Notícias

Restauração

DIRETOR DO MinC SUL VISITA OBRAS DE RESTAURO DO…

O Diretor do Escritório da Representação Regional Sul do Ministério da Cultura, Alvaro Franco, visitou ontem, dia 29 de maio, o prédio do Antigo Instituto de Química da UFRGS, que está em estágio final de restauração total com valores oriundos da própria Universidade e também da Lei Rouanet. Acompanhado do superintendente e da vice-superintendente de Infraestrutura da UFRGS (SUINFRA), Edy Isaias Junior e Andrea Loguercio, respectivamente, e também do Arquiteto do Setor de Patrimônio Histórico da SUINFRA, Luiz Francisco Perrone, foram explicadas questões técnicas do projeto e o a sua futura utilização como Centro Cultural da UFRGS, com previsão para ser inaugurado entre final de junho e início de julho deste ano.

“Será um espaço multicultural que irá abrigar atividades permanentes e outros projetos efêmeros”, esclareceu Andrea Loguercio. Alvaro atentou para a importância da Universidade como gestora do centro: “a UFRGS é uma marca de excelência que pode contribuir ainda mais para a cultura da cidade com a abertura e administração deste espaço”; e aproveitou ainda para elogiar o projeto, lembrando que há muito tempo Porto Alegre não tinha a oportunidade de ganhar um espaço cultural desse porte aberto à comunidade.

O Diretor da Regional Sul do MinC também concedeu uma entrevista à Rádio da Universidade para o programa  Momento do Patrimônio, produzido pelo Setor de Patrimônio Histórico da SUINFRA, onde pôde falar um pouco sobre o projeto de Acessibilidade do Prédio da Rádio da Universidade, que está em fase de captação de recursos pela Lei Rouanet. Está previsto para o programa ir ao ar no final do mês de junho.

 

Momento do Patrimônio 2018

Momento do Patrimônio – 2018 #08 ZITA POSSAMAI

PAUTA:  O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MUSEOLOGIA E PATRIMÔNIO: principais desafios dos museus na contemporaneidade e reflexões da área.

CONVIDADA: Zita Possamai, historiadora e professora, graduada, mestra e doutora em História pela UFRGS e pós-doutora pela Universidade Paris 3 Sorbonne Nouvelle/França.

MOMENTO DO PATRIMÔNIO vai ao ar todas as terças-feiras, às 20h30min, pela Rádio da Universidade. Pode ser escutado sintonizando na faixa 1080 AM ou nos sites: www.ufrgs.br/radio/ e www.ufrgs.br/patrimoniohistorico

PRODUÇÃO E APRESENTAÇÃO: Marcelo Coelho de Souza, Produtor Cultural do SPH.

REALIZAÇÃO: SPH/SUINFRA/UFRGS

Prédios Históricos

SÉRIE PRÉDIOS HISTÓRICOS DA UFRGS – INSTITUTO ELETROTÉCNICO

Criado em 07 de março de 1908, o Instituto Eletrotécnico foi o primeiro no ensino de eletricidade e mecânica no país.  O Instituto era parte integrante da Escola de Engenharia e ficava abrigado nas dependências da Escola. Com a necessidade de um espaço maior, Manoel Itaqui elaborou o projeto de um novo prédio para o Instituto, com dois pavimentos, na atual esquina da Avenida Osvaldo Aranha, antes nomeada Avenida do Bom Fim; com a Rua Sarmento Leite. A execução do projeto ficou por conta de Francisco Andrighetto e Paolo Paganini. A nova edificação ficou pronta em 1910.

Em 1912, o prédio precisou ser ampliado por conta do desenvolvimento de suas atividades. Nesta época, o ensino era ministrado por professores, na sua maioria, contratados na Europa; alguns vindos da Alemanha e Estados Unidos.

Read more “SÉRIE PRÉDIOS HISTÓRICOS DA UFRGS – INSTITUTO ELETROTÉCNICO”

Momento do Patrimônio 2018

Momento do Patrimônio – 2018 #07 ZITA POSSAMAI

PAUTA:  O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MUSEOLOGIA E PATRIMÔNIO: seu mercado, novas tendências e reflexões da área.

CONVIDADA: Zita Possamai, historiadora e professora, graduada, mestra e doutora em História pela UFRGS e pós-doutora pela Universidade Paris 3 Sorbonne Nouvelle/França.

 

MOMENTO DO PATRIMÔNIO vai ao ar todas as terças-feiras, às 20h30min, pela Rádio da Universidade. Pode ser escutado sintonizando na faixa 1080 AM ou nos sites: www.ufrgs.br/radio/ e www.ufrgs.br/patrimoniohistorico

PRODUÇÃO E APRESENTAÇÃO: Marcelo Coelho de Souza, Produtor Cultural do SPH.

REALIZAÇÃO: SPH/SUINFRA/UFRGS

 

Momento do Patrimônio 2018

Momento do Patrimônio – 2018 #06 CÉSAR VIEIRA

PAUTA: FOTOGRAFIA E ARQUITETURA – Parte II

CONVIDADO: César Bastos De Mattos Vieira, Arquiteto, Designer Gráfico, Fotógrafo e Professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UFRGS.

Confira um pouco do trabalho fotográfico do convidado: https://goo.gl/JyoPWH

MOMENTO DO PATRIMÔNIO vai ao ar todas as terças-feiras, às 20h30min, pela Rádio da Universidade. Pode ser escutado sintonizando na faixa 1080 AM ou nos sites: www.ufrgs.br/radio/ e www.ufrgs.br/patrimoniohistorico

PRODUÇÃO E APRESENTAÇÃO: Marcelo Coelho de Souza, Produtor Cultural do SPH.

REALIZAÇÃO: SPH/SUINFRA/UFRGS

 

Prédios Históricos

SÉRIE PRÉDIOS HISTÓRICOS DA UFRGS – PRÉDIO CENTENÁRIO DA…

A Escola de Engenharia foi criada em 10 de agosto de 1986 pela iniciativa de cinco engenheiros militares, professores do Colégio Militar. A Escola, inicialmente localizada no Atheneu Rio-Grandense, passou por outras seis locações, até que, através dos esforços de seus fundadores, do poder público e da comunidade, foi realizada a construção de uma sede própria, o Prédio Centenário, como é conhecido atualmente.

 

O prédio Centenário da Escola de Engenharia está erigido em frente à Praça Argentina, no Campus Centro da UFRGS e foi o primeiro do Rio Grande do Sul a ser edificado especialmente para receber um curso superior. O Prédio foi construído entre os anos de 1896 a 1900, a partir de um projeto do engenheiro João José Pereira Parobé. O terreno foi concedido pelo município e, para iniciar as obras, a intendência de Porto Alegre recolheu doações da comunidade; o diretor e os professores abriram mão de suas remunerações, para que a Escola pudesse se manter.

  Read more “SÉRIE PRÉDIOS HISTÓRICOS DA UFRGS – PRÉDIO CENTENÁRIO DA ESCOLA DE ENGENHARIA”

Momento do Patrimônio 2018

Momento do Patrimônio – 2018 #05 CÉSAR VIEIRA

PAUTA: FOTOGRAFIA E ARQUITETURA – Parte I

CONVIDADA: César Bastos De Mattos Vieira, Arquiteto, Designer Gráfico, Fotógrafo e Professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UFRGS.

Confira um pouco do trabalho fotográfico do convidado: https://goo.gl/JyoPWH

MOMENTO DO PATRIMÔNIO vai ao ar todas as terças-feiras, às 20h30min, pela Rádio da Universidade. Pode ser escutado sintonizando na faixa 1080 AM ou nos sites: www.ufrgs.br/radio/ e www.ufrgs.br/patrimoniohistorico

PRODUÇÃO E APRESENTAÇÃO: Marcelo Coelho de Souza, Produtor Cultural do SPH.

REALIZAÇÃO: SPH/SUINFRA/UFRGS

Momento do Patrimônio 2018

Momento do Patrimônio #4 – ANA LÚCIA DREYER

PAUTA: Campus do Vale: Arquitetura Urbana e Sustentável – parte II

CONVIDADA: A arquiteta do Setor de Patrimônio Histórico da UFRGS, Ana Lúcia Dreyer, formada em arquitetura e urbanismo pela própria Universidade Federal do Rio Grande do Sul, tem experiência em sustentabilidade para a arquitetura com acreditação pela UNITED STATES GREEN BUILDING COUNCIL.

MOMENTO DO PATRIMÔNIO vai ao ar todas as terças-feiras, às 20h30min, pela Rádio da Universidade. Pode ser escutado sintonizando na faixa 1080 AM ou nos sites: www.ufrgs.br/radio/ e www.ufrgs.br/patrimoniohistorico

PRODUÇÃO E APRESENTAÇÃO: Marcelo Coelho de Souza, Produtor Cultural do SPH.

REALIZAÇÃO: SPH/SUINFRA/UFRGS

 

Momento do Patrimônio 2018

Momento do Patrimônio #3 – ANA LÚCIA DREYER

PAUTA: Campus do Vale: Arquitetura Urbana e Sustentável

CONVIDADA: A arquiteta do Setor de Patrimônio Histórico da UFRGS, Ana Lúcia Dreyer, formada em arquitetura e urbanismo pela própria Universidade Federal do Rio Grande do Sul, tem experiência em sustentabilidade para a arquitetura com acreditação pela UNITED STATES GREEN BUILDING COUNCIL.

MOMENTO DO PATRIMÔNIO vai ao ar todas as terças-feiras, às 20h30min, pela Rádio da Universidade. Pode ser escutado sintonizando na faixa 1080 AM ou nos sites: www.ufrgs.br/radio/ e www.ufrgs.br/patrimoniohistorico

PRODUÇÃO E APRESENTAÇÃO: Marcelo Coelho de Souza, Produtor Cultural do SPH.

REALIZAÇÃO: SPH/SUINFRA/UFRGS

 

Prédios Históricos

SÉRIES PRÉDIOS HISTÓRICOS DA UFRGS – INSTITUTO PAROBÉ

O Instituto Parobé nasceu no dia 1 de julho de 1906 nos porões da Escola de Engenharia da UFRGS, denominado Instituto Técnico Profissional. Com o apoio e a participação de outros professores, João José Pereira Parobé, ex diretor da Escola de Engenharia, inaugurou oficialmente o Instituto.

O Instituto se constituiu como mais importante escola técnica do Rio Grande do Sul. A Instituição foi criada para meninos de famílias de baixa renda e operários, e se propunha em promover o ensino superior técnico profissional nas áreas da construção mecânica e civil, marcenaria e artes para esses jovens, gratuitamente, e contava com regime de internato.

Entre os anos de 1908 e 1921, a Escola se instalou nos prédios Château e Castelinho, pois houve um aumento no programa; um curso noturno para aqueles que não podiam frequentar as aulas no turno diurno.

Foi denominado de Instituto Parobé, a partir de 1916 em homenagem ao professor fundador. No ano de 1920, o Instituto, até então, que era somente dedicado ao ensino para o sexo masculino, passa a abranger a educação, especialmente, para o sexo feminino. Um curso de educação doméstica rural para meninas foi iniciado.

Com o aumento das atividades e a inclusão de meninas, o arquiteto Chrétien Hoogenstraaten, projetou uma nova sede para o Instituto, fazendo parte do denominado prédios históricos, tendo sido a última edificação do ciclo de trinta anos de construções iniciado em 1898. A construção da edificação levou de 1925 a 1928.

Localizado na Rua Sarmento Leite, no primeiro quarteirão do Campus Centro, o edifício do Instituto Parobé destaca-se na paisagem urbana pela sua intensidade plástica. Configura-se simetricamente a partir de um corpo central de quatro pavimentos, com pés-direito avantajado. A base da construção é rústica, adotada para marcar o peso da região de suporte do edifício ao solo e para conferir um caráter de solidez e requinte artístico.

Com a constituição da Universidade de Porto Alegre, o Parobé em 1936 desvincula-se oficialmente da Universidade, por ser uma escola de nível médio. Hoje, a Escola Técnica Estadual Parobé ocupa novas dependências na Av. José Loureiro da Silva, no bairro Praia de Belas.

Em 1970, o Prédio foi ocupado pelo Instituto de Matemática e atualmente é utilizado pelos cursos de graduação e pós-graduação em Engenharia Mecânica e pelo Museu do Motor.

O Prédio faz parte da história; das transformações que ocorreram no Brasil na década de 20, formando mestres e contramestres, homens e mulheres e assim profissionalizando jovens das classes menos favorecidas.

Foto: Cesar Bastos Vieira

Foto: Cesar Bastos Vieira

Momento do Patrimônio 2018

Momento do Patrimônio #2 – ANDRÉ LUIS PRYTOLUK

PAUTA: A RÁDIO DA UNIVERSIDADE

CONVIDADO: Professor André Luis Prytoluk, Diretor do Centro de Tele difusão Educativa da UFRGS, formado em comunicação social com habilitações em Publicidade e Propaganda e Relações Públicas pela FABICO, atuou como Redator Publicitário, Diretor de Cena e Roteirista em comerciais, audiovisuais e musicais.

MOMENTO DO PATRIMÔNIO vai ao ar todas as terças-feiras, às 20h30min, pela Rádio da Universidade. Pode ser escutado sintonizando na faixa 1080 AM ou nos sites: www.ufrgs.br/radio/ e www.ufrgs.br/patrimoniohistorico

PRODUÇÃO E APRESENTAÇÃO: Marcelo Coelho de Souza, Produtor Cultural do SPH.

REALIZAÇÃO: SPH/SUINFRA/UFRGS

Momento do Patrimônio 2018

Momento do Patrimônio #01 – ANDRÉ LUIS PRYTOLUK

PAUTA:  A RÁDIO DA UNIVERSIDADE

CONVIDADO: Professor André Luis Prytoluk, Diretor do Centro de Tele difusão Educativa da UFRGS, formado em comunicação social com habilitações em Publicidade e Propaganda e Relações Públicas pela FABICO, atuou como Redator Publicitário, Diretor de Cena e Roteirista em comerciais, audiovisuais e musicais.

MOMENTO DO PATRIMÔNIO vai ao ar todas as terças-feiras, às 20h30min, pela Rádio da Universidade. Pode ser escutado sintonizando na faixa 1080 AM ou nos sites: www.ufrgs.br/radio/ e www.ufrgs.br/patrimoniohistorico

PRODUÇÃO E APRESENTAÇÃO: Marcelo Coelho de Souza, Produtor Cultural do SPH.

REALIZAÇÃO: SPH/SUINFRA/UFRGS

Prédios Históricos

SÉRIES PRÉDIOS HISTÓRICOS DA UFRGS – FACULDADE DE DIREITO

A Faculdade Livre de Direito de Porto Alegre nasceu, em 17 de fevereiro de 1900, por iniciativa de um grupo de magistrados inspirados nas ideias reformistas que se introduziram com a República. Para consolidação definitiva como instituição de ensino, era necessário constituir um sólido patrimônio imobiliário para abrigar o curso.

Assim, construir o prédio exigiu, por parte de seus fundadores, grande empenho na captação de recursos financeiros. Verbas foram conseguidas com quermesses, bailes e doações diversas, inclusive de outras cidades, destacando-se as ações realizadas em Pelotas.

Entre os anos de 1908 e 1910, a edificação foi construída e finalizada. O Desembargador Manoel André da Rocha teve atuação decisiva para a construção do imponente prédio e, durante 32 anos, foi Diretor da Faculdade.

Em 1909, a Faculdade de Direito criou a Escola de Comércio, origem das atuais Faculdade de Ciências Econômicas e Escola Técnica de Comércio. Em suas dependências também se iniciaram vários cursos da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras.

O Centro Acadêmico, fundado em 1917, pioneiro na implantação do Serviço de Assistência Judiciária Gratuita no Brasil, destacou-se com decisivas ações de política estudantil, preocupando-se com questões legais de interesse da comunidade.

A Reitoria, base jurídico-administrativa da Universidade de Porto Alegre, criada em 1934, ocupou parte do prédio entre 1936 e 1954.

Formadora de gerações de grandes doutrinadores e operadores do Direito, a centenária instituição continua sendo vanguarda do pensamento jurídico nacional.

O acesso principal do prédio apresenta um portão de ferro, ricamente trabalhado, que se abre para o saguão do edifício. O saguão introduz à escadaria interna, de mármore, com corrimão em estuque veneziano, exemplar raro na arquitetura de Porto Alegre e em cujo patamar sobressaem os vitrais, de José Wollmann, representando a Justiça, a Doutrina e a Ciência.

O prédio causa grande impacto às pessoas que circulam pelo seu interior, em razão da diversidade de seus elementos decorativos. Belíssimos afrescos revestem suas paredes.

Integrados perfeitamente ao projeto original, os espaços da biblioteca e do auditório, chamado Salão Nobre, resultaram de uma ampliação realizada em 1951. Neste último, destaca-se uma magnífica pintura mural de Ado Malagoli. Por sua vez, o artista veneziano Frederico Pellarin realizou as esculturas figurativas da cúpula.

Notícias

Sala Redenção tem programação especial nesta semana

Após reinauguração, o Cinema Universitário da UFRGS apresenta mostra de filmes gaúchos.

 

Hoje, dia 02 de abril, a partir das 19h, inicia, na Sala Redenção, a 2º Mostra Sesc de Cinema – Etapa Estadual, com a apresentação dos filmes Bandidos Desalmados, do diretor Paulo Alcaraz; Mãe dos Monstros, de Julia Zanin de Paula; e Redenção, de Marcel Kunzler.

 

A mostra vai até esta sexta-feira, 06 de abril, e trará uma seleção de 20 filmes gaúchos nas modalidades curta e longa-metragem. Além das exibições, serão realizados debates com os diretores dos filmes a fim de explanarem sobre a produção, seu processo criativo e discussões que suscitam a obra. A entrada é franca.

 

A Sala Redenção, o Cinema Universitário da UFRGS, foi reinaugurada, na semana passada, no dia 28 de março. A reinauguração foi marcada por novidades, como o hall de entrada da sala com o painel “Arte da Memória” e a manifestação artística na fachada, a pintura da Lua George Méliès. Além da restauração visual, a reabertura teve a exibição de um curta e dois longas-metragens da diretora Eliza Capai.

 

O Cinema Universitário se propõe a resgatar os grandes clássicos do cinema mundial, além de reservar um espaço significativo para as produções nacionais.

 

Confira a programação completa: http://www.ufrgs.br/difusaocultural/projeto.php?id=470

 

Confira o evento na página do Facebook:

https://www.facebook.com/events/597216920620010/?active_tab=about

Notícias

PONTO UFRGS: VALORIZANDO O QUE É NOSSO

Para quem ainda não conhece, aproveite e dê uma passada na Ponto UFRGS, que está com algumas novidades nos seus produtos. A loja, que foi inaugurada em novembro de 2017, trabalha com produtos Institucionais confeccionados e comercializados visando à gestão da marca promocional e a união da comunidade interna e externa da Universidade.

Buscando valorizar a identidade da UFRGS, a Ponto UFRGS inova no seu conceito com diferentes linhas de produtos, como a Feito UFRGS, que são os produtos institucionais elaborados com a participação da comunidade da UFRGS; a UFRGS Convida, que é um espaço dedicado à valorização das atividades culturais da Universidade e a linha Mostra UFRGS, que é inspirada nos ícones mais marcantes de nossa Universidade – ícones ligados à memória e ao sentimento de pertencimento da instituição com base em seu PATRIMÔNIO MATERIAL e IMATERIAL.

Além desses produtos, a loja ainda traz a Mostra Cultural, que consiste em exposições de artistas convidados, dessa forma, aproximando a arte do dia-a-dia da Universidade e desenvolvendo produtos especiais, que integram a categoria Mostra UFRGS.

A Ponto UFRGS não tem fins lucrativos; todo o lucro obtido com a comercialização de produtos é revertido à comunidade acadêmica por meio da oferta de atividades culturais.

 

Ponto UFRGS
Av. Paulo Gama, 110 – Anexo 1 da Reitoria/Térreo

Horário de funcionamento: das 9h às 17h
Contato: (51) 3308 3398

E-mail: pontoufrgs@ufrgs.br