Apresentação

Bem-vindo ao PPG em Ecologia, Instituto de Biociências da UFRGS!

O Programa de Pós–Graduação em Ecologia foi criado em 1978 e faz parte do Instituto de Biociências da UFRGS.

Na avaliação da CAPES (quadriênio 2013/2014/2015/2016) os cursos de mestrado e doutorado obtiveram o conceito 6.

Missão

Produzir e difundir conhecimento científico fundamental e aplicado em Ecologia nos âmbitos local, regional e global, alicerçado na formação qualificada de mestres e doutores, e desta forma viabilizar o uso do conhecimento científico no desenvolvimento sustentável do Brasil.​

Objetivos do Programa

O Programa de Pós-Graduação em Ecologia da UFRGS tem como objetivo geral a formação e qualificação em nível avançado de docentes, pesquisadores, consultores e técnicos, para o exercício de atividades de ensino, pesquisa e extensão na área de Ecologia. O programa se propõe a dar condições aos mestrandos e doutorandos para:

a) produzir avanços no conhecimento científico de excelência na área de Ecologia, buscando tanto o fortalecimento do conhecimento teórico e aplicado existente quanto a proposição de novos campos de pesquisa;

b) divulgar os resultados das pesquisas realizadas através de veículos de publicação de alto reconhecimento acadêmico (periódicos científicos, livros), bem como através de divulgação científica em veículos de comunicação do conhecimento científico para tomadores de decisão e sociedade em geral (blogs, redes sociais, material de divulgação impresso);

c) propor soluções para problemas ambientais baseados no uso do conhecimento científico em Ecologia através da elaboração de propostas inovadoras de monitoramento, diagnóstico e gerenciamento ambiental compatíveis com o conhecimento científico atual;

d) assessorar órgãos governamentais e instituições da iniciativa privada no sentido de emitir pareceres e aconselhar soluções para os problemas ambientais;

e) promover valores de diálogo, pensamento crítico, saúde mental e sustentabilidade na comunidade acadêmica.​

Histórico e contextualização do programa

A pesquisa em Ecologia na Universidade Federal do Rio Grande do Sul teve impulso inicial em 1974, com a criação do Núcleo Interdepartamental de Estudos Ecológicos (NIDECO), vinculado ao Instituto de Biociências. Visando a implementação do ensino em nível de Pós-Graduação, em 1975 foi organizado pelo NIDECO o Curso de Especialização em Ecologia. Entre 1976 e 1986, convênio firmado com a Secretaria Especial do Meio Ambiente do governo brasileiro possibilitou a implementação das Estações Ecológicas do Taim e de Esmeralda. Em 1978, o reconhecimento do Curso de Pós-Graduação (CPG) em Ecologia pela Comissão Nacional de Pós-Graduação implementou o ensino de pós-graduação em nível de mestrado. Diversos projetos de dissertações de mestrado do CPG Ecologia foram desenvolvidos nas Estações Ecológicas recém-criadas. 

Em 1979, a assinatura de convênios entre UFRGS e Universidade de Saarland (ativo até 1987), da República Federal da Alemanha, e entre UFRGS e SUBIN/SEPLAN, reforçou o ensino e pesquisa no CPG, através da vinda de professores alemães e de equipamentos de campo e laboratório, e da ida de docentes para programas de doutorado na Alemanha. Ao final deste período, consolidaram-se três linhas de pesquisa: Ecologia Aquática, Ecologia Terrestre e Ecologia Urbana. Em 1987, o convênio firmado entre o CPG e o PPG em Ecologia e Recursos Naturais/UFSCar possibilitou cooperação em ensino e pesquisa, incluindo orientação de dissertações e teses.

Em 1990, foram inauguradas novas instalações do CPG Ecologia e do Centro de Ecologia (antigo NIDECO), suprindo demandas crescentes de ensino e pesquisa no curso. Em 1992, cria-se a ênfase “Ciências Ambientais”, atendendo à demanda de formação de recursos humanos qualificados para o tratamento de problemas ambientais. Neste contexto, 18 dissertações de mestrado defendidas no CPG até 1997 e vinculadas ao projeto interdepartamental “Energia e Meio Ambiente – a questão do carvão no Rio Grande do Sul” (Edital PADCT – CIAMB) geraram subsídios para planejamento e gerenciamento sócio-econômico-ambiental.

Em 2000, o reconhecimento do curso de doutorado pela CAPES fez o agora Programa de Pós-Graduação (PPG) em Ecologia expandir-se tanto cientificamente quanto estruturalmente. A renovação do quadro docente do Depto. de Ecologia da UFRGS possibilitou a criação das linhas de pesquisa de Ecologia Quantitativa e de Ecologia de Paisagem, Ecotoxicologia e Bioindicação naquela época. Novos convênios foram então realizados com inúmeras instituições de ensino e pesquisa, além da manutenção de uma tradicional relação com empresas e órgãos de gestão governamentais. Durante a década de 2000, consolidou-se a produção acadêmica  do PPG Ecologia. Em 2008, o Dr. Leandro Duarte, egresso do Programa em 2007 sob orientação dos Professores Valério Pillar e Sandra Hartz, foi agraciado com o Prêmio Capes de Tese na área de Ecologia pela primeira vez em sua história.

No ano de 2018, o Dr. Renan Maestri, egresso do PPG Ecologia em 2017, sob orientação do Prof. Thales Freitas, foi agraciado com o Prêmio Capes de Tese na área de Biodiversidade. Assim, o PPG Ecologia recebeu, pela segunda vez, o reconhecimento nacional pela excelência acadêmica na formação de recursos humanos e produção intelectual.