27
jun

Relações entre teatro e cidade a partir da experiencia do grupo brasiliense Teatro do Concreto

thumb
 

No dia 03 de julho (quarta-feira), às 10h30min, na Sala Alziro Azevedo, o diretor do Teatro do Concreto e professor do curso de Licenciatura em Teatro do Instituto de Cultura e Arte da Universidade Federal do Ceará, Francis Wilker lança o livro "Encenação no Espaço Urbano" (editora Horizonte), resultado da pesquisa de mestrado realizada na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. A publicação se dedica a pensar as relações entre teatro e cidade a partir da experiência do grupo brasiliense Teatro do Concreto, e suas encenações realizadas em diferentes espaços de Brasília. O autor  desenvolve uma narrativa de fôlego, dividida em Asa Norte e Asa Sul, que oferece ao leitor a oportunidade de se aproximar de importantes conceitos operativos relacionados ao fenômeno arte-cidade e às potências dramatúrgicas da encenação no espaço urbano. Além disso, convida ao leitor para percorrer como testemunha íntima suas próprias cartografias, descrevendo densamente os processos criativos e os procedimentos de encenação dos trabalhos Ruas Abertas (2008) e Entrepartidas (2010), que faz apresentações na cidade de Porto Alegre de 5 a 7 de julho. 

Francis Wilker atualmente desenvolve sua pesquisa de doutorado na mesma escola, sob orientação de Antônio Araújo. Nos últimos anos, tem colaborado periodicamente como curador, debatedor e crítico junto a festivais de teatro em todo o país e tem artigos publicados em sites e revistas dedicados ao pensamento sobre o teatro contemporâneo.

A iniciativa editorial faz parte do projeto Conexões da Cena, que conta com recursos do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal e parceria com a editora paulista Horizonte, na ocasião também estará à venda o livro “Experiência e Mediação de Espetáculos”,  do  dramaturgo e professor do curso de Licenciatura em Teatro do Instituto Federal Fluminense, Glauber Coradesqui. O livro também faz parte do projeto Conexões da Cena. 

 

Dia 03 de julho (quarta-feira), às 10h30min, na Sala Alziro Azevedo – Gen Vitorino, 255 – centro historico Porto Alegre