23
maio

CENA EM PESQUISA – MOSTRA PPGAC – FESTIVAL PALCO GIRATÓRIO DO SESC

 

Reunindo criações cênicas desenvolvidas em pesquisas de Mestrado e Doutorado no Programa de Pós Graduação em Artes Cênicas da UFRGS, a mostra aposta no intercâmbio entre universidade e comunidade e afirma o transito entre investigação e criação artística. No ano em que o Departamento de Arte Dramática, casa do PPGAC, comemora 60 anos de existência, celebramos conexões que fomentam a arte e a cultura no país e suas próprias possibilidades em tempos de urgência. Inquietos e atentos, seguimos trabalhando, pesquisando e criando em artes cênicas, imaginando outras possibilidades de presente e futuros, no encontro entre arte e universidade pública.

 

 

*Espetáculos com entrada franca, retiradas de senha com 1h de antecedência no local.

 

 

 

Ruídos (Núcleo de Pesquisa beckett-we/RS) – 22/05 – Sala Qorpo Santo – 20h 

Indicação: 12 anos

Duração: 60 min

 

Sinopse: Espetáculo inspirado na obra “Companhia” de Samuel Beckett, que tem como personagem central, um homem, deitado, sozinho e no escuro. Visando amenizar sua solidão, ele rememora tempos antigos, recortes de sua infância, vida adulta e velhice como forma de companhia. Após criar uma teia de lembranças, o homem passa a questionar o teor de veracidade das mesmas, cogitando a possibilidade destas, terem sido inventadas, apenas para lhe fazerem companhia. As memórias do texto, que se assemelham muito à própria biografia de Beckett, serviram de inspiração para a composição do espetáculo, e se mesclam com as memórias dos atores, questionando a decadência das relações humanas. Ruídos é um espetáculo híbrido, que dialoga com o teatro, a dança e a performance, buscando uma linguagem capaz de dar conta da angústia dos seus criadores

Realização: Núcleo de Pesquisa beckett-we

Coordenação de pesquisa: Luciana Tondo

Assistência de pesquisa: Marcelo Mertins

Orientação: Silvia Balestreri 

Elenco: Carolynne Lima, Caroline Fontella, Ceila Adriany, Daniel Varallo, Diogo Silveira, Felipe Goldenberg, Fernanda Fiuza, Fernanda Leal, Gabriel Cocola, Ketlyn Ramos, Luana da Silva, Lucas Reis, Mauro Amaya, Paula Silveira, Rafael Domingues, Thayse Ramão, Vanessa Fiuza, Valentina Flores Curi, Vinicius Lima, William Andrius.

Produção: Núcleo de Pesquisa Beckett-we

Apoio: Departamento De Arte Dramática PPGAC – UFRGS

 

 

Todas nós (Cia. Dramática/RS) – 23/05 Sala Alziro Azevedo – 20h 

Indicação: 14 anos
Duração: 50min

 

Sinopse: A violência nossa de todo dia. Violência contra negros, índios, trans, putas, imigrantes, pobres. Violência contra mulheres. Violência escancarada, velada, pequena, imensa, violência que está no cimento de nossa ordem social e precisa ser denunciada, percebida, combatida. Mulheres agredidas de tantas formas, que inventam modos de resistir. Sobreviver, apenas sobreviver, já não é pouco. A dramaturgia do espetáculo é construída a partir de histórias reais das atrizes e de outras Mulheres Vítimas de Violência. Gostaríamos de falar da história de cada uma, mas são muitas, milhares. Este espetáculo é para todas as mulheres. Mulheres de ontem, de hoje e de sempre. Todas Nós!

 

Elenco, iluminação e sonorização: Iassanã Martins e Juçara Gaspar

Colaboração artística: Patrícia Fagundes

Dramaturgia e concepção do espetáculo: Iassanã Martins, Juçara Gaspar e Patrícia Fagundes

 

Procurando Emily (PER-FORMANTES/RS) – 24/05 – Sala Qorpo Santo – 20h 

Indicação: Livre
Duração: 45min

 

Sinopse: Duas atrizes e um músico com seu violão criam narrativa a partir de poemas da destacada autora americana Emily Dickinson. Em um trânsito entre o cotidiano e o universal, procura-se Emily na solidão, na natureza, na efemeridade e na eternidade, em um jogo com a síntese e a singular transgressão técnica da autora. Aspectos de preparação do ator/performer, de composição cênica e musical se reúnem em uma atmosfera com espaços para o improviso. Espetáculo gerado durante a pesquisa de doutorado de Márcia Donadel (Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas – UFRGS).

 

Direção: Márcia Donadel

Elenco: Ana Caroline de David, Carina Corá e Fernando Zaslavsky

Trilha sonora original: Fernando Zaslavsky.

 

 

Remontagem – o nosso amor a gente inventa (Inderminada) – 25/05 – Sala Qorpo Santo – 20h 

Indicação: 16 anos
Duração: 60min

 

Sinopse: Em meio a músicas, histórias pessoais, coreografias, discursos e cantorias, “REMONTAGEM – o nosso amor a gente inventa”, tece cenas reinventando realidades possíveis a partir da imaginação. Com uma estrutura episódica, aborda temáticas diversas como gênero, sexualidade, negritude, violência e democracia. A peça é trânsito entre realidade e ficção, espetacular e íntimo, show e silêncio. Um REMIX de músicas mais tocadas, lembranças pessoais, ídolos e amores. Nasceu dentro da pesquisa Práticas de encontro – o político na cena contemporânea da Professora Patrícia Fagundes, unindo mestrado e graduação em sua equipe criativa. Com a direção de Ander Belotto, busca desenvolver uma noção de teatro pop, propondo um diálogo entre sociedade e cultura pop, trazendo à cena questões que partem do pessoal para discutir o coletivo, em uma atmosfera jovem, bem-humorada, sensual e crítica.

 

Direção e iluminação: Ander Belotto

Elenco: André Varela, Di Nardi, Lauro Fagundes e Vigo Cigolini

Orientação: Patrícia Fagundes

Composição dramatúrgica: Ander Belotto com a colaboração do elenco

Assistência de direção: Maurício Schneider

Concepção e pesquisa audiovisual: Ander Belotto e Vitória Titton

Operação de vídeo: Vitória Titton.