Ferramentas de diagnóstico emergentes para detecção de COVID-19 – parte 2.

Segunda parte da série de posts sobre metodologias de diagnóstico inovadoras que estão sendo desenvolvidas para a COVID-19. O artigo original foi publicado na revista Biomedical Microdevices em 24 de novembro de 2020.

Aptâmeros

Aptâmeros são moléculas de ácido nucleico de fita simples que podem ser prontamente usadas para detecção de doenças específicas de uma maneira precisa. São pequenos oligonucleotídeos estáveis ​​e fáceis de modificar. A síntese de aptâmeros em grande quantidade é fácil e tem preço mais baixo quando comparado ao teste de ácido nucleico baseado em RT-PCR. Existem várias metodologias baseadas em aptâmeros atualmente em desenvolvimento.

CRISPR-Cas

Outro aspecto a ser explorado para a detecção de COVID-19 é a utilização da ferramenta de edição de genes CRISPR-Cas. As possibilidades de desenvolver uma ferramenta de diagnóstico para detecção de tuberculose usando a tecnologia CRISP-Cas já são conhecidas, o que estabelece a base para fazer seu uso também na detecção de COVID-19.

Muito recentemente, foi desenvolvida uma metodologia para detecção de COVID-19 usando CRISPR-Cas12. Foi possível explorar o potencial da fluorescência da tecnologia CRISPR-Cas e da detecção com base colorimétrica de COVID-19. A tecnologia é chamada de desbloqueio de repórter enzimático específico de alta sensibilidade (SHERLOCK) ao fazer uso da pré-amplificação de DNA ou RNA por polimerase mediada por recombinase para detecção. A tecnologia relatada leva menos de uma hora para fornecer resultados, tornando-a uma das candidatas potentes no campo do diagnóstico de COVID-19.

CREST é outra descoberta pioneira no campo do diagnóstico para detecção de COVID-19. O CREST (Cas13-based, Rugged, Equitable, Scalable Testing) superou as principais desvantagens associadas ao sistema de diagnóstico atual de COVID-19. O Cas13 pode ser usado no ponto de atendimento (realizado no próprio local e hora em que o paciente está sendo atendido) e seria de baixo custo quando comparado ao ensaio de fluxo lateral tradicional, pois não requer conjugados de anticorpos para a detecção.

MAIS METODOLOGIAS INOVADORAS NO POST DE AMANHÃ. NÃO PERCAM.

FONTE: Emerging diagnostic tools for detection of COVID-19 and perspective. Verma, N.; Patel, D.; Pandya, A.. Biomed Microdevices ; 22(4):83, 2020.