Projetos de Pesquisa

Fatores sociodemográficos e emocionais associados ao resultado da cirurgia bariátrica: um estudo longitudinal

O projeto tem como objetivo acompanhar longitudinalmente pacientes que realizam o procedimento de cirurgia bariátrica através do procedimento Bypass Gástrico em Y de Roux (cirurgia de Fobi-Capella). Nesse sentido, pretende auxiliar na compreensão de fatores que podem estar associados a melhores resultado na cirurgia a longo prazo, tanto no que diz respeito a redução do peso, como também em qualidade de vida, bem-estar, saúde física e mental. O projeto pretende ter um seguimento desde o pré-operatório até dois anos após a cirurgia.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Clarissa Marceli Trentini – Coordenador / Suelen Bordignon – Integrante / Mayra Juliana Galvis Aparício – Integrante / Juliana Bertoletti – Integrante.

Construção de uma Bateria Infantil de Avaliação Neuropsicológica em Equoterapia (BIANEquo)

O objetivo geral desta pesquisa é a construção da BIANEquo, instrumento para crianças de seis a 12 anos. Pretende-se contribuir com esta área de intervenção e pesquisa através de uma técnica que permita mensurar de forma funcional e ecológica crianças em atividades equestres. Esse instrumento de avaliação adaptado ao ambiente do picadeiro buscará contemplar: a) Tarefas que avaliem Funções Neuropsocológicas; b) Medidas de comportamentos relacionados à cognição (funções executivas) e ao relacionamento interpessoal (contato visual e físico, interação com o ambiente, reações diante do estabelecimento de regras, reações à frustração, agressividade, apatia). De forma específica, estão previstos 5 Estudos, com os seguintes objetivos: I. Realizar um levantamento dos motivos dos encaminhamentos, quais profissionais atuam, como é feita a avaliação e escolha dos programas de tratamento e qual é a população real atendida em Equoterapia no Brasil nos centros cadastrados pela ANDE/BRASIL; II. Construir e realizar estudo de validade de conteúdo da Bateria Infantil de Avaliação Neuropsicológica em Equoterapia (BIANEquo); III. Realizar estudos de validade e de fidedignidade através de estudo piloto da BIANEquo com grupos clínico e controle; IV. Ampliar a amostra normativa do instrumento com crianças de 6 a 12 anos de idade; V. Correlacionar a atividade neuronal com as tarefas da BIANEquo através da técnica de Eletroencefalografia, este um estudo com colaboração internacional.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Clarissa Marceli Trentini – Coordenador / Renata de Sousa Zamo – Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – Auxílio financeiro.

 Construção, evidências de validade, fidedignidade e normatização do instrumento de avaliação Memória e Aprendizagem através de Pistas Seletivas (MAPS)

O presente projeto visa à construção, validação e normatização de um instrumento de avaliação de memória e aprendizagem, denominado MAPS (Memória e Aprendizagem através de Pistas Seletivas). Para tanto estão sendo propostos seis estudos. O estudo I diz respeito à construção dos itens do instrumento. O estudo II tem o objetivo de averiguar a compreensão e adequação do instrumento à população a qual se destina. O estudo III tem por objetivo averiguar a fidedignidade do instrumento pelo procedimento das formas paralelas. Os estudos IV e V visam a fornecer evidências de validade convergente e de critério do MAPS. Por fim, o estudo VI objetiva a criação de dados normativos para o instrumento para a população acima de 40 anos.
Alunos envolvidos: Gradução: (1) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Gabriela Peretti Wagner – Integrante / Murilo Ricardo Zibetti – Integrante / Luciana Alves Tisser – Integrante / Suelen Bordignon – Integrante / Clarissa Marceli Trentini – Coordenador.

Vida profissional e maternidade

O Projeto visa a investigação da relação entre Vida Profissional e Maternidade através da coleta de dados quantitativos e dados provenientes de grupos focais com mulheres que exercem atividade profissional remunerada por, pelo menos, 5 anos e que estejam a) no terceiro trimestre de gestação; b) com primogênito com idade entre 3 e 6 meses e em licença-maternidade; c) com primogênito com idade entre 6 e 12 meses; d) com primogênito com idade entre 2 a 4 anos. Com isso, o objetivo final é a elaboração de um programa de intervenção e avaliação de sua eficácia..
Alunos envolvidos: Gradução: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Jorge Castellá Sarriera – Integrante / Silvana Oliveira – Integrante / Tamires dos Santos Rios – Integrante / Clarissa Marceli Trentini – Coordenador.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – Auxílio financeiro.

Desenvolvimento de normas para o Teste Wisconsin de Classificação de Cartas (para idosos)

Este projeto faz parte de um projeto maior e prevê a adaptação e normatização do Teste Wisconsin de Classificação de Cartas para Idosos. Recentemente, foi desenvolvida uma pesquisa que desenvolveu normas para crianças e adolescentes de 6 anos e meio a 17 anos e 11 meses. Contudo, como são poucos os instrumentos neuropsicológicos em nosso meio e este teste foi desenvolviedo para pessoas com até 89 anos e 11 meses, estamos, neste momento, desenvolvendo ele para a população idosa.
Alunos envolvidos: Gradução: (1) .
Integrantes: Irani Argimon – Integrante / Letícia Carol Poggere – Integrante / Clarissa Marceli Trentini – Coordenador.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – Bolsa.

 Adaptação, normatização, validade e fidedignidade da Escala de Inteligência Wechsler Abreviada WASI

O presente Projeto tem como propósito principal adaptar, desenvolver normas, validar e verificar a fidedignidade da Escala de Inteligência Wechsler Abreviada (WASI). Trata-se de um instrumento de avaliação de inteligência breve, cuja aplicação dura em média 30 minutos, desenvolvido por David Wechsler em 1999, nos Estados Unidos. A escala é composta por 4 subtestes, sendo 2 Verbais (Vocabulário e Semelhanças) e 2 de Execução (Cubos e Raciocínio Matricial), e sua aplicação destina-se a sujeitos de 6 a 89 anos. Seu principal objetivo é fornecer 3 medidas de inteligência: QI Total, de Execução e Verbal. Por ser bastante semelhante às Escalas WISC-III (6 a 16 anos) e WAIS-III (16 a 89 anos), a WASI possibilita a retestagem das mesmas, reduzindo o efeito de aprendizagem. A relevância desse estudo está em disponibilizar um recurso que envolve a mensuração da inteligência e possíveis déficits, de forma rápida e eficaz, além de ser útil na triagem de casos, entre outros, de Retardo Mental. Dentre as principais vantagens da adaptação dessa escala encontram-se a precisão de seus resultados e a abrangência de seu uso, que envolve a avaliação dos problemas de aprendizagem, o diagnóstico diferencial de desordens neurológicas e psiquiátricas, a estruturação de programas terapêuticos e o pareamento de amostras para fins de pesquisa. Somada aos outros aspectos já referidos, parece pois justificado o desenvolvimento desta pesquisa.
Alunos envolvidos: Gradução: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Gabriela Wagner – Integrante / Letícia Carol Poggere – Integrante / Felícia Valli – Integrante / Denise Balem Yates – Integrante / Silvana Kessler Corrêa – Integrante / Silésia Delphino Tosi – Integrante / Carla Mallmann – Integrante / Clarissa Marceli Trentini – Coordenador.

 Exposição Pré-Natal ao Álcool e Nicotina e TDAH na Infância

O objetivo deste estudo é investigar a relação entre o uso de álcool e tabaco durante a gravidez e o desenvolvimento do TDAH na infância, controlando variáveis como período e quantidade de consumo destas substâncias durante a gravidez e os subtipos de TDAH apresentados pelas crianças. Além destes fatores, serão levantados também aspectos como presença de co-morbidades, história de psicopatologia na família e exposição da criança a fatores sociais adversos.
Alunos envolvidos: Gradução: (1) .
Integrantes: Regina M Fernandes Lopes – Integrante / Alyane Audibert Silveira – Integrante / Caroline Tozzi Reppold – Integrante / Denise Balem Yates – Integrante / Lisiane Bizarro Araujo – Integrante / Marcia Gomes Taborda – Integrante / Clarissa Marceli Trentini – Coordenador.

A Construção de uma Escala de Qualidade de Vida para Idosos

Descrição: Atualmente, o Grupo de Qualidade de Vida da Organização Mundial da Saúde (Grupo WHOQOL) está interessado em estudar pessoas acima de 60 anos, em virtude do importante aumento da proporção de idosos na população mundial. Deste modo, está sendo desenvolvido um instrumento transcultural de avaliação de qualidade de vida para pessoas com mais de 60 anos (WHOQOL-OLD), que está em fase de conclusão. Este projeto envolve 22 centros: Escócia (Centro coordenador), Brasil, Inglaterra, Alemanha, Espanha, entre outros, além do escritório europeu da Organização Mundial da Saúde (OMS)..
Alunos envolvidos: Gradução: (4) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Marcelo Pio de Almeida Fleck – Coordenador / Eduardo Chachamovich – Integrante / Mônica Garrafiel – Integrante / Valéria Marchi – Integrante / Clarissa Marceli Trentini – Integrante.

Desenvolvimento de normas para o Teste Wisconsin de Classificação de Cartas

Descrição: O Teste Wisconsin de Classificação de Cartas (WCST) foi originalmente desenvolvido para avaliar a capacidade de raciocínio abstrato e a capacidade para modificar as estratégias cognitivas em resposta a contingências ambientais mutáveis (Berg, 1948; Grant & Berg, 1948). Como tal, ele pode ser considerado uma medida de “função executiva”. Este projeto envolve o desenvolvimento de normas para as idades de 6 anos e meio a 89 anos e 11 meses..
Alunos envolvidos: Gradução: (3) .
Integrantes: Irani Argimon – Integrante / Jurema Alcides Cunha – Integrante / Blanca Guevara Werlang – Integrante / Rita Gomes Griogolo Prieb – Integrante / Daniela Forgiarini Pereira – Integrante / Christiane Serpa – Integrante / Margareth da Silva Oliveira – Integrante / Luciana Barone – Integrante / Clarissa Marceli Trentini – Coordenador.

A Construção de uma Escala de Atitudes frente ao Envelhecimento para Idosos

Descrição: Atualmente, o Grupo de Qualidade de Vida da Organização Mundial da Saúde (Grupo WHOQOL) está interessado em estudar pessoas acima de 60 anos, em virtude do importante aumento da proporção de idosos na população mundial. Há o interesse de desenvolver um instrumento que detecte as atitudes dos idosos frente ao envelhecimento (AAQ), com o objetivo de propor medidas de intervenção que possam alterar o curso do envelhecimento e promover um processo de envelhecer mais saudável. Este projeto envolve 22 centros: Escócia (Centro coordenador), Brasil, Inglaterra, Alemanha, Espanha, entre outros, além do escritório europeu da Organização Mundial da Saúde (OMS)..
Alunos envolvidos: Gradução: (4) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Marcelo Pio de Almeida Fleck – Coordenador / Eduardo Chachamovich – Integrante / Mônica Garrafiel – Integrante / Valéria Marchi – Integrante / Clarissa Marceli Trentini – Integrante.
Financiador(es): FIPE – Auxílio financeiro.