou 4,5 vezes mais – isso é, mais de dois meses.

Esse período de 15 dias em temperatura ambiente era para testes de busca do vírus no músculo nas carcaças. O tempo de inativação de 90% foi em torno de 10 dias nas penas e menos de um dia no fígado, em temperatura ambiente. Esses tempos diferentes em tecidos diferentes são esperados. Conforme o corpo se decompõe após a morte, as células de diferentes tecidos se desfazem e as enzimas digestivas dentro dessas células se derramam. Como uma das funções do fígado é filtrar e desintoxicar, ele tem muito mais enzimas do que outros tecidos. Portanto, quando as células do fígado se rompem, essas enzimas podem acabar inativando o vírus. O músculo, entretanto, tem relativamente menos enzimas do que o fígado, mas ainda é interno, o que ajuda a manter o vírus em temperatura e umidade constantes por um longo período de tempo.

Também é importante lembrar que, embora 90% pareça muito, você deve ter em mente que os vírus fazem muitas cópias de si mesmos. Não é incomum que os vírus façam bilhões, senão trilhões de cópias. Portanto, se levar 15 dias em temperatura ambiente para 90% do vírus ser inativado e você tiver 1.000.000 vírus lá, pode levar até 105 dias para que todo o vírus desapareça. Portanto, é mais do que apenas uma ou duas semanas.

QUER SABER MAIS SOBRE POR QUANTO TEMPO UM VÍRUS PODE SER DETECTADO EM UM CADÁVER? NÃO PERCA A CONTINUAÇÃO AMANHÃ…

FONTE: Quanto tempo os vírus podem sobreviver em um corpo morto? Matt Shipman, North Carolina State University. https://medicalxpress.com/news/2020-05-viruses-survive-dead-body.html. 21 DE MAIO DE 2020.