Você Sabia?

Solstício de Inverno

Dia 21 de Junho é o dia que marca o início do inverno, mas esta data não é simplesmente determinada por alguém, na verdade é o dia que acontece um fenômeno astronômico, e este fenômeno determina o início do inverno. O solstício de inverno é quando a Terra está em um ponto de sua órbita que, devido à sua inclinação, torna o dia mais curto, e a noite mais longa. Na verdade este processo é algo que aumenta e diminui gradualmente conforme a Terra gira em torno do Sol, e o solstício é o ponto máximo, no caso do de inverno, quando o dia é o mais curto, e a noite é a mais longa. Os solstícios não são iguais para ambos os hemisférios, na verdade eles ocorrem nos mesmos dias, mas são opostos, quando o hemisfério sul está no solstício de inverno, dia mais curto do ano, o hemisfério norte está no solstício de verão, dia mais longo do ano, e vice versa. 

Planetas Visíveis da Terra a Olho Nu

A Terra está situada à 149.600.000 km do Sol, sendo o terceiro planeta em relação a ele. Tendo-a como observatório dos outros sete planetas do sistema solar, cinco deles são os que podemos enxergar sem o auxílio de equipamentos:

Mercúrio, o menor planeta do nosso sistema solar e também o mais difícil de observar devido a sua proximidade do Sol; Vênus, o segundo planeta em ordem de afastamento do Sol e também o segundo objeto mais brilhante do céu noturno; Marte, quarto do nosso sistema solar, também conhecido como planeta vermelho; Júpiter , maior planeta do sistema solar, conhecido como gigante gasoso e Saturno, planeta dos anéis,sexto em distância do Sol e o segundo maior do nosso sistema. Enquanto isso, Urano e Netuno são vistos apenas com a ajuda de telescópios.

Entretanto, a visibilidade “a olho nu” destes planetas depende de condições específicas, como o seu brilho e trajetória, sendo por vezes visíveis apenas ao amanhecer ou anoitecer.

Diferentemente das estrelas, que cintilam (piscam) e permanecem estáticas, os planetas possuem um brilho fixo, mas que varia de intensidade de acordo com a magnitude (distância em relação à Terra) em se encontram, pois deslocam-se em uma faixa onde se encontram as constelações do zodíaco, numa trajetória de laçada.

Fonte: Planetas e estrelas – Um guia prático de carta celeste, Arjuna C. Panzera, Ed. UFM