SÉRIES PRÉDIOS HISTÓRICOS DA UFRGS – CAPELA DE SÃO PEDRO (CAPELINHA)

SÉRIES PRÉDIOS HISTÓRICOS DA UFRGS – CAPELA DE SÃO…

CAPELA DE SÃO PEDRO (CAPELINHA)

A Capela de São Pedro, localizada no Setor 1 da Estação Experimental Agronômica da UFRGS (EEA-UFRGS), no município de Eldorado do Sul, foi construída pela família Ferreira Porto, no ano de 1893, tendo 59m² de área e sendo a edificação mais antiga da Universidade e do próprio município onde se encontra. Segundo alguns membros da comunidade, eventos e cerimônias religiosas eram realizados na Capelinha, como ficou carinhosamente conhecida entre os moradores das proximidades. Estes tinham tanto acesso a tais cerimônias quanto a família que fundou a construção.

A Capelinha era mantida arejada e limpa internamente por funcionários da própria Estação. A comunidade encontrava, algumas vezes, uma caixa de coleta para contribuir com essa manutenção. Durante a década de 1980, o prédio sofreu pequenas reformas, como a troca de algumas tábuas do piso interno, que estavam deterioradas e uma nova pintura.

Quanto à sua arquitetura, pode-se dizer que é caracterizada pela simplicidade e se trata do tipo vernacular, em que se empregam materiais e recursos do próprio ambiente em que a Capela é construída, apresentando, assim, um caráter local ou regional.

O interior é igualmente sóbrio, e o ambiente da nave é composto por um altar e um conjunto de 4 genuflexórios de madeira, além de dois brasões nas cores amarelo, vermelho e azul e com a figura de um elmo – que representariam a família portuguesa Ferreira Porto, donos iniciais da Fazenda. Interessante notar, nesse contexto, um terceiro brasão, menor que os outros, localizado em uma das laterais da Capela, talhado em madeira, sem maiores adornos e cores, onde consta as iniciais “F,P,J”. Não se sabe a data exata de confecção dele, mas provavelmente o “F e J” estão associados aos “Ferreira Porto”. Quanto ao “J”, talvez ele esteja associado à família Jardim, ligada ao marido da herdeira, Mario da Silva Jardim. Assim, o objeto poderia simbolizar a união entre os núcleos familiares.

Outro elemento simbólico interessante é, no plano exterior ao templo, a presença de um passeio linear, que conduz até a entrada da edificação, ladeado por um eixo duplo de palmeiras (seis em cada lateral), plantadas em momento anterior à da compra da Fazenda pela Universidade. As árvores, segundo depoimentos dos antigos servidores da EAA, representariam os 12 apóstolos de Jesus Cristo.

O Setor 1 da Estação Experimental Agronômica da UFRGS (EEA-UFRGS) é um órgão auxiliar da Faculdade de Agronomia, localizado no município de Eldorado do Sul. Com área total de 1.560 ha, abriga a parte de campo das pesquisas desenvolvidas pelos professores e alunos da Faculdade de Agronomia e de outras unidades, envolvendo cultivo de plantas, criações animais, entre outros.

O projeto de restauração da Capelinha já tem 100% do valor captado através da Lei Federal de Incentivo à Cultura e as obras iniciarão em breve.

Fotos: César Vieira