Notícias

Sala Redenção tem programação especial nesta semana

Após reinauguração, o Cinema Universitário da UFRGS apresenta mostra de filmes gaúchos.

 

Hoje, dia 02 de abril, a partir das 19h, inicia, na Sala Redenção, a 2º Mostra Sesc de Cinema – Etapa Estadual, com a apresentação dos filmes Bandidos Desalmados, do diretor Paulo Alcaraz; Mãe dos Monstros, de Julia Zanin de Paula; e Redenção, de Marcel Kunzler.

 

A mostra vai até esta sexta-feira, 06 de abril, e trará uma seleção de 20 filmes gaúchos nas modalidades curta e longa-metragem. Além das exibições, serão realizados debates com os diretores dos filmes a fim de explanarem sobre a produção, seu processo criativo e discussões que suscitam a obra. A entrada é franca.

 

A Sala Redenção, o Cinema Universitário da UFRGS, foi reinaugurada, na semana passada, no dia 28 de março. A reinauguração foi marcada por novidades, como o hall de entrada da sala com o painel “Arte da Memória” e a manifestação artística na fachada, a pintura da Lua George Méliès. Além da restauração visual, a reabertura teve a exibição de um curta e dois longas-metragens da diretora Eliza Capai.

 

O Cinema Universitário se propõe a resgatar os grandes clássicos do cinema mundial, além de reservar um espaço significativo para as produções nacionais.

 

Confira a programação completa: http://www.ufrgs.br/difusaocultural/projeto.php?id=470

 

Confira o evento na página do Facebook:

https://www.facebook.com/events/597216920620010/?active_tab=about

Notícias

PONTO UFRGS: VALORIZANDO O QUE É NOSSO

Para quem ainda não conhece, aproveite e dê uma passada na Ponto UFRGS, que está com algumas novidades nos seus produtos. A loja, que foi inaugurada em novembro de 2017, trabalha com produtos Institucionais confeccionados e comercializados visando à gestão da marca promocional e a união da comunidade interna e externa da Universidade.

Buscando valorizar a identidade da UFRGS, a Ponto UFRGS inova no seu conceito com diferentes linhas de produtos, como a Feito UFRGS, que são os produtos institucionais elaborados com a participação da comunidade da UFRGS; a UFRGS Convida, que é um espaço dedicado à valorização das atividades culturais da Universidade e a linha Mostra UFRGS, que é inspirada nos ícones mais marcantes de nossa Universidade – ícones ligados à memória e ao sentimento de pertencimento da instituição com base em seu PATRIMÔNIO MATERIAL e IMATERIAL.

Além desses produtos, a loja ainda traz a Mostra Cultural, que consiste em exposições de artistas convidados, dessa forma, aproximando a arte do dia-a-dia da Universidade e desenvolvendo produtos especiais, que integram a categoria Mostra UFRGS.

A Ponto UFRGS não tem fins lucrativos; todo o lucro obtido com a comercialização de produtos é revertido à comunidade acadêmica por meio da oferta de atividades culturais.

 

Ponto UFRGS
Av. Paulo Gama, 110 – Anexo 1 da Reitoria/Térreo

Horário de funcionamento: das 9h às 17h
Contato: (51) 3308 3398

E-mail: pontoufrgs@ufrgs.br

 

Prédios Históricos

SÉRIES PRÉDIOS HISTÓRICOS DA UFRGS – CASTELINHO

Foto: Acervo SPH

Na virada do século XIX para o XX, o Instituto Técnico Profissional da Escola de Engenharia necessitava de prédios para abrigar as áreas onde seriam realizadas suas atividades. Deste modo, o prédio Castelinho foi construído em conjunto com o Instituto Astronômico e Meteorológico (hoje Observatório Astronômico) e com o Château – sendo o último também vinculado à Escola de Engenharia.

O Castelinho foi erguido no intuito de receber a seção de Mecânica, assim como um gabinete para o Diretor do Instituto. As seções de Marcenaria, Carpintaria, Serralheria, almoxarifado e ambulatório foram instaladas no Château. O terreno – o qual tangencia a atual avenida Osvaldo Aranha (na época, rua Bom Fim) e situa-se ao lado esquerdo da Escola de Engenharia – fora designado para tais construções em 1857, ano que inseria-se também no contexto de urbanização do local. A construção de ambos os prédios aconteceu entre 1906 e 1908.

A história do Castelinho, neste sentido, realmente remonta ao início da própria história da Universidade e do estabelecimento e expansão do Campus da Redenção, o qual até então sempre havia sido uma zona plana e alagadiça, antiga várzea da cidade. No lado oposto da rua, porém, já havia casas construídas na grande área pertencente à Santa Casa de Misericórdia. Existia também a então denominada Praça Independência – somente no ano de 1921 passa a ser chamada Praça Argentina.

Em 1993, é realizado um primeiro projeto de reconstrução que vislumbra a subdivisão do avantajado pé-direito em dois pavimentos e a inserção de uma laje de concreto, engastada na alvenaria original, alterando as relações internas formais, funcionais e de proporção dos ambientes.

O segundo projeto foi realizado pelo SPH, entre os anos de 2004 e 2006 O projeto do Setor buscou manter a estrutura original do prédio. A fachada, bem ornamentada, conta com uma forte presença de elementos florais. Sua concepção, de linguagem historicista e repleta de elementos decorativos, assemelha-se à do Château, sendo a arquitetura de ambos os prédios inspiradas pelo estilo Art Nouveau.

Notícias

Faculdade de Arquitetura da UFRGS está entre as 200…

 

A consultoria global Quacquarelli Symonds (QS) apontou as melhores instituições para estudar arquitetura em 2018

Foto: Vitória Cristofolli

Um ranking com as melhores universidades do mundo foi divulgado pela consultoria global Quacquarelli Symonds (QS) e apontou as melhores instituições para estudar arquitetura em 2018. Entre todas as instituições, há apenas quatro brasileiras: Universidade de São Paulo (USP), na 28º. posição; Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), entre a 51º e 100º posição; além da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), ambas entre o 101º e 150º posição.  A USP é também a melhor latino-americana do ranking.

A consultoria internacional Quacquarelli Symonds (QS) apontou uma lista com as duzentas melhores instituições para estudar arquitetura em 2018. Entre elas está a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), uma das quatro universidades brasileiras presentes na lista juntamente com a Universidade de São Paulo (USP), Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

A UFRGS ficou entre a 101ª e 150ª posição. Os critérios classificatórios incluem a reputação acadêmica, citações em trabalhos de pesquisa e inserção no mercado de trabalho

Essa é a oitava edição do ranking que comparou 2.122 instituições de ensino de todo o mundo que oferecem cursos de arquitetura.

 

O site da consultoria permite aplicar filtros por regiões e promover comparações entre as instituições para avaliar em que uma se destaca perante a outra, além de disponibilizar gráficos e out4ras informações de cada universidade.

 

Confira o ranking completo da Quacquarelli Symonds (https://www.topuniversities.com/university-rankings/university-subject-rankings/2018/architecture)

 

Sobre a UFRGS o portal do Quacquarelli Symonds diz:

“A qualificação da faculdade, composta principalmente por titulares com mestrado e doutorado, a atualização contínua da infraestrutura dos laboratórios e das bibliotecas, o crescimento da assistência aos estudantes, bem como a prioridade no seu envolvimento nacional e internacional são políticas em constante desenvolvimento. Mais de 30 mil pessoas circulam por sua instalação em busca de uma das dez mais qualificadas educações do Brasil. Isso, combinado com a liderança nos programas de pesquisa e divulgação expressiva da comunidade, garante à UFRGS estar ranqueada entre as melhores universidades do país. Como instituição pública dedicada a servir à comunidade e construir seu futuro com consciência crítica, a UFRGS respeita a diversidade, prioriza a inovação e, acima de tudo, reafirma o seu comprometimento com a educação e a divulgação do conhecimento, inspirada nos ideais de liberdade e solidariedade.”

 

 

Notícias

Ibram abre seleção para diretor de museus com vencimento…

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) abriu chamamento público destinado à seleção de diretor, em caráter de cargo comissionado, de três museus em Goiás: o Museu das Bandeiras, o Museu de Arte Sacra da Boa Morte (ambos no município de Goiás) e o Museu Casa da Princesa (em Pilar de Goiás).
O salário bruto corresponde a R$ 5.440,72 e a seleção será realizada mediante critérios técnicos e objetivos de qualificação baseados em análise de Currículo, Declaração de Interesse e Plano de Trabalho. O processo contará com três etapas, que incluem entrevista oral.
Podem se candidatar ao cargo servidores públicos ou não, com formação acadêmica em nível superior; experiência comprovada em gestão envolvendo atividades de relacionamento com organizações de governo ou entidades da sociedade em geral; e conhecimento das políticas públicas do setor museológico e da área de atuação dos museus em foco.
As inscrições podem ser feitas até o dia 5 de abril através do endereço eletrônico selecao@museus.gov.br, para o qual devem ser enviados os documentos exigidos pelo edital, além de plano de trabalho. Acesse o chamamento público, a ficha de inscrição e outros documentos na seção Chamadas Públicas.

Notícias

Ponte Internacional Barão de Mauá é o primeiro bem…

A Ponte Internacional Barão de Mauá, localizada na região fronteiriça entre Brasil e Uruguai, tombada pelo Iphan em 2011, foi reconhecida pelo Mercosul Cultural e recebeu Certificado de Patrimônio Cultural das autoridades brasileiras e uruguaias, em maio de 2015, em Jaguarão (RS).

O monumento está sob responsabilidade da Comissão Binacional para Gestão da Ponte Barão de Mauá, na Prefeitura de Jaguarão, conforme acordo firmado entre o Iphan e a Comissão de Patrimônio Cultural do Uruguai.

A ponte liga as cidades de Jaguarão, no Rio Grande do Sul, e Rio Branco, no Uruguai, e foi declarada Monumento Histórico Nacional pelo país vizinho em 1977.

O patrimônio possui valor associado a processos históricos que remontam disputas e batalhas entre as coroas de Portugal e Espanha durante o período conhecido como União Ibérica (1580-1640). Esse também foi o período de descobertas das primeiras minas de prata na região andina e de um grande movimento de viajantes na região.

Apesar das disputas, a população sempre transitou entre os dois lados do rio Jaguarão. A Ponte foi financiada pelo Uruguai em decorrência de uma dívida de guerra com o Brasil e construída entre 1927 e 1930.

Naquela época, era a maior obra de infraestrutura em concreto armado sendo erguida na América do Sul e a primeira, deste tipo, construída entre os países da região para aproximá-los política, econômica e culturalmente. Na sua parte central, existe uma via férrea  entre duas faixas para veículos e possui calçada para pedestres ao longo do seu comprimento.

Saiba mais

Dossiê do Tombamento da Ponte Internacional Barão de Mauá

Crédito: Foto: LiadePaula/MinC

Notícias

Campanha mobiliza foliões a preservar o patrimônio cultural de…

 Todos os anos, por todo o Brasil, milhões de foliões enchem as ruas para celebrar o carnaval. Mas será que todas essas pessoas estão se lembrando de cuidar do patrimônio das cidades?

  Com isso em mente, o Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha/MG) lançou uma campanha interessante para este carnaval. A ideia é conscientizar as pessoas sobre a importância da preservação do patrimônio cultural durante os carnavais de rua.  De uma maneira divertida, através de frases engraçadas, como: “Bandeira Branca, amor! Neste carnaval não se esqueça de proteger nossos bens culturais” ou  “Mamãe, eu quero! Aproveitar o carnaval, mas sem deixar de proteger o patrimônio cultural”, a mobilização vem se disseminando pelas redes sociais.

 Mas a ideia foi além das mídias. Onze cidades que anualmente são visitadas por um significativo número de foliões receberam um documento com instruções relativas a esforços na preservação dos bens materiais de importância cultural. O Iepha-MG instruiu que a instalação de barracas, palcos, arquibancadas, caixas de som, telões e equipamentos em geral seja feita a uma distância segura dos bens culturais e da rede elétrica; os banheiros públicos devem ser instalados em locais adequados e afastados das fachadas dos imóveis e monumentos culturais; as prefeituras devem orientar os trajetos de trios elétricos e carros alegóricos para que não provoquem danos ao patrimônio; as prefeituras devem realizar campanhas educativas para a preservação do patrimônio cultural.

Um  projeto do evento – satisfazendo requerimentos mínimos de segurança para as construções consideradas como sendo patrimônio cultural de Minas Gerais –  deve ser apresentado pelos agentes públicos ao Instituto.

Créditos da foto: Riotur 

Notícias

Renovação de Espaços culturais em Salvador (BA)

Neste carnaval, a capital baiana contará com dois novos espaços culturais: a Igreja do Passo e a Casa de Carnaval. A data de entrega das atrações será na próxima segunda-feira (5), marcada por uma cerimônia que contará com a presença do ministro da Cultura, com a presidente do Iphan e com o Prefeito de Salvador.

A igreja do Passo, cujo nome oficial é Igreja do Santíssimo Sacramento da Rua do Passo, permaneceu fechada por quase duas décadas em função de seu mau estado de conservação. O Instituto do Patrimônio Histórico e Cultural – Iphan iniciou as intervenções em outubro de 2014. O custo das obras ultrapassou 11,3 milhões, advindos do Governo Federal por meio do programa Avançar.

Os bens integrados foram restaurados, assim como toda a estrutura. Além disso, obras relacionadas à acessibilidade universal foram realizadas, como a implantação de um elevador, rampa e plataforma. Outros reparos, como a restauração da escadaria e a reconstituição de imagens sacras, foram incluídos nas intervenções.

A Casa do Carnaval, instalada no edifício do antigo 18º Batalhão da Polícia Militar da Bahia, é a outra novidade para a cultura local. Para que o projeto se tornasse possível, o edifício foi completamente restaurado – também através de recursos do Governo Federal repassados ao programa Avançar. O prédio está localizado no tradicional Plano Inclinado Gonçalves, onde milhares de turistas apreciam, todos os anos, a Cidade Baixa e a Baía de Todos os Santos. A ideia da Casa é manter uma exposição fixa de peças relacionadas à história do Carnaval da Bahia. O local contará também com um café, um acervo digital interativo e com áreas para convivência e visualização da Baía.

Restauração

Teatro em Aracati (CE) é reaberto após obras do…

O Teatro Francisca Clotilde, na cidade histórica de Aracati, foi reinaugurado após anos de interdição devido a reformas. Suas cortinas reabriram na sexta-feira (26), ocasião marcada por uma cerimônia que contou com a presença do Prefeito da cidade e da banda municipal Jacques Klein. A restauração completa do edifício – que encontrava-se em situação precária – e a inclusão de novos aparatos no teatro tiveram um custo de 2,13 milhões de reais. As obras contaram com o auxílio da prefeitura, que se responsabilizou pelo paisagismo e pela aquisição de poltronas. Read more “Teatro em Aracati (CE) é reaberto após obras do Governo Federal”

Restauração

Fortaleza do Morro de São Paulo (BA) é inaugurada

A Fortaleza do Morro de São Paulo foi inaugurada no sábado (20) após a conclusão da segunda etapa das obras de restauração iniciadas em 2015. A cerimônia de comemoração contou com a presença do prefeito do município de Cairu (BA), do governador do estado e da presidente do Iphan – entre outros membros da gestão da Fortaleza e representantes do BNDES. Read more “Fortaleza do Morro de São Paulo (BA) é inaugurada”

Educação Patrimonial

IPHAN abre inscrições para Mestrado Profissional

  O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN abriu as inscrições para o Mestrado Profissional em Preservação do Patrimônio Cultural 2018. O curso tem duração de 24 meses e está aberto para graduados em diversas áreas que tiverem interesse em atuar no campo da preservação do patrimônio cultural. Estão sendo disponibilizadas 10 vagas para alunos-bolsistas, os quais poderão se inscrever até o dia 02 de março. Read more “IPHAN abre inscrições para Mestrado Profissional”

Restauração

Fortaleza de Nossa Senhora dos Remédios será restaurada

A Fortaleza de Nossa Senhora dos Remédios, localizada ao norte da ilha de Fernando de Noronha, será restaurada. A ordem de serviço foi assinada na quinta-feira (21), oficializando a intervenção, a qual será realizada pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Read more “Fortaleza de Nossa Senhora dos Remédios será restaurada”

Eventos

Dia da Doação

Perpetuando a tradição, realizamos na primeira semana de dezembro o Dia da Doação, que contou com a presença de incentivadores queridos e motivados a fazer da nossa Universidade um lugar ainda melhor. No dia 12, tivemos uma segunda data deste evento.

O SPH tem o prazer de ver, cada vez mais, incentivadores empolgados em fazer o Projeto de Acessibilidade da Rádio da UFRGS decolar e alcançar o seu objetivo. Read more “Dia da Doação”

Notícias

Inauguração do Ponto UFRGS

Foi inaugurado ontem o Ponto UFRGS – Produtos Institucionais, localizado no térreo do anexo I da Reitoria. A abertura da loja marca também o aniversário de 83 anos da Universidade, que envolve uma série de atividades culturais que se estendem nos próximos dias. O espaço visa à união da comunidade interna e externa à Universidade através de produtos que trazem a marca UFRGS.
O horário de funcionamento do Ponto UFRGS é das 09:00 às 17:00 (a loja permanece aberta durante o horário de almoço), de segunda à sexta-feira.

Site da loja: www.ufrgs.br/pontoufrgs
Telefone: +51 3308.3398

Notícias

83 anos UFRGS

Oitenta e três anos após sua fundação, a Universidade Federal do Rio Grande do Sul segue reafirmando seu compromisso com o desenvolvimento científico, pedagógico e artístico. A celebração da data acontece um dia após o anúncio da avaliação INEP/MEC 2016, que destaca a UFRGS como a universidade federal com IGC mais alto do Brasil.

Marcando o aniversário, houve também a inauguração do Ponto UFRGS, espaço localizado no térreo do anexo I da Reitoria, o qual reúne produtos com a marca da Universidade.

Parabéns, UFRGS
Foto: Ramon Moser