Série Visualidade

A série Visualidade é constituída de livros coletivos, organizados por membros da comunidade acadêmica, com foco específico em temas postos em análise pela pesquisa em Artes Visuais (em História, Teoria e Crítica da Arte ou em Poéticas Visuais), abrangendo um intervalo de conhecimento com abrangência do regional ao universal. Reúne coletâneas de ensaios de autores brasileiros e estrangeiros, todos diretamente comprometidos para a consolidação do campo de pesquisa artística ou sobre arte na Universidade. O primeiro título editado data de 1995.


capaecontracapa_livroppgavPela arte contemporânea: desdobramentos de um projeto (2017). Organização de Icleia Borsa Cattani e Maria Amélia Bulhões. Editora da UFRGS. 16 x 21 cm, 138 páginas. O livro oferece um documento de memória da pós-graduação em artes visuais no Brasil, por meio da história dos 25 anos do Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da UFRGS. Ele é permeado por uma tomada de posição pela arte contemporânea, oferecendo o relato das organizadoras sobre a trajetória do Programa, textos dos professores com o repertório das pesquisas das áreas de História, Teoria e Crítica e de Poéticas Visuais e uma reflexão sobre as condições de formação e consolidação da pesquisa na área. Relato afetivo e, ao mesmo tempo, documental, ele contribui para que se conheça melhor o que vem sendo feito, os esforços conjuntos para o reconhecimento e a legitimidade deste campo específico de investigação no âmbito das universidades brasileiras. O livro integra o conjunto de atividades que comemoraram essa data, e, assim, nele estão presentes, também, as imagens da exposição Pro Posições, realizada no Museu de Arte do Rio Grande do Sul. ISBN 978-85-386-0348-1.  Acesse aqui o link para ler ou baixar


PaisagemDesdobramentosePerspectivasPaisagem: desdobramentos e perspectivas contemporâneas (2010). Organização de Maria Amélia Bulhões e Maria Lúcia Bastos Kern. Editora da UFRGS. 16 x 21 cm, 304 páginas. Discute as múltiplas modalidades de paisagem nas artes visuais, a partir de estudos de conceitos, técnicas e propostas, dos primórdios da modernidade até a contemporaneidade. Coloca em questão as criações artísticas, examinando e problematizando as construções de registro e diálogo com a natureza, desde a pintura até as intervenções realizadas nas cidades e junto ao mundo natural. Traz ensaios de Javier Maderuelo, Rodrigo Gutiérrez Viñuales, Alexandra Kennedy-Troya, Claudia Valladão de Mattos, Maria Lucia Bastos Kern, Vinícius Oliveira Godoy, Glória Ferreira, Maria Angélica Melendi, Iliana Hernández García, Claudia Paim e Ulises Ferretti, André Parente, Sandra Rey e Maria Amélia Bulhões. Textos em português ou espanhol. ISBN 978-85-386-0100-5.


Mestiçagens na arte contemporânea (2007|2010). Organização de Icleia Borsa Cattani. Editora da UFRGS. 16 x 21 cm, 336 páginas (2007 com reimpressão em 2010). Analisa condições e modalidades de elaboração de obras da arte contemporânea marcadas por cruzamentos constitutivos, produtores de novos sentidos, bem como as poéticas que as estruturam. São estudados casos de linguagens, como em ações, performances, objetos, livros de artista, instalações, videoinstalações, fotomontagens e alguns aspectos das novas tecnologias, além de linguagens tradicionais, quando apresentam novas proposições e cruzamentos de sentidos. Reúne ensaios de Icleia Borsa Cattani, Marc Jimenez, Éliane Chiron, Dominique Berthet, Mário Azevedo, Camila Schenkel, Ana Maria Albani de Carvalho, Nara Cristina Santos, Nadja de Carvalho Lamas, Viviane Rocha, Juliana Angeli, Viviane Gil, Michal Kirschbaum, Bernard Paquet, Alfredo Nicolaiewsky, Maristela Salvatori, Maria Lucia Cattani, Paulo Gomes, Marcello Gobatto e Lenir de Miranda. ISBN 978-85-7025-968-4.


Ciranda: ensaios em narrativas visuais (2005). Organização de Paulo Silveira. Editora da UFRGS. 16 x 21 cm, 312 páginas. Com o título inspirado em uma dança de roda originária de Portugal e ainda frequente no Brasil, trata-se de uma obra coletiva com construção visual, respondendo a problemas plásticos e gráficos da página e do ato de folhear e colocando em exercício os dois principais desenvolvimentos metodológicos da pesquisa em artes (a área de concentração que contempla a história, teoria e crítica da arte, e a voltada para as poéticas visuais). Oferece ensaios visuais em preto e branco de Adriana Daccache, Andrea Paiva Nunes, Fabiana Wielewicki, Glaucis de Morais, Helio Fervenza, Letícia B. Cardoso, Marcelo Tomazi, Maria Ivone dos Santos, Maria Lucia Cattani, Mariana Silva da Silva, Maristela Salvatori, Paula Krause, Paulo Gomes, Raquel Stolf, Sandra Rey e Solana Guangiroli. Apresentação em português, inglês e francês. ISBN 85-7025-848-8 (ou 978-85-7025-848-9).  Acesse aqui o link.


Memória em caleidoscópio: artes visuais no Rio Grande do Sul (2005). Organização de Maria Amélia Bulhões. Editora da UFRGS. 16x21cm, 264 páginas. Trabalho resultante de dissertações, evidencia as linhas de pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da UFRGS e os interesses e preocupações dos orientadores. Seja pelo viés da reconstrução histórica, seja a partir do esforço de avaliar as realizações artísticas atuais, busca-se traçar um desenho que expresse uma produção que traz em si as marcas do cruzamento entre o global e o periférico. Traz ensaios de Alexandre Santos, Altamir Moreira, Andréa Brächer, Andrea Hofstaetter, Carlos Alberto Avila Santos, Carmem Diniz, Flávio Krawczyk, José Francisco Alves, Kennedy Piau, Marlene Ramires François, Nadima Toscani, Paula Ramos, Rosana Berwanger Silva, Thomas Josué Silva e Claudia Paim. ISBN 85-7025-833-X (ou 978-85-7025-833-5).


América Latina: territorialidade e práticas artísticas (2002). Organização de Maria Amélia Bulhões e Maria Lúcia Bastos Kern. Editora da UFRGS. 16 x 22 cm, 190 páginas. O livro analisa a territorialidade como espaço de práticas culturais, nas quais se criam mecanismos identitários de representação a partir da memória coletiva, das suas singularidades e paisagens, considerando suas práticas na modernidade e contemporaneidade latino-americanas. Reúne 11 ensaios de Maria Lúcia Bastos Kern, Miguel Ángel Muñoz, Diana Wechsler, Annateresa Fabris, Rebeca León e Jorge Martínez, Gabriel Peluffo Linari, Margarita Schultz, Mônica Zielinsky, Mariarosaria Fabris, Maria Amélia Bulhões e Icleia Maria Borsa Cattani. ISBN 85-7025-647-7 (ou 978-85-7025-647-8).


O meio como ponto zero: metodologia da pesquisa em artes plásticas (2002). Organização de Blanca Brites e Elida Tessler. Editora da UFRGS. 16 x 22 cm, 160 páginas. Apresenta a maneira como pesquisadores em artes no âmbito universitário, trilhando percursos próprios, articulam cruzamentos, valendo-se de disciplinas que permitam uma base consistente para a gestão conceitual e a montagem de dispositivos concretos, necessários para seu contínuo aperfeiçoamento pessoal e a formação artística de seus alunos. Traz 10 ensaios de Jean Lancri, Icleia Borsa Cattani, Pierre Baqué, Helio Fervenza, Geraldo Orthof, Justo Pastor Melado, Elida Tessler, Arturo Hevia, Sandra Rey e Ricardo Nascimento Fabbrini. É resultado do III Colóquio Internacional de Artes Plásticas, realizado em Porto Alegre pelo PPGAV/UFRGS em convênio com a Pontifícia Universidade Católica do Chile e a Universidade de Paris 1. ISBN 85-7025-624-8 (ou 978-85-7025-624-9). Acesse aqui o link


As questões do sagrado na arte contemporânea da América Latina (1997).  Organização de Maria Amélia Bulhões e Maria Lúcia Bastos Kern. Editora da UFRGS. 16 x 22 cm, 192 páginas. Reúne textos sobre o espaço difuso em que o profano e o sagrado se inter-relacionam, dando dimensões sagradas ao cotidiano e profanas ao religioso, ou que tratam das relações da arte com o sagrado a partir da figura do artista. Traz 10 ensaios de Mario Perniola, Maria Amélia Bulhões, Antonio Vargas, Armando Silva, Annateresa Fabris, Mario H. Gradowczyk, Maria Lúcia Bastos Kern, Patricia M. Artundo, Francisco Reyes Palma e Gerardo Mosquera. ISBN 85-7025-408-3.


Artes plásticas no Rio Grande do Sul: pesquisas recentes (1995). Organização de Maria Amélia Bulhões. Editora da UFRGS. 16 x 22 cm, 200 páginas. Reúne 14 ensaios e relatos sobre a arte gaúcha, realizados pelos pesquisadores Armindo Trevisan, Susana de Araújo Gastal, Maria Lúcia Bastos Kern, Marilene Pieta, Círio Simon, Gilberto Yunes, Edir Lúcia Bisognin, Mari Lucie Loretto da Silva, Nara Cristina Santos, Maria Amélia Bulhões, Ana Lúcia Araújo, Ana Flávia Baldisserotto, Ana Maria Albani de Carvalho, Maria Teresa Brunelli, Icleia Borsa Cattani, Claudia Bento e João Carlos Machado. ISBN 85-386-0187-3. Acesse aqui o link.


Espaços do corpo: aspectos das artes visuais no Rio Grande do Sul [1977/1985] (1995). Organização de Maria Lúcia Bastos Kern, Mônica Zielinsky e Icleia Borsa Cattani. Editora da UFRGS. 16 x 22 cm, 195 página.  Traz estudos sobre a atividade artística no Rio Grande do Sul no período de 1977 a 1985, analisando produções que trataram da representação do corpo humano, abordando as modificações deste como espaço de ruptura com o sistema visual acadêmico. ISBN 85-386-0187-3.  Acesse aqui o link..

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
pt_BR