Caixa Cultural lança exposição sobre patrimônio histórico

Caixa Cultural lança exposição sobre patrimônio histórico

Foi inaugurada hoje, na Caixa Cultural do Rio de Janeiro, a exposição “A Construção do Patrimônio”, que reúne mais de 150 obras, entre documentos raros, quadros e esculturas, oriundos dos acervos de diversas instituições culturais do país. Parte das comemorações dos 80 anos do Iphan -Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, a mostra conta a história das políticas públicas de preservação no Brasil, propondo uma reflexão sobre os desafios que surgem diante dos conceitos modernos de patrimônio cultural.

Traçando um retrato do que se desejou preservar para as próximas gerações em diferentes épocas, a exposição segue um roteiro dividido em 12 ambientes, que inicia pela década de 1930, quando o instituto foi criado, e permeia pelas décadas do século XX até a atualidade. Algumas questões são propostas, como “o que queremos preservar” e “o que de fato significa patrimônio cultural”?

A curadoria é de Luiz Fernando de Almeida, ex-presidente do Iphan, e conta com obras de Mário de Andrade,  Mestre Vitalino, Oscar Niemeyer, Pierre Verger, Tarsila do Amaral e Marcel Gautherot. “A preservação do patrimônio não é apenas resultado de uma ação governamental. É principalmente o envolvimento da sociedade no que ela imagina que agrega socialmente, naquilo que nos faz identificar como país, como comunidade, como sociedade”,  ressalta Almeida.

A exposição fica aberta até 22 de dezembro no Rio de Janeiro e reabre, em São Paulo, a partir de janeiro de 2018.

 

Obra da foto: Ex-voto – Marcel Gautherot – Acervo IPHAN