Campus Litoral Norte da UFRGS

HISTÓRIA DO CAMPUS
A Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), com sede em Porto Alegre e um Campus no Litoral Norte, é uma instituição complexa e diversificada, que desenvolve atividades de ensino (graduação, pós-graduação, educação básica e profissional), de pesquisa e de extensão em todas as áreas do conhecimento. Na inter-relação de suas áreas, a Universidade inova na interdisciplinaridade – em seus centros de estudos e pesquisas – e também, avança em ações internacionais nas parcerias bilaterais com universidades das principais nações de todos os continentes.
A presença da UFRGS na região do Litoral Norte do Estado do Rio Grande do Sul se efetivou na década de 80, primordialmente através do CECLIMAR – Centro de Estudos Costeiros, Limnológicos e Marinhos, que está localizado às margens da Lagoa de Tramandaí, em Imbé. Desde então, neste centro têm sido desenvolvidas atividades de pesquisa, extensão e ensino, promovendo junto a comunidades da região, ações no campo da economia, ecologia, agricultura, turismo, cultura e artes. No início de 2009, a administração da UFRGS foi procurada por representantes das comunidades do Litoral Norte para uma consulta sobre a possibilidade de expansão de sua presença na região, em virtude de uma demanda crescente por educação superior e educação básica, no que concerne à democratização do acesso, bem como à melhoria da qualidade do ensino na região.
Tal demanda alicerçou-se no fato de que, nas últimas décadas, ao lado do crescimento populacional, tem se verificado na região do Litoral Norte uma tendência de estabelecimento de populações permanentes, modificando um cenário que caracterizou a região desde suas origens. A intensificação de empreendimentos em diversas áreas, incluindo mercado imobiliário, desenvolvimento do turismo, entre outras, está acarretando um descompasso do ponto de vista da formação profissional, de tal sorte que as populações enfrentam carências no que tange a serviços, seja na condição de usuária, seja na condição de ofertante. Por outro lado, os índices de escolaridade regional evidenciam a necessidade premente de um forte investimento em educação, com ações estruturadas de médio e longo prazo, que possam reverter esse quadro criando as condições para o desenvolvimento regional sustentável, que considere não somente os veranistas, mas as populações permanentes como atores e sujeitos desse processo.

Diante deste quadro e em consonância com as políticas de expansão do ensino superior propostas pelo Governo Federal da época, a UFRGS decidiu expandir-se com a constituição de um campus nesta região. A meta principal era oferecer oportunidades de educação superior em áreas que não contam com o ensino superior público em bases permanentes. Nesse contexto, o Campus Litoral Norte se insere na região de mesmo nome, no estado do Rio Grande do Sul, dando continuidade ao trabalho que vem sendo desenvolvido nas áreas de Biologia Marinha e Formação de Professores.
O Campus Litoral Norte situa-se no município de Tramandaí, às margens da RS030, quase na divisa com o município de Osório, e conta com cerca de 14 hectares. A definição dessa área considerou sua posição estratégica em relação à região, bem como o fato de já contar com infraestrutura, possuindo um conjunto de prédios aptos a oferecer base para o funcionamento inicial das atividades, além de ter áreas livres para novas construções. A recuperação desses prédios e sua adaptação para o início das atividades de ensino constituíram a primeira fase de implantação da infraestrutura do Campus Litoral.
Cabe salientar que a pactuação do Campus Litoral Norte da UFRGS ficou acordada com a Diretoria de Desenvolvimento da Rede de IFES – DIFES/ SESu/MEC, em 18 de abril de 2012, e os primeiros recursos humanos foram solicitados ao Ministério da Educação, através do Ofício nº 0016/2012 do Gabinete do Reitor, em 09 de janeiro de 2013. Na pactuação com o MEC foram propostos cursos com a finalidade de definir recursos humanos e financeiros. Quanto aos recursos humanos, ficou acertado um quantitativo de 80 docentes, 37 técnicos administrativos classe E, e 56 técnicos administrativos classe D, totalizando 173 servidores lotados no Campus Litoral Norte. Atualmente o Campus Litoral Norte possui um total de 101 servidores, sendo 56 técnicos administrativos e 45 docentes. Dentre estes docentes, 13 professores, atuantes na Educação do Campo, possuem doutorado em Educação ou em alguma área de Ensino.