Dirce Knijnik – 90 anos

A pianista Dirce Knijnik completou 90 anos no último dia 11 de janeiro. Mesmo com algum atraso, o Nota Musical presta sua homenagem a ela, que foi professora do Instituto de Artes da UFRGS durante 24 anos. Vamos ouvi-la falar sobre sua iniciação musical e interpretar obras de Heitor Villa-Lobos e Camargo Guarnieri.

Ouça aqui, na íntegra, a entrevista que Dirce Knijnik concedeu ao programa Música em Pessoa, da Rádio da Universidade, em 2010.

Festival Sesc de Música I

O Nota Musical acompanhou a abertura do 9º Festival Internacional Sesc de Música em Pelotas e conta como foi – além de incluir registro ao vivo da homenagem da Sphaera Mundi Orquestra ao professor Fernando Mattos (1963-2018), no Theatro Guarany.

Foto: Flávio Neves

Evando Matté

Inicia na próxima segunda-feira a nona edição do Festival Internacional Sesc de Música em Pelotas. O Nota Musical conversou com o maestro Evandro Matté, diretor artístico do evento, para trazer mais detalhes.

Foto: Marília Lima

Leonardo Hilsdorf

Vamos ouvir a “Rapsódia espanhola”, de Franz Liszt, na interpretação de um dos expoentes da nova geração do piano brasileiro, Leonardo Hilsdorf, em gravação exclusiva para a Revista Concerto.


Zuleika Rosa Guedes – 100 anos

Na última segunda-feira, a pianista Zuleika Rosa Guedes comemorou seu centésimo aniversário! Uma das mais ativas intérpretes gaúchas do século XX, ela foi professora do Instituto de Artes da UFRGS e hoje está aposentada. Vamos festejá-la ouvindo-a falar sobre sua paixão pela música de câmara e tocar com o Trio Porto Alegre.

“A música de câmara é a única conversa em que as pessoas realmente se entendem.” Ouça aqui, na íntegra, a entrevista que Zuleika Rosa Guedes concedeu ao programa Música em Pessoa, da Rádio da Universidade, em 2010. Ela fala de sua relação com o marido Paulo Guedes, reconstitui o contexto musical do Rio Grande do Sul à época de sua formação como musicista, e faz piada com sua própria idade.

Foto: Flavio Dutra

Flávio Oliveira – 75 anos

Festejamos os 75 anos do compositor porto-alegrense Flávio Oliveira ouvindo sua música. “Jogo”, de 1972, foi gravada em 2010, pela pianista Maria Helena Del Pozzo. No encarte do disco, a intérprete destaca que o caráter de jogo aparece na obra tanto pela alternância de ideias contrastantes ao longo da peça, como pelas diferentes sonoridades decorrentes do uso de recursos não tradicionais do piano, como percussão com baquetas, pizzicatti e fricção com unhas nas cordas.

Foto: Sofia Cortese