Qual é a probabilidade de um paciente que se apresenta a um hospital ser diagnosticado com COVID-19? A calculadora “CovidCalculatorUK”.

O “CovidCalculatorUK” é uma ferramenta online simples, de código aberto e sem fins lucrativos (https://CovidCalculatorUK.org/) que fornece uma estimativa da probabilidade de um paciente individual posteriormente apresentar um teste positivo para SARS-CoV-2. A calculadora é baseada em dados internacionais publicados sobre recursos de diagnóstico do SARS-CoV-2, incluindo tosse, febre, achados radiológicos e resultados de hemograma completo. O CovidCalculatorUK foi lançado em 31 de março de 2020, na fase inicial da primeira onda de COVID-19 no Reino Unido.

Prever o diagnóstico de COVID-19 em pacientes que se apresentam ao hospital desafiou os médicos ao longo de 2020. Essa previsão é vital. O recurso CovidCalculatorUK fornece uma probabilidade estimada de que um paciente individual, avaliado na admissão, apresente RT-PCR positivo para SARS-CoV-2.

O CovidCalculatorUK estimou a probabilidade de COVID-19 em 500 pacientes individuais admitidos em três hospitais no Reino Unido. Dos 500 pacientes, 141 tiveram um primeiro resultado de RT-PCR para SARS-CoV-2 positivo. Outros sete pacientes (com um primeiro resultado de RT-PCR negativo) tiveram um resultado positivo em seu segundo teste.

O recurso CovidCalculatorUK teve um desempenho semelhante às estimativas de médicos seniores, ambos produzindo previsões razoavelmente precisas de quais indivíduos seriam posteriormente testados positivos para SARS-CoV-2.

Uma consideração adicional importante é a proporção de indivíduos assintomáticos com infecção por SARS-CoV-2, estimada em uma variação entre 5% e 80%. A presença ou ausência de tosse e febre são informações importantes para o CovidCalculatorUK. Como resultado, há o risco de subestimar a probabilidade de COVID-19 em pacientes assintomáticos. De fato, a sensibilidade do CovidCalculatorUK para a detecção de pacientes que posteriormente testariam positivo para SARS-CoV-2 foi menor do que o esperado. Talvez isso seja devido à proporção de pacientes com apresentação assintomática ou atípica de COVID-19.

Fonte: What is the probability that this patient, who presents to a UK hospital, will be diagnosed with Covid-19? Prospective validation of the open-source CovidCalculatorUK resource. Chapman, G. A., Mundell, L., Harrison, C. H., Cargill, T., Keating, O., Johnson, M., Smith, A. medRxiv preprint doi: https://doi.org/10.1101/2020.12.06.20243691.

2 respostas para “Qual é a probabilidade de um paciente que se apresenta a um hospital ser diagnosticado com COVID-19? A calculadora “CovidCalculatorUK”.”

  1. Boa noite, em abril perdi meu olfato por 7 dias., e na época não tinha exame pcr em hospital, passaram se alguns meses já fiz 2 exames pcr e negativo, como agora e Natal vou encontrar minha mãe 72 anos e avó de 96 anos , fiz sorologia no Labs , igg deu não reagente-0,2 e o igm deu não reagente 0,7 mas na conclusão do médico deu amostra reagente para anticorpos contra SARS Cov e colocaram anticorpos totais reagente 15,2 ( eclia) . Não entendi nada !! Obrigada desde já

    1. Olá Marcela,
      Pelo que se tem visto, o teste de anticorpos totais tem uma sensibilidade maior do que os específicos para IgG ou IgM; portanto, confie mais nos anticorpos totais. Não significa que estejas protegida contra reinfecção. Sempre que saíres de casa, mantenha as medidas de distanciamento e proteção. Espero ter ajudado.

Os comentários estão desativados.