OS CEM ANOS DO ECLIPSE DE SOBRAL

OS CEM ANOS DO ECLIPSE DE SOBRAL

03/06/2019 Uncategorized 0

O dia 29 de maio de 1919 ficará para sempre marcado na história da Física Moderna, da Astrofísica e também do Brasil: há cem anos atrás, na cidade de Sobral, no interior do Ceará, a observação de um eclipse total do Sol forneceu a primeira prova experimental da validade da teoria da Relatividade Geral de Albert Einstein (1879-1955). Publicada quatro anos ante do eclipse de Sobral, em 1915, a Teoria da Relatividade Geral de Einstein estipulava novas concepções de espaço e tempo, de luz – da natureza e comportamento desta diante do espaço-tempo – e as influências sofridas por ela em relação à gravidade.

Segundo a teoria, a trajetória da luz das estrelas seria desviada ao passar por uma região com forte campo gravitacional, como o entorno do Sol. A cidade Sobral “estava na rota do eclipse” (ver imagem abaixo), além de ter aspectos em sua geografia que seriam favoráveis à observação do fenômeno. Dessa maneira, foram fotografadas estrelas próximas ao Sol durante o dia, comparando-as com fotografias noturnas das mesmas estrelas, constatando-se que houve desvio na luz a partir da aparente mudança de posição das estrelas, que de fato não se deslocam.

O céu entreaberto de Sobral possibilitou o êxito do experimento e os astrônomos puderam fazer os cálculos de deflexão da luz que meses depois seriam a prova definitiva da comprovação da Teoria da Relatividade Geral, dando início a fama internacional do e Einstein.

Para marcar esta data, o Planetário oferecerá a palestra EINSTEIN E O RADIANTE CÉU DO BRASIL: OS 100 ANOS DA COMPROVAÇÃO DA TEORIA DA RELATIVIDADE GERAL, ministrada por Dra. Cristina Furlanetto, professora do departamento de Física da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). A palestra abordará o experimento em seu contexto histórico e sociológico, dando ênfase aos resultados obtidos em Sobral, mostrando também o seu impacto na Cosmologia e Astrofísica modernas.

fonte: http://www.mast.br/sobral/