Infraestrutura

Em relação à infraestrutura, é constante a busca de melhorias no espaço físico. Conquistamos novos
espaço em 2017, mas acreditamos que temos ainda muito a melhorar. A ampliação dos quadros docente e
discente, assim como a ampliação do número de atividades de extensão oferecidas pelo Programa
justificam isso. A infraestrutura do PPGAV está distribuída em quatro prédios da UFRGS: no Instituto de Artes e seu anexo, Anexo I da Reitoria e o prédio histórico do ICBS.


Endereços:

ANEXO 1 DA REITORIA – Av. Paulo Gama, 110, Anexo I da Reitoria – Campus Centro da UFRGS – Porto Alegre – RS – Brasil – CEP 90046-900

PREDIO DO IA/UFRGS E ANEXO – Rua Senhor dos Passos, 248 – Prédio Anexo, Centro Histórico. Porto Alegre -RS. (Térreo e 7° andar do prédio principal e 5º andar do anexo do IA)

ICBS (Prédio histórico)
Rua Sarmento Leite, 500 – 90050-170 – Campus Centro da UFRGS – Porto Alegre -RS – Brasil

 


ANEXO 1 DA REITORIA – 3° ANDAR

      • CORDENAÇÃO E SECRETÁRIA (Sala 320): sala da Coordenação do PPGAV e da secretaria administrativa do PPGAV. Trabalham na sala coordenação, secretária e 3 bolsistas de cursos de graduação da UFRGS.
      • LIMIA (Laboratório de Infografia e multimeios) (Sala 318):  Sala equipada com equipamento multimídia, acesso a internet, computadores Macintosh, com recursos avançados de captação e edição de imagens, vídeos e animações através de softwares específicos e com uma impressora plotter de alta performance para impressões fotográficas de grande formato para uso partilhado. O LIMIA acolhe principalmente projetos voltados para arte e tecnologia, especialmente para atender as necessidades da linha de pesquisa Poéticas de processos híbridos”. Entre 2019 e 2021 esteve sob a coordenação da professora Teresinha. Barachini e passou a colaborar com as atividades de multimídia do PPGAV, contando com um discente bolsista para agilizar atividades e manter o laboratório acessível a comunidade acadêmica. Entre os projetos desenvolvidos, destacamos a reformulação do site do PPGAV para comunicação formal e a reativação do perfil do Programa no Facebook, bem como, a criação de um perfil no Instagram para a disseminação de informações rápidas para a comunidade externa e um canal do Youtube para documentação on-line das defesas e eventos realizados pelos docentes e discentes do PPGAV. O LIMIA implantou e acompanhou o Processo Seletivo remoto do Acordo de Cooperação efetivado em 2019 entre o PPGAV e a FAARTES/UFAM para o Mestrado Interinstitucional, MINTER. O processo permitiu pleno acesso às etapas para os envolvidos com eficiência, aproximando duas extremidades do território nacional. A experiência foi determinante para a qualidade do Processo Seletivo 2020 e 2021, realizado apenas virtualmente por causa da pandemia de Covid-19, bem como para a implantação de bancas de defesa por videoconferência, transmitidas ao vivo pelo canal do Youtube do Programa. No segundo semestre de 2021, o professor Alberto Semeler assumiu o LIMIA.

PRÉDIO ANEXO DO IA/UFRGS – 5º ANDAR

      • LABORATÓRIO MULTIUSO Compõem este espaço duas salas com toalete. Espaço adequado ao uso das duas áreas de concentração do Programa, compartilhado por professores(as) e alunos(as) da pós-graduação. Tem como vocação congregar as experiências de pesquisa em arte. Funciona tanto para reuniões e fórum de debates como para experimentações artísticas e exames de qualificação. Agendamento da sala deve ser realizado através do e-mail: ppgav@ufrgs.br
      • SAPE – SALA DO PROGRAMA EDITORIAL: Sala para apoio ao acompanhamento editorial das Séries Interface e Visualidade e das revistas Porto Arte e Valise do PPGAV.

 

PRÉDIO PRINCIPAL DO IA/UFRGS – 7º ANDAR

      • SALA DE AULA MULTIUSO (Sala 703A): sala de aula multiuso, utilizada como pequeno auditório para palestras e bancas de defesa de HTC. Comporta 40 lugares. Equipada com computador, acesso à internet e projetor multimídia.
      • SALA DE AULA (Sala 703B): sala de aula com 15 lugares, equipada com computador, acesso internet e projetor multimídia.
      • CDP (Centro de Documentação e Pesquisa) e o Laboratório de História da Arte (Sala 703C): Equipada com computador e acesso a internet. O Centro de Documentação e Pesquisa (CDP) reúne acervo documental ligado às artes visuais do estado e busca fomentar pesquisas a partir dessas fontes. Atualmente é  coordenado pelas professoras  Danilea Kern, Maria Ivone dos Santas e Joana Bosak. Caracteriza-se como um laboratório de registro, preservação e conservação de dados vinculados à produção intelectual do Programa, além de propor a discussão e reflexão sobre arquivos relacionados à produção artística contemporânea na cidade de Porto Alegre.Trata-se de um espaço que se nutre das pesquisas, tanto de professores quanto de alunos da graduação (bolsistas de iniciação científica) e pós-graduandos do Instituto de Artes, vinculados às duas áreas de concentração (HTC e PV).  O projeto do CDP evidencia o modo como obras e documentos podem ser sempre acessados e discutidos pela comunidade Em fase de reestruturação acolhe fundos documentais constituídos por catálogos, publicações, vídeos e fotografias, além dos volumes físicos das  Dissertações e Teses defendidas no programa desde sua criação, em 1991, além de documentos relacionados a pesquisas desenvolvidas entre os anos 1990 e 2010 sob coordenação das profas. Maria Amélia Bulhões e Mônica Zielinsky. O CDP realizou em 2019 o evento “Arte: Arquivos – I Jornada do CDP PPGAV/UFRGS”, com participação de representantes do Arquivo Histórico do IA, da Fundação Vera Chaves Barcellos e  alunos da disciplina de graduação Laboratório de Pesquisa em História da Arte I, ministrada pela profa. Joana Bosak de Figueiredo. Para 2020, estava previsto o “Simpósio Internacional Arte e Acervos Documentais: Arquivos de Artista e Arquivos da Crítica na Universidade”, com participantes de diferentes centros de documentação da América Latina, no Centro Cultural da UFRGS, com comitê científico internacional constituído por pesquisadores da AUGM, Associação de Universidades do Grupo de Montevidéu; cancelado por causa da Covid-19. A sala também resguarda a reserva técnica das publicações impressas da Revista Porto Arte e das Séries Visualidades e Interface.

 

CAMPUS CENTRAL DA UFRGS: ICBS

      • SALA DE PESQUISA (Sala 114) – sala equipada com computador e mesas serve para apoio à trabalhos de pesquisa junto ao arquivo histórico do Instituto de Artes, consulta de fontes e documentos e pequenas reuniões.

 

 


PRINCIPAIS ESPAÇOS DE APOIO

1- LABORATÓRIOS (Graduação e Pós-Graduação)

        • LABFOTO (Laboratório de Fotografia) (Sala no prédio do anexo do IA-UFRGS): Laboratório equipado com 7 ampliadores fotográficos, 17 computadores PC, 2 computadores IMAC e 3 digitalizadores, um deles de alta performance. Trabalham regularmente no laboratório um técnico, um a dois monitores e bolsistas de iniciação científica. As atividades realizadas no Laboratório, sob coordenação do professor Eduardo Vieira da Cunha, também servem às demandas dos projetos “Intersecções entre fotografia e pintura”, coordenado pelo professor, e “Videoarte: o audiovisual sem destino”, coordenado pela professora Elaine Tedesco.
        • LABHA (Laboratório de História da Arte) (Sala 703C no prédio do IA-UFRGS): O laboratório acolhe a realização de projetos vinculados a alunos dos cursos de graduação e concentra-se em pesquisas em História, Teoria e Crítica de Arte. Foi organizado pelo Grupo de Pesquisa “A imagem na arte e cultura desde a modernidade: história, problemáticas e metodologias de pesquisa” (CNPq), liderado pelos professores Alexandre Santos e Ana Albani de Carvalho, atualmente disponibilizado para todo o PPGAV. Destaca-se por abrigar projetor de diapositivos, retroprojetor de transparências e outros equipamentos do passado, necessários na recuperação de informações.
        • LABPHA (Laboratório de Pesquisa em História da Arte) (sala no ICBS): sala integrante das instalações do Arquivo Setorial (Arquivo Histórico) do IA no ICBS compartilhada pelo Arquivo Geral, com 11 computadores geridos pela Comissão de Graduação e História da Arte. Através do programa de extensão, “Apoio à Divulgação da Produção Intelectual do PPGAV 2014”, ofereceu bolsista e supervisão para a edição de mais de mil imagens para a e laboração do Catálogo Geral da Pinacoteca, sob responsabilidade do professor Paulo Silveira. O “Repositório auxiliar de publicações artísticas ou especiais” é um projeto com coordenação do professor Paulo Silveira que se propõe à coleta e guarda de fontes primárias e secundárias com significado expressivo ou documental da produção artística, como publicações não periódicas e periódicas (sobretudo de artistas), peças ou produtos gráficos auxiliares ao exercício do artista visual e múltiplos, especialmente se relacionados à arte contemporânea. Trata-se de acervo instrumental, sem sede física na UFRGS, disponibilizado em condições específicas, como proposto formalmente ao PPGAV, ao Bacharelado em História a Arte e ao Sistema de Pesquisa da UFRGS, e divulgado em encontros científicos da Fundarte (2014), do MAC-USP (2016) e Rennes 2 (2017). As publicações são levadas à sala de aula na graduação e na pós-graduação, sempre que necessário, como bibliografia complementar. Pode ser consultado sob agendamento. Uma parte deverá, futuramente, ocupar espaço no Arquivo Setorial do IA, conforme tratativas iniciadas em 2017.
        • LEPAC (Laboratório de Ensino e Pesquisa Arte e Contexto ) (Sala 104 no prédio do IA-URGS): Laboratório coordenado pela profa. Maria Ivone dos Santos. Atende ensino e pesquisa de graduação e de pós-graduação e do grupo Veículos da Arte (CNPq-UFRGS), liderado também pelo professor Hélio Fervenza. Funciona como espaço de encontros, reuniões do grupo, ateliê e reserva técnica de publicações e documentos. O laboratório guarda o arquivo das atividades desenvolvidas pelos projetos “Formas de pensar a Escultura – FPES – Perdidos no Espaço”, assim como os documentos dos eventos realizados sob coordenação de Maria Ivone dos Santos e Hélio Fervenza. A consulta pode ser feita a partir de agendamento aos professores.
        • OM-LAB (Laboratório de Objeto e Multimídia) (Sala 207 no Anexo I da Reitoria): Laboratório coordenado pela professora Teresinha Barachini, atende atividades de ensino, extensão, pesquisa de graduação e pós-graduação, vinculado ao grupo de pesquisa Objeto e Multimídia – CNPQ-UFRGS. Esta equipado com 3 computadores, TV e máquinas fotográ-ficas e vídeo. Neste momento agrega artistas que trabalham com objetos e mídias no meio urbano ou a partir deste e com o intuito de facilitar as aproximações dos artistas pesquisado-res com o espaço urbano, o grupo de pesquisa firmou convênio colaborativo através do PRO-JETO VIA (extensão) entre o Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e a Associação Cultural Vila Flores. Participam do Laboratório alunos de Iniciação Científica da graduação do Curso de Artes Visuais e alunos da Pós-Graduação do PPGAV. Site: https://www.om-lab.com.br/

 

2- OUTROS ESPAÇOS DE APOIO

        • Pinacoteca Barão de Santo Ângelo (PBSA) (Acervo): Possui coleção histórica iniciada em 1920, com mais de 800 obras catalogadas, incluindo as distribuídas em outros prédios da UFRGS. Delas, 865 imagens foram para a elaboração do catálogo geral do acervo artístico (com participação direta de quatro professores do PPGAV), em dois volumes, edição integrante das festividades de 80 anos da UFRGS em 2015. Os espaços do Acervo dividem-se entre o prédio do IA e o prédio do ICBS, onde está sua administração. Inscrita no Instituto Brasileiro de Museus – IBRAM, e no Sistema Estadual de Museus – SEM/RS, a PBSA é um equipamento de renome e visibilidade nacional. Como unidade museal ligada à universidade, enquadra-se na categoria de museu universitário. A unidade está inscrita como equipamento de ensino, pesquisa e extensão no Projeto Pedagógico do Bacharelado em História da Arte e como espaço de apoio do PPGAV, além de atender outros setores da UFRGS. Obras da coleção estiveram em 26 exposições locais e nacionais entre 2016 e 2019,  e complementando as atividades abertas ao público, foram desenvolvidas 4 exposições exclusivamente do acervo nos espaços destinados na Reitoria da UFRGS. Nos últimos dez anos, além da publicação do Catálogo Geral (2014), foram publicados 15 artigos ou capítulos de livros. Na Pós-Graduação, foram 19 dissertações e 4 teses em História, Teoria e Crítica de Arte que contaram com documentação e obras da Pinacoteca. O reconhecimento formal veio, nos últimos anos, através de diversos prêmios e, no momento, é uma das três instituições nacionais indicadas ao “Prêmio Rodrigo Mello Franco de Andrade” (instituição pela programação e atividade no campo das artes visuais), concedido pela ABCA, Associação Brasileira de Críticos de Artes, para o ano de 2019.
        • Galeria da Pinacoteca Barão de Santo Ângelo: Espaço expositivo do IA, com adequadas condições expográficas. É utilizado para as defesas de dissertações e teses do PPGAV, especialmente de Poéticas Visuais, que demandam a montagem de uma exposição como parte integrante da sessão pública de defesa. O local também viabiliza a realização de seminários e palestras, em eventos abertos à comunidade acadêmica e ao público interessado. Possui os equipamentos necessários para planejamento e montagem de exposições, com dois técnicos de nível superior dedicados e apoio de um número variado de bolsistas, inclusive em Iniciação Científica. Nas últimas gestões foi coordenada por professoras do PPGAV.
        • Arquivo Histórico do Instituto de Artes: Oficialmente é Arquivo Setorial, designação pouco usada. Espaço pertencente ao IA, localizado no prédio histórico do ICBS, no Campus Central. É um valioso repositório de documentos para pesquisa em história da arte do estado, reunindo documentos fundamentais desde a criação da escola de artes em 1908, seus salões de Belas-Artes (décadas de 1930 a 1960), de Artes Visuais (décadas de 1970) e outros eventos significativos para o estudo do sistema de artes regional. Este equipamento conta com arquivista responsável, bolsistas e espaços destinados ao arquivo e ao trabalho de pesquisadores. Possui scanner profissional para digitalização de livros e documentos.
        • Biblioteca do Instituto de Artes e Recursos de Informação: O PPGAV oferece a pesquisadores a Biblioteca do IA, o Centro de Documentação e Pesquisa (sob agendamento), os acervos em laboratórios e a coleção do projeto Repositório Auxiliar de Publicações  Artísticas ou Especiais (sob agendamento). Além disso, conta com a Biblioteca Central da UFRGS, o Sistema de Bibliotecas da UFRGS, o Repositório Digital LUME e o acesso em linha a todos os textos e periódicos assinados pela UFRGS e pela CAPES (nos espaços da UFRGS ou fora dela, a distância, por configuração de proxy pelo usuário, inclusive por telefones celulares). Relatório de Dados Enviados do Coleta A Biblioteca do IA faz parte do Sistema de Bibliotecas da UFRGS, em rede. Em setembro de 2017 seu acervo contemplava 38.568 itens, na maior parte livros e periódicos, em 152m2 acessíveis ao público. Realiza comutação bibliográfica (COMUT) nacional e internacional, incluindo a British Library e busca monitorada.
          Oferece acesso gratuito a Normas Técnicas da ABNT e outros instrumentos e serviços para formalização de pesquisas. Possui muitos itens notáveis ligados à sua formação e a do IA (outros itens podem ser consultados na seção de obras raras, preciosas e especiais da Biblioteca Central, na Reitoria da UFRGS). Toda a produção bibliográfica docente é ali guardada por equipe de 4 servidores e pelo menos 3 bolsistas. O Sistema de Bibliotecas da UFRGS é constituído por uma Biblioteca Central, por 28 bibliotecas setoriais, uma de ensino médio e uma depositária de documentação da ONU (Organização das Nações Unidas), sediadas nos institutos, escolas e faculdades. Em 2017 o sistema possuía cerca de 757 mil livros, quase 16 mil periódicos impressos e 170 mil outros itens. Todas as bibliotecas são universalmente acessíveis. Alunos do PPGAV usam muito aquelas de áreas afins, como Comunicação, Ciências Humanas, Psicologia, Arquitetura etc.A Biblioteca Central é a biblioteca com obras de referência e periódicos gerais, órgão coordenador do Sistema. Para as artes, é relevante o seu Departamento de Obras Raras, com cerca de 10.000 volumes, constituído por obras publicadas do século XVI XX, que podem atender a interesses localizados de pesquisadores; o atendimento precisa ser agendado.
          O Lume – Repositório Digital da UFRGS é o portal de acesso às coleções digitais de documentos gerados no âmbito da Universidade e de outros documentos que, por sua área de abrangência ou pelo seu caráter histórico, são de interesse da Universidade centralizar sua preservação e difusão. Os documentos digitais que integram as coleções podem conter texto, imagem, vídeo e áudio, e são, em sua maioria, de acesso livre (em alguns casos, o acesso é restrito à comunidade da UFRGS, o que inclui os estudantes). Quase todas as dissertações e teses defendidas no PPGAV podem ser acessadas em rede através do SABi,catálogo do Sistema de Bibliotecas da UFRGS, e do Repositório de Dissertações e Teses no LUME.

O site do PPGAV apresenta a lista completa das dissertações e teses defendidas desde o início das atividades do PPGAV. A partir desta lista, é possível acessar o texto integral em PDF, quando disponível.Dissertações e teses mais antigas, não digitalizadas, podem ser consultadas no CDP ou presencialmente na Biblioteca do IA. Os acervos dos projetos em desenvolvimento por docentes também são acessíveis aos alunos para consulta.

3- OUTROS ESPAÇOS – EVENTOS

Para eventos maiores, como grandes seminários e aulas inaugurais, o PPGAV utiliza o Auditorium Tasso Corrêa (ou simplesmente “Auditório do IA”), com 324 lugares, administrado pelo Departamento de Música.

Para eventos menores e médios, o PPGAV conta com o apoio da Pró-Reitoria da Extensão e seus espaços próximos à Reitoria, no Campus Central, que permitem agendamentos. Eventos são realizados no Plenarinho da Reitoria, com 43 lugares, e na Sala II do Salão de Atos, com 241 lugares. Em ambos os casos os equipamentos são plenos (computadores, projeção, áudio etc.), em ambientes climatizados e extremamente confortáveis. O Plenarinho tem recebido defesas e pequenos simpósios. E a Sala II, eventos em associação (como algumas mesas do Encontro da ANPAP de 2016, em Porto Alegre, com apoio do PPGAV).
O Museu da UFRGS, que é parceiro do IA e do PPGAV desde a inauguração de sua sede atual, oferece o seu mezanino para palestras eventuais. O número de lugares não é especificado (são usadas cadeiras soltas e pode haver painéis e vitrines no local); acreditamos ser confortável uma média entre 50 e 60 ouvintes sentados.
Inaugurado em agosto de 2018, em prédio histórico da Universidade (antigo Instituto de Química Industrial), o Centro Cultural da UFRGS estabeleceu acordo com o Instituto de Artes. Eventos lá já ocorreram, de minicursos a colóquios, incluindo exposições de professores e alunos do IA, entre outras atividades que contaram com o Programa.

 

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
pt_BR