Convite para a defesa de dissertação de LAURA JENSEN OURIQUE

O Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química da Universidade Federal do Rio Grande do Sul tem a satisfação de convidar a Comunidade Universitária para assistir a defesa pública da dissertação de mestrado da Engenheira Química LAURA JENSEN OURIQUE a realizar-se:

  • Data: 12 de setembro de 2019 – quinta-feira
  • Horário: 13:30 horas
  • Local: Sala 5 – Prédio 43.212 – ICTA – Avenida Bento Gonçalves, 9.500 – Agronomia – Campus do Vale/UFRGS

TÍTULO

“2,3-BUTANEDIOL PRODUCTION BY PANTOEA AGGLOMERANS FROM SOYBEAN HULL ACID HYDROLYSATE IN SUBMERGED BATCH BIOREACTORS”

BANCA

  • Profª Débora Jung Luvizetto Faccin – DEQUI/UFRGS
  • Profª Nicole Teixeira Sehnem – FSG
  • Profª Suse Botelho da Silva – UNISINOS

ORIENTADORES

  • Orientador: Prof. Marco Antônio Záchia Ayub – PPGEQ/UFRGS
  • Coorientador: Profª Daniele Misturini Rossi – DEQUI/UFRGS

RESUMO

Nesta pesquisa, foi investigada a produção de 2,3-butanodiol (2,3-BD) pela bactéria Pantoea agglomerans linhagem BL1 a partir de hidrolisado ácido de casca de soja em reatores submersos operando em modo batelada. O substrato utilizado nos cultivos consistiu em uma mistura de xilose, arabinose e glicose, proveniente da fração hemicelulósica da casca de soja. Foi avaliada a influência do suprimento de oxigênio, controle de pH e adição de agentes exógenos sobre a cinética de crescimento do microrganismo. P. agglomerans BL1 foi capaz de metabolizar simultaneamente os três monossacarídeos do meio, sendo a conversão média após 48 h de cultivo correspondente a 74.85 %. As diferentes condições de aeração empregadas demonstraram a via ácida mista de formação de 2,3-BD por enterobactérias. Foram observados melhores resultados nas condições de maior suprimento de oxigênio, contrastando com alguns trabalhos da literatura. Fixando-se a aeração em 2 vvm, obteve-se 14,02 g∙L-1 de 2,3-BD em 12 h de cultivo, o que corresponde a conversão de 0,53 g∙g-1 e produtividade de 1,17 g∙L-1∙h-1. Este resultado demonstra o grande potencial de produção de 2,3-BD por P. agglomerans BL1, linhagem isolada de um consórcio ambiental, a partir de hidrolisado ácido de casca de soja. Assim, o presente trabalho aponta uma solução para a utilização da fração hemicelulósica da biomassa agroindustrial, carboidratos cuja utilização não é comumente visada em bioprocessos.