Música Antiga #63 – O Salieri histórico

O assunto do episódio é a obra de Antonio Salieri (1750-1825), compositor que ficou negativamente rotulado no imaginário da música clássica como aquele que teria invejado e prejudicado Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791). Por causa dessa imagem desfavorável, difundida no senso comum a partir de trabalhos de natureza ficcional como o filme “Amadeus” (1984), a obra do compositor italiano também foi motivo de injusta avaliação. O programa oferece um outro olhar para Salieri e sua música, assinalando a qualidade e a beleza de sua arte. Este episódio foi ao ar no dia 31 de julho de 2019.

Ouça o episódio pelo player abaixo:

Músicas tocadas neste episódio:

Cantata “Per la Ricuperata Salute di Offelia” – Antonio Salieri, Wolfgang Amadeus Mozart e Cornetti – Intérpretes: Kate Rafferty (soprano), Vinicius Kattah (pianoforte) e Ute Groh (violoncelo barroco).

Segundo movimento (Adágio) do concerto para pianoforte e orquestra, em Si bemol maior – Antonio Salieri – Intérpretes: Paul Badura-Skoda (pianoforte) e I Solisti Veneti, sob a direção de Claudio Scimone.

Abertura da ópera “Prima la musica e poi le parole” – Antonio Salieri – Intérprete: Concentus Musicus Wien, sob a direção de Nikolaus Harnoncourt.

Par les larmes dont votre fille”, ária da ópera “As Danaides”, Ato II, Cena 2, personagem Hipermnestra – Antonio Salieri – Intérpretes: Judith van Wanroij (soprano) e Les Talens Lyriques, sob a direção de Christophe Rousset.

Victime de l’amour”, ária da ópera “Os Horácios”, Ato II, Cena 5, personagem Curiácio – Antonio Salieri – Intérpretes: Cyrille Dubois (tenor) e Les Talens Lyriques, sob a direção de Christophe Rousset.

Vorrei dirti il mio dolore”, ária do oratório “A Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo” – Antonio Salieri – Intérpretes: Melba Ramos como Madalena (soprano) e Das Neue Orchester, sob a direção de Christoph Spering.

Nel gran vortice supremo”, parte final (coro) da cantata “Gesù ao limbo” Antonio Salieri – Intérprete: Cappella Musicale della Cattedrale di Verona, sob a direção de Alberto Turco.

Abertura da ópera-bufa “Falstaff” Antonio Salieri – Intérprete: Orquestra Guido Cantelli de Milão, sob a direção de Alberto Veronesi.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.