APRESENTAÇÃO

      O Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEdu) é vinculado à Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), unidade que também congrega o Curso de Licenciatura em Pedagogia e a formação pedagógica dos demais Cursos de Licenciatura da Universidade. O PPGEdu integra o sistema de Pós-Graduação da UFRGS, composto por 84 Programas, avaliados e reconhecidos pelo Sistema Nacional de Pós-Graduação, distribuídos em 80 Cursos de Doutorado, 84 de Mestrado Acadêmico e 15 de Mestrado Profissional. O PPGEdu/UFRGS, em suas quatro décadas de existência, articula sua proposta formativa a partir de demandas sociais, científicas e acadêmicas da área. As linhas e projetos de pesquisa, as disciplinas, as teses e dissertações e a produção bibliográfica e técnica do corpo docente e discente expressam a inserção político-social no âmbito dos avanços e impasses da Educação brasileira, em especial a Educação Básica, em consonância com os objetivos históricos do Programa. Iniciado em 1972 como Curso de Mestrado em Educação, foi credenciado em 1974, através do Parecer nº 657/74, e recredenciado pelos Pareceres 534/81 e 645/90 do Conselho Federal de Educação. Em 1976 iniciou o Curso de Doutorado em Ciências Humanas – Educação, credenciado através do Parecer 181/82 e recredenciado pelo Parecer 645/90, ambos do Conselho Federal de Educação. O PPGEdu/UFRGS, que objetiva formar profissionais qualificados para o exercício das atividades de Ensino, Pesquisa e Desenvolvimento da produção de conhecimento no campo da Educação, até o momento: titulou 1.668 mestres e 809 doutores.

OBJETIVOS GERAIS

      O principal objetivo é oferecer Cursos de Mestrado e Doutorado em Educação, com o intuito de formar profissionais qualificados para o exercício das atividades de ensino, pesquisa e desenvolvimento da produção de conhecimento no campo da Educação.

      Mais do que isso, o Programa soma-se ao projeto da atual gestão da Universidade, que busca uma universidade de classe mundial, caracterizada fundamentalmente pela excelência, a partir de quatro aspectos centrais e que se constituíram como objetivos específicos do quadriênio 2013-2016 recém finalizado: desenvolver a capacidade de liderança na pesquisa, através do fomento à vitalidade e atualidade dos projetos, grupos e núcleos de pesquisa de seu corpo docente e discente; divulgar a produção do conhecimento gerado, de modo a que resulte no aumento global das publicações qualificadas de docentes e discentes; exercer sua capacidade de transformação do conhecimento, por intermédio da inserção acadêmico-social, notadamente a atuação de seus docentes, discentes e egressos em sistemas de ensino de todos os níveis e em grupos de pesquisa consolidados, que assumam crescentemente uma feição transnacional; captar recursos para incremento da produção e para assegurar as ações de internacionalização do Programa.

PERSPECTIVAS DE EVOLUÇÃO E TENDÊNCIAS

      O PPGEdu se consolidou como um dos principais formadores de mestres e doutores na Região Sul. Seus primeiros egressos do Curso de Mestrado completaram sua formação em outros cursos do Brasil e do exterior, e muitos integram o atual quadro docente do Programa ou de vários outros do Brasil e da Região Sul. O Curso de Pós-Graduação em Educação (CPGEDU) apresentava estrutura curricular composta por disciplinas básicas obrigatórias, agrupadas em três áreas de concentração: Ensino e Currículo; Planejamento da Educação; Psicologia Educacional. Em 1986, passou a denominar-se Programa de Pós-Graduação em Educação, após processo coletivo de reflexão sobre currículo e avaliação, com vistas a buscar alternativas para a construção de um perfil que respondesse às demandas locais, regionais e nacionais, e que expressasse a pluralidade e o avanço teórico da área. O currículo tornou-se mais flexível, as disciplinas básicas perderam seu caráter de obrigatoriedade e houve ampliação das Linhas de Pesquisa.

      Desde seu surgimento, o Programa tem se pautado pela observância de três compromissos fundamentais: excelência e rigor acadêmico e científico; abordagem dos desafios da área; compreensão ampliada de educação como sistema formal de ensino, em especial a escola pública, e como processos formativos inscritos nos movimentos socioculturais do conjunto da sociedade.

      A organização em torno de diversas temáticas favorece a presença de diferentes abordagens teóricas e de docentes e alunos oriundos de diversas formações, experiências e trajetórias profissionais, o que auxilia na consolidação de um PPGEdu em sintonia com a contemporaneidade e em permanente indagação sobre sua continuidade institucional.

PROPOSTA PEDAGÓGICA

      Os conceitos-chave para a compreensão da Proposta Pedagógica se traduzem pelas ideias de multiplicidade, diversidade, transversalidade, complexidade, respeito às diferenças e responsabilidade ético-política no processo de produção de conhecimento.

      O PPGEdu/UFRGS oferece, a cada semestre, grande variedade de disciplinas que caracterizam uma configuração continuamente reatualizada dos espaços de formação. As Linhas de Pesquisa e os docentes apresentam suas propostas de espaços de formação, que são analisadas e aprovadas no âmbito da Comissão Coordenadora do Programa. A dinâmica de renovação permite que as propostas formativas acompanhem os avanços da pesquisa e da produção de conhecimentos na área, bem como possibilita que os professores mantenham-se atualizados nos temas de investigação e docência.

CARACTERIZAÇÃO DO PROGRAMA

      Uma breve caracterização histórica e atual do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFRGS permite destacar: que o Programa passou por inúmeros processos de avaliação e auto-avaliação, que resultaram num movimento contínuo de organizações e reorganizações; que se constitui numa referência geo-política e geo-educacional importante; que se encontra num momento de renovação institucional e acadêmica, cujas implicações e consequências estão em sintonia com o atual contexto da Pós-Graduação no Brasil e, principalmente, com os impasses presentes na Pós-Graduação em Educação. Observa-se uma tendência de crescimento ao longo da história do Programa, com o aumento do número de professores, de alunos e, consequentemente, de titulados.