Requisitos e Preparação de amostras

Tipos de amostras: As amostras destinadas para a análise deverão ser de natureza sólida e absolutamente estáveis ao feixe de elétrons. Não serão admitidas amostras cuja interação com o feixe de elétrons apresente a possibilidade de decomposição e liberação de voláteis que apresentem riscos de contaminação da coluna e do sistema de alto vácuo do equipamento. O laboratório avaliará o grau de compatibilidade da amostra com a técnica de análise solicitada.

Tamanhos e formas: As características da amostra devem ser rigorosamente atendidas pelos interessados nas análises, especialmente no que se refere à altura e a natureza plana com alto padrão de polimento e isenção de resíduos para evitar danos aos detectores da microssonda. As amostras para análise na microssonda deverão ser imperativamente na forma de lâmina delgada ou seção polida, perfeitamente plana. A seção polida deverá ter diâmetro de uma polegada (2,54 cm) e a lâmina delgada um formato de 45x30mm. O laboratório disponibiliza diferentes tipos de porta amostras como os da figura abaixo, sendo um para lâminas em tamanhos não convencionais.

Polimento: O laboratório avaliará a qualidade do polimento, porém, estes requisitos são de responsabilidade direta dos usuários, visto que o laboratório não atua na preparação e polimento das amostras. Esta avaliação deverá ser agendada previamente pelo e-mail microssonda@ufrgs.br.

Limpeza e Metalização: O usuário fará a limpeza da amostra mediante treinamento dos técnicos e seguindo o procedimento adotado pelo laboratório na data indicada no agendamento da sessão. No procedimento de limpeza, todas as marcações com tinta serão removidas, sendo a identificação das amostras de responsabilidade do usuário. A metalização é de responsabilidade do laboratório e são feitas em carbono, na espessura de 20 nm. Metalizações antigas devem ser removidas pelo usuário mediante polimento das amostras.